Porto Velho (RO) quarta-feira, 18 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Silvio Santos

Zekatraca - Lenha na Fogueira 07/10/10



DEVOÇÃO

Círio de Nazaré em Porto Velho

Nossa Senhora de Nazaré é a padroeira de Rondônia, conforme designação, do Núncio Apostólico do Brasil, Dom Bento Aloisi Massela, em 1943 e Decreto nº 180, de 5 de abril de 1951, do então Governador do Território Federal do Guaporé, Engenheiro Petrônio Barcelos. 

O Primeiro Círio de Nossa Senhora de Nazaré aconteceu em Porto Velho, no ano de 1930 (segundo Vitor Hugo, em seu livro Desbravadores, vol.2º, 1959, página 81). Foi introduzido por Aluízio Pinheiro Ferreira (que foi Diretor da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré e Primeiro Governador do Território Federal do Guaporé), com o apoio da Colônia Paraense aqui radicada. Desde essa época, em todos os anos, no segundo domingo de outubro, acontece essa festividade. Hoje, não só com a participação dos paraenses, mas sim, com todos os devotos de Nossa Senhora.

Apesar da grande devoção a Nossa Senhora de Nazaré, em Porto Velho só foi construída a sua capela em 1991, à Rua Anari esquina com a Rua Pau Ferro, bem distante dos locais onde ela costumava ser venerada.
Até 1981 o Círio saia da Catedral para a Capela do Hospital São José, Guarda Territorial, Igreja de Nossa Senhora de Fátima, Igreja de São Cristóvão e Capela do Instituto Maria Auxiliadora. Várias foram as Comissões Organizadoras que deram continuidade ao trabalho iniciado por Aluízio Ferreira. 

Em 1982, a Igreja de Nossa Senhora do Rosário foi ampliada e recebeu a denominação de “Nossa Senhora do Rosário de Nazaré” passando seus dirigentes a se responsabilizarem pela realização do Círio, que, de 1982 a 1990 saiu da Catedral para a Igreja de Nossa Senhora do Rosário.

Em 1991 foi construída a primeira Capela de Nossa Senhora de Nazaré, nesta Cidade, ficando sob a responsabilidade dos Padres Combonianos, da Paróquia de Nossa Senhora das Graças. Nesse mesmo ano, o Círio saiu em procissão, da Igreja do Rosário até a Catedral e de lá foi em carreata até a Rua Jatuarana com Rua Anari, onde a Comunidade aguardava para continuar a procissão até a Capela de Nossa Senhora de Nazaré.

De 1992 a 1995 o Círio saiu em carreata, da Catedral até a Rua Jatuarana com Anari e de lá em procissão até a Capela de Nossa Senhora de Nazaré.

Em 1993, nesta Cidade de Porto Velho, foi lançada a pedra fundamental do Santuário de Nossa Senhora de Nazaré, bem próximo à Capela, por ocasião da passagem da imagem de Nossa Senhora de Nazaré da Basílica de Belém do Pará, quando da peregrinação em todas as capitais do Brasil, em comemoração aos duzentos anos de Círio.

Em 1996, os organizadores resolveram não mais fazer carreata e a Procissão do Círio saiu da Igreja de Santa Luzia para a Capela de Nossa Senhora de Nazaré. 

De 1997 a 1999 a Procissão do Círio saiu da Igreja Menino Jesus, para a Capela de Nossa Senhora de Nazaré.

Em 2000, saiu da Igreja Menino Jesus para o ainda não concluído Santuário de Nossa Senhora de Nazaré. Os devotos sugeriram um percurso mais central, em virtude da procissão estar muito escondida e nesse ano as ruas estavam muito alagadas.

Em 2001, primeiro do milênio, o Círio saiu da Igreja de Nossa Senhora das Graças, situada na Avenida Nações Unidas nº 605, seguindo pela Avenida Jorge Teixeira, Trevo do Roque, Rua da Beira, Avenida Jatuarana, Rua Anari, Rua Pau Ferro até o Santuário de Nossa Senhora de Nazaré. Os devotos ficaram muito contentes com o trajeto, por ser mais próximo do Centro da Cidade e solicitaram que a programação voltasse a incluir a Catedral do Sagrado Coração de Jesus, onde, durante muitos anos foi o local dessa festividade.

De 2002 a 2009 foi realizada a transladação, na véspera do Cirio, saindo da Catedral do Sagrado Coração de Jesus, à Rua Dom Pedro II, às 19 horas, para a Igreja de Nossa Senhora das Graças e de lá, no domingo, às 7 horas, a procissão do Círio de Nossa Senhora de Nazaré, para o Santuário.

Neste ano de 2010, a partir do dia 1 de outubro, a imagem estará peregrinando por todas as comunidades da Paróquia de Nossa Senhora de Nazaré, que foi instalada em 21 de fevereiro do ano em curso, por Dom Moacir Grechi, e, no dia 9 de outubro, pela manhã será conduzida à Catedral do Sagrado Coração de Jesus, para ser colocada em sua ornamentada berlinda, de onde seguirá em procissão, no domingo, dia 10 de outubro, às sete horas, para seu Santuário, onde acontecerá a celebração litúrgica e em seguida o grande arraial, com bebidas e comidas típicas de nossa região.

 


Começamos enviando condolências à família do amigo Edilson Soares pelo falecimento do seu filho, José Ledilson Soares Xavier popularmente conhecido no meio radiofônico como Jotinha e Jota Xavier.

*******

Jotinha juntamente com sua esposa Valdirene Moura foi vítima de acidente de trânsito na Rodovia RO-010 entre Rolim de Moura e Pimenta Bueno.

*******

Éramos amigos assim como somos amigo de seu pai Edilson Soares o governador da Zona da Mata. Aos familiares do Jotinha e Valdirene nossas condolências.

*******

Passado o período das eleições gerais, vamos tratar de colocar em dia a agenda das nossas escolas de samba.

******

Por exemplo, a escola de samba Acadêmicos do São João Batista vai cantar no carnaval de 2.011 um samba enredo que fala sobre o Mundo Infantil. Já ouvi parte do samba e está dos melhores.

******

A escola de samba Os Diplomatas vai mostrar na avenida no próximo carnaval um enredo falando de “Prazeres”. O refrão do samba do Carlinhos Maracanã em parceria com o Wilson Harmonia um compositor do Rio de Janeiro, dizem, está muito bom!

******

A escola de samba Asfaltão mais uma vez vai apostar numa história pesquisada pelo Oscar Knight. Os compositores já podem solicitar a sinopse com o tema ligando para o presidente Reginaldo Makumba 9903-3230. No Asfaltão só pode participar do concurso de samba enredo que faz parte da ala de compositor da escola.

******

A escola de samba Acadêmicos do Armário Grande vai contar um sonho do historiador Marcos Teixeira.

******

Fico devendo apenas noticias sobre as escolas de samba Unidos da Rádio Farol e Império do Samba

Agora, precisamos saber o que a atual diretoria da Fesec anda fazendo em prol dos desfiles das nossas escolas de samba.

******

Sabe-se que a última investida do presidente da entidade, foi coordenando a “Para Gay” da Zona Leste.

******

Pelas escolas de samba mesmo, até agora não sabemos o que ele já fez.

******

Vamos trabalhar Ariel!

******

Por falar em trabalho no próximo dia 4 de novembro a escola de samba Os Diplomatas completa 52 anos de existência.

******

Aproveitando essa balada, os fundadores Cabeleira e Bainha vão realizar uma grande festa para festejar seus 52 anos de samba em Porto Velho.

*******

Tudo indica que os festejos dos dois mais antigos sambistas de Porto Velho, vai acontecer no Mercado Cultural.

******

Se eu fosse, da Fundação Iaripuna chamaria os dois sambistas e proporia que o festejo fizesse parte da programação cultural da Fundação e em conseqüência da prefeitura.

******

Quem tem mais tempo para produzir um espetáculo dessa envergadura é a vice presidente da entidade professora Berenice.

******

Outro show que já está sendo elaborado é o que vai comemorar os 50 anos da primeira composição desse amigo de vocês também conhecido como Silvio Santos.

******

O nome do espetáculo é “Silvio Santos – 50 anos de Música”.

******

De antemão esse show está marcado para acontecer no dia 2 de dezembro, dia do Samba.

*******

Quer nos ajudar apoiando culturalmente nosso show, liga para 9972-6624 ou 8115-7845.

******

A partir das 14h00 de hoje a cultura faz morada na Escola Estadual de Ensino Fundamental Duque de Caxias com o Projeto Momento Literário, só que as atividades vão acontecer no teatro Um do SESC Esplanada.

*******

“Precisamos entender que a escola de samba não funciona apenas no período do carnaval. Ela gera empregos, desenvolve sistemas, estimula a criatividade, consequentemente, exige um grau de gerenciamento e estruturação. O espetáculo que vemos durante os desfiles, é o resultado de muito trabalho, competência e estruturação”
 

TEATRO

Raízes do Porto no
Festival do Amazonas


Tira a canga é um texto de Marcos Freitas, que se passa em uma cidadezinha do interior

Entre os dias 08 até 17 de outubro, acontece em Manaus o Festival de Teatro do Amazonas, que reúne o que de melhor se produz nas artes cênicas na região norte. E mais uma vez, o grupo Raízes do Porto foi selecionado para participar da mostra competitiva, agora com ‘Tira a Canga do Boi’, espetáculo que comemora os 18 anos do grupo e que foi contemplado com o Prêmio Funarte Artes Cênicas na Rua 2009.

“Tira a canga” é um texto de Marcos Freitas, que se passa em uma cidadezinha do interior, onde os moradores são personagens típicos de um Bumba-meu-boi: Mateus, Bastião, Capitão, Catirina, etc. Em tempos de eleição, o Capitão se reúne com Mateus e Bastião para programar a campanha para reeleger o Deputado Dr. Vitalício, comprando o voto do povo. Enquanto Mateus faz tudo o que o Capitão pede, inclusive furtar uma Ema pertencente à Dona Joana para “dar de comer” ao povo no dia da eleição, Bastião, juntamente com sua amada Catirina, descobre onde o Capitão guarda o dinheiro para a compra dos votos e, após a visita do Deputado e um fervoroso comício, consegue falar para a população do plano do Deputado, e decidem juntos aprontar uma para o Capitão. Entre as presepadas e as divertidas situações, o boi aparece em cada jornada e, representando a esperança do povo, transforma a brincadeira de rua numa grande festa, sempre com a participação de todos os presentes: brincantes e público.

No elenco, 11 atores que dão vida aos personagens: Alexandre Lemos, Arlete Vrena, Emilli Sousa, Ery Oliveira, Geovani Berno, Juraci Júnior, Kenny Frazão, Odicléia Pereira, Odinaldo Silva, Osias Cardoso e Suely Rodrigues (também responsável pela direção geral do espetáculo), adereços de Ismael Barreto, programação visual de Vicente Carvalho Junior. Participação Especial Tino Alves (músico). Fotos Michele Saraiva. Conta com o patrocínio da Petrobrás, uma produção do grupo Raízes do Porto e tem o apoio da Clínica Odontológica Moderna -Cliom, Speed Pizza, Sated Rondônia.

O Festival de teatro da Amazônia é um festival já tradicional na Amazônia que reúne, na cidade de Manaus, o que de melhor se produz nas artes cênicas da região. Com esta 7ª edição, o Raízes do Porto contará com sua 5ª participação no festival: (‘Eu, vocês e eles’, ‘Minhoca na cabeça’, ‘Avoar’, ‘Frei Molambo’, espetáculo que recebeu os prêmios de Melhor ator (Juraci Junior), melhor texto (Lourdes Ramalho) e mais cinco indicações para as categorias de melhor iluminação, figurino, cenário, direção e espetáculo; e neste ano com ‘Tira a Canga do Boi’.

 

Siga o Gentedeopinião no Gente de Opinião



 Fonte: Sílvio Santos - zekatracasantos@gmail.com  
 
Gentedeopinião   /  AMAZÔNIAS   /  RondôniaINCA   /   OpiniaoTV
 Energia & Meio Ambiente   /   YouTube  / Turismo   /  Imagens da História

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Silvio Santos

Palco Giratório apresenta  Teatro dos Imaginários + Aberto o edital  para seleção de bandas que se apresentarão no aniversário de Porto Velho

Palco Giratório apresenta Teatro dos Imaginários + Aberto o edital para seleção de bandas que se apresentarão no aniversário de Porto Velho

Lenha na FogueiraConforme prometido na coluna de ontem, voltamos a nos reportar sobre o documentário “Caçambada Cutuba”, que de início, tinha como obj

Lenha na Fogueira + Setur apresenta projetos aos empresário no CPA + Aniversário de Porto Velho comemorado em dose dupla

Lenha na Fogueira + Setur apresenta projetos aos empresário no CPA + Aniversário de Porto Velho comemorado em dose dupla

Lenha na Fogueira Final de semana de muitas festas! Algumas de pura alegria como foi o caso do festejo dos 80 anos, do Magnifico Mestre Sala Cabeleira

Eric M. de Champeaux de La Boulaye - As empresas de cassiterita em Rondônia – Uma história a ser contada

Eric M. de Champeaux de La Boulaye - As empresas de cassiterita em Rondônia – Uma história a ser contada

Na última quinta feira dia 12, encontramos o seu Eric Champeaux na festa de aniversário de 26 anos jornal Diário da Amazônia, na qual ele foi um dos h

Projeto Samba Autoral no  Bar Calixto neste sábado + Adeus ao Senador Odacir Soares

Projeto Samba Autoral no Bar Calixto neste sábado + Adeus ao Senador Odacir Soares

Lenha na Fogueira Rondônia perdeu um de seus políticos mais influentes em Brasília. Odacir Soares que faleceu na última quinta feira 12 após luta ferr