Porto Velho (RO) quinta-feira, 21 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Silvio Santos

Temos teatro!


 Temos teatro!  - Gente de Opinião

A programação de inauguração do Teatro Palácio das Artes Rondônia apresenta na noite desta sexta feira, espetáculo com a Cisne Negro Cia de Dança de São Paulo. Os ingressos começam a ser distribuídos a partir das 19h00, e o show está marcado para as 20h00. “Os ingressos serão distribuídos nas bilheterias do teatro”, informa Eluane Martins.

Considerada uma das melhores companhias contemporâneas do país, dentro da filosofia da Cisne Negro encontram-se a originalidade, a tradição e a preocupação de formar novas platéias, buscando públicos capazes de apreciar a inovação e a beleza.

A companhia nasceu de uma circunstância especial: sua diretora artística, Hulda Bittencourt, juntou as alunas do já famoso Estúdio de Ballet Cisne Negro com alguns atletas da Faculdade de Educação Física da Universidade de São Paulo (USP).

A aproximação desses dois universos deu ao grupo sua principal característica: uma dança espontânea, energética, viril e de grande qualidade técnica e artística. Uma dança laureada por diversos prêmios.

Os trabalhos da companhia inserem-se dentro do panorama contemporâneo da dança ocidental, e conseqüentemente, desde o início, a companhia trabalha com coreógrafos inovadores e jovens.

Os trabalhos da Cisne Negro foram apresentados nas principais cidades do Brasil e, na Inglaterra, Estados Unidos, Canadá, Espanha, Uruguai, Paraguai, Argentina, Alemanha, Moçambique, África do Sul, Chile e Tailândia, o grupo exibiu-se como um modelo de trabalho dentro da dança brasileira, um trabalho construído com profissionalismo e paixão.


Lenha na Fogueira
 

Temos teatro!  - Gente de Opinião

Temos teatro! Independente da insatisfação de integrantes de alguns grupos de teatro de Porto Velho, que não concordaram com a programação da inauguração. Mais fotos AQUI.

Temos teatro!  - Gente de Opinião
 

********

Porto Velho desde ontem, deixou de ser a única capital brasileira que não tinha um teatro de verdade. Graças à sensibilidade do atual governo, após 17 anos de espera e muito disse-me-disse, a capital do estado de Rondônia ganhou sua casa de espetáculo.

Temos teatro!  - Gente de Opinião

********

O que é melhor! O teatro Palácio das Artes surge como o mais moderno da região Norte e o que mais poltronas comporta. Maior até que o famoso teatro Amazonas de Manaus e o teatro da Paz de Belém.

********

Em tecnologia nenhum se compara com o nosso, é tudo moderno segundo o responsável pela programação do teatro. É tudo de primeira.

Temos teatro!  - Gente de Opinião
 

********

A turma de artista que programou manifestação de protesto para as 18h00 de ontem (não sei se aconteceu), tinha como objetivo, dizer aos responsáveis pela programação de inauguração, que não estavam satisfeito. “Não somos contra a apresentação do Grupo O Imaginário, apenas queríamos também participar da festa de inauguração que vai até domingo”, disse Suely Rodrigues do grupo Raízes do Porto. “Quem não gostaria de ver seu grupo acrescentar no currículo a apresentação na inauguração de um teatro, ainda mais quando se trata de uma casa como o Palácio das Artes Rondônia”, completou a atriz.

Temos teatro!  - Gente de Opinião
 

********

Na realidade, apesar da boa vontade, o responsável pela programação de inauguração pisou na bola. O Teatro Palácio das Artes na programação de inauguração tem apenas uma peça teatral “Mulheres do Aluá” do Grupo O Imaginário de Porto Velho.

*******

Nos demais dias, teremos um grupo de dança de São Paulo, uma orquestra de Câmara do estado do amazonas e a Orquestra Villa Lobos de Porto Velho.

********

Não custava nada convidar grupos de teatro de Porto Velho que têm peças prontas para ser encenadas e colocar na programação. “Queríamos apenas participar da inauguração. Não queríamos cachê”.

********

Na realidade, a inauguração do teatro era pra ser com os show da bailarina Ana Botafogo e da Pianista Linda Bustani que para quem não sabe, é rondoniense de nascimento, filha do Dr. Mauricio Bustani que clinicou em Porto Velho por muitos anos.

Temos teatro!  - Gente de Opinião
 

********

Como a data da inauguração foi adiada várias vezes, a agenda das duas artistas brasileiras e rondoniense não tinha espaço para os dias 25, 26, 27 e 28 de setembro. Quer dizer, perdemos de ver a pianista que nasceu em Rondônia e hoje é estrela mundial, tocando na inauguração do Palácