Porto Velho (RO) domingo, 22 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Silvio Santos

Zekatraca - Lenha na Fogueira 19/10/10



LIVRO


Eça de Queiroz Fotobiografia


Publicado pela LeYa Brasil, “Eça de Queiroz Fotobiografia – Vida e Obra”, de A. Campos Matos, chega às livrarias em outubro. Com mais de 400 páginas, o livro apresenta tanto registros históricos quanto imagens inéditas de personagens, cenários e eventos importantes na vida do escritor, construindo um valioso panorama de época.

A fotografia sempre despertou o interesse do autor de “Os Mais”, que acompanhou a evolução de uma técnica então recente, e por isso, pouco difundida. Eça visitou estúdios de fotógrafos em Portugal e nos diversos países que visitou ou nos quais viveu; deixou-se fotografar tanto em poses formais quanto em situações familiares e chegou a praticar a fotografia nos últimos anos de vida.

“Eça de Queiroz Fotobiografia” organiza-se de modo cronológico e os capítulos temáticos acompanham desde os antepassados de Eça até os descendentes; aborda a infância; a juventude; a viagem ao Oriente; os postos de trabalho em Cuba e na Inglaterra. Há imagens raras como as do jovem Eça com cerca de 20 anos, e a de Manuel Macedo, seu primeiro ilustrador; manuscritos; documentos diversos; postais com a caligrafia do autor e mapas de viagens. O leitor encontra ainda retratos e perfis de figuras com as quais Eça de Queiroz conviveu e outras que o influenciaram; imagens das escolas pelas quais passou o escritor; fotos de amigos, parentes e amores. São mais de 700 imagens que recriam o contexto histórico de boa parte do século XIX.

Autor de clássicos como “O Primo Basílio” e “O crime do Padre Amaro”, Eça de Queiroz é um dos mais importantes escritores de língua portuguesa, traduzido em diversas línguas. Apontado como um dos fundadores do realismo português, modernizou a prosa até então praticada, com inovações estilísticas diversas e influenciou fortemente a literatura brasileira.

Queirosiano reconhecido e respeitado, Campos Matos escreveu mais de dez livros sobre o escritor. Colaborou com grande parte do Dicionário Eça de Queiroz e foi encarregado pela Fundação Eça de Queiroz de transcrever e organizar a correspondência inédita entre o autor e Emília de Castro, sua esposa. Para “Eça de Queiroz Fotobiografia”, Campos pesquisou na Biblioteca Nacional de Portugal e em diversas outras fontes, obtendo imagens inéditas.

“[...] Em geral adquire-se no meio dessa perversão intelectual hábitos profundos de ironia, e fica-se com uma tendência para o sarcasmo, com uma hostilidade contra tudo o que é medíocre, vulgar e chato. É esse o caráter de Eça de Queiroz, e um dos poderes do seu estilo.” (Teófilo Braga) (trecho da p. 49)

“Procure promover a saída do livro, e se meu filho lhe escrever para saber como vai a venda, não o desanime, pois ele tem geiteira para as letras, de resto eu tomo a responsabilidade por qualquer prejuízo que o seu insucesso ocasione.” (Carta do pai de Eça a um editor) (trecho da p. 123)

“Eu precisava de uma mulher serena, inteligente, com uma certa fortuna (não muita), de caráter firme sob um caráter meigo, – que me adotasse como se adota uma criança; que me pagasse o grosso das minhas dívidas, me obrigasse a levantar a certas horas cristãs – e não quando os outros almoçam – que me alimentasse com simplicidade e higiene [...]. Essa doce criatura salvaria um artista de si mesmo – que é o pior abismo de um artista [...].” (Eça de Queiroz) (trecho da p. 155)

Ficha Técnica
Título: “Eça de Queiroz Fotobiografia – Vida e Obra
Autor: A. Campos Matos
Formato: 22,5 x 28,5 (capa dura)
Brochura
Nº de páginas: 434
Preço: R$ 159,90


 




 

Caso não aconteça nenhum atropelo.

******

No mês de novembro uma equipe da Secel comandada pela Gerente de Cultura advogada Cândrica Madalena.

******

Embarca rumo ao Vale do Guaporé para realizar o registro dos costumes e tradições dos quilombolas.

*******

O projeto idealizado pela Bebel e desenvolvido pelo Bubu Johnson.

*******

Não vai ficar apenas nos quilombos do Vale do Guaporé, o estudo engloba aquele que dependendo das circunstâncias, também pode ser considerado quilombo o morro do “Alto do Bode” que foi destruído pelo 5º BEC em Porto Velho.

******

Será uma viagem de quase um mês!

******

A equipe já está fazendo contato com os quilombolas do Vale e entidades afins, colhendo o máximo de material para não chegar aos locais de mãos abanando.

******

Esperamos que o projeto e a turma escalada não sofram retaliações.

*******

Já que estamos na Secel.

*******

 

O Ministério da Cultura, através do Instituto Brasileiro de Museus - IBRAM, em parceria com o Governo do Estado de Rondônia, através da Secretaria de Estado dos Esportes, da Cultura e do Lazer – SECEL e da Prefeitura do Município de Ji-Paraná realizam.

*******

Oficina: Plano Museológico: implantação, gestão e organização de museus:

*******

Período: 19, 20 e 21 de outubro de 2010, uma turma em dois períodos: manhã e tarde.

*******

Local: Auditório da Representação de Ensino – REN, localizada à Rua 06 de Maio nº 1722, Centro – Ji-Paraná / Rondônia.

******

Ministrante: Prof.ª Ana Cristina Audebert Ramos de Oliveira.

*******

Universidade Federal de Ouro Preto/UFOP. Departamento de Museologia. Registro Profissional de Museóloga: COREM 1R 0264 I

 

*******

Público-alvo: profissionais que atuam no setor museológico e/ou cultural, estudantes de áreas afins e demais interessados na temática dos museus e da museologia.

*******

O material didático de referência em legislação patrimonial e museológica bem como a bibliografia básica e outras complementares serão disponibilizadas em CD aos participantes que obtiverem a frequência mínima no Curso.

*******

Por falar em política.

*******

Tem neguim se bandeando pro lado do candidato que está mais bem posicionado nas pesquisas.

*******

Questionado sobre traição ao seu chefe.

******

O funcionário público estadual veio com a seguinte justificativa:

******

Nunca fui e nem pretende ser contra o governo.

******

Você é que sempre estão mudando.

******

Pode ver minha ficha.

******

Sempre estive ao lado do governo!

******

Por incrível que pareça.

******

É tanta trairagem, que tem gente que já está querendo negociar a coordenação do Arraial Flor do Maracujá.

******

Isso pra ficar só numa situação.

*******

Dia 1º de novembro ou logo após a divulgação do resultado do pleito, o que mais vai se ver...

*******

Aliás, no dia 1º de novembro ninguém vai ver carro plotado com a figura do candidato que perder a eleição estadual.

******

Agora, com adesivo do candidato vencedor os pátios das repartições públicas vão estar repletos.

******

Anota aí Zé de Nana, Carlos Sperança e Zé Daszuzinas se não estou certo.

******

Ainda mais que nos corredores “varguianos”, dizem que o a pesquisa está beirando os 80%.

******

E assim vamos enfrentando mais uma onda de boataria política.

******

Tão desenterrando “cadáver” mais do que “morto”.

*******

Como tudo na política é válido! Temos que por força da lei eleitoral, ficar engolindo sapo atrás de sapo, via programas eleitorais levados ao ar pelas emissoras de televisão e rádio.


 




 

HISTÓRIA REGIONAL

O negro na história de RO
novo tema da ACLER

 

Quinta feira dia 21 acontece na Ivan Marrocos o lançamento do livro do poeta Pedro Albino
 

A participação do negro na história e na cultura rondoniense deverá ser o novo tema a ser debatido pela Academia de Letras de Rondônia, na segunda quinzena de novembro. A programação já está sendo preparada pela ACLER, e que deverá contar, como das vezes anteriores, com a parceria do Departamento de História e Arqueologia da UNIR.

Será o quarto evento específico sobre a história regional que a ACLER realiza este ano - os anteriores foram sobre Rondon, sob os aspectos do positivismo e da importância científica da missão; a BR-364, abordando sua influência na região e a importância da estrada para o desenvolvimento regional; e ao septuagésimo aniversário de criação do Território Federal, a partir da ocupação brasileira da região Oeste. "Nessa nova discussão pretendemos abordar a importante presença do negro em Rondônia nos aspectos da ocupação do vale do Guaporé, feita por escravos que fugiam das minas de ouro de Mato Grosso, a religiosidade e as tradições; o outro perfil representado pelos negros que vieram para construir a Madeira-Mamoré e, o último sub-tema envolve os marinheiros da Revolta da Chibata que foram mandados para cá pelo navio Satélite, cada grupo fornecendo meios para um estudo a respeito da participação dos membros dessa etnia", explicou o presidente da ACLER, Lúcio Albuquerque.

Outros assuntos

A Academia Cacoalense de Letras está comemorando dois anos de criação, com ingresso de novos acadêmicos e evento especial na sede do Sindsef naquela cidade.

Será no próximo dia 21, quinta-feira, o lançamento do livro "Novos poemas de amor", assinado pelo acadêmico Pedro Albino. Vai acontecer no hall da casa de cultura "Ivan Marrocos" a partir das 19h30. No dia 26, terça-feira da outra semana, o escritor João Moreira, de Ji-Paraná, vai lançar, no mesmo local e horário, o livro "Na Baiúca de Longwood & outros contos de amor e guerra".

Já em Guajará-Mirim, a Academia local, em parceria com a ACLER, prepara a realização no primeiro trimestre de 2011 do Seminário Internacional de Literatura e História da Fronteira.


 

Siga o Gentedeopinião no Gente de Opinião



 Fonte: Sílvio Santos - zekatracasantos@gmail.com  
 
Gentedeopinião   /  AMAZÔNIAS   /  RondôniaINCA   /   OpiniaoTV
 Energia & Meio Ambiente   /   YouTube  / Turismo   /  Imagens da História


 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Silvio Santos

Presidente interino da Funcultural  Eudes Claudino e a programação da festa de 105 anos de Porto Velho

Presidente interino da Funcultural Eudes Claudino e a programação da festa de 105 anos de Porto Velho

Presidente interino da FunculturalEudes ClaudinoE a Programação da festa de 105 anos de Porto Velho Sexta feira dia 20, fomos até a sede da Fundação C

Lenha na Fogueira + Palco Giratório apresenta  Se eu fosse Iracema + Edital para artesãos participarem da ExporPorto

Lenha na Fogueira + Palco Giratório apresenta Se eu fosse Iracema + Edital para artesãos participarem da ExporPorto

Lenha na Fogueira Meu amigo Antonio Serpa do Amaral o Basinho postou na sua fan page do face book uma crônica sobre as criticas ao documentário do qua

Musa do festival de Praia  de Costa Marques + Alunos da escola Castelo Branco na Oficina de Teatro

Musa do festival de Praia de Costa Marques + Alunos da escola Castelo Branco na Oficina de Teatro

Lenha na FogueiraO Palco Giratório do Sesc 2019, que está sendo a´presentado em Porto Velho desde o último dia 7 de setembro e vai até o próximo dia 2

Portal Rondônia Tem Tudo  Apresentado ao publico + Em Portugal, atriz de Rondônia  tem papel de destaque em novela

Portal Rondônia Tem Tudo Apresentado ao publico + Em Portugal, atriz de Rondônia tem papel de destaque em novela

Lenha na Fogueira Palco Giratório é sucesso de público em Porto Velho************O Festival Palco Giratório é o maior intercâmbio das artes cênicas do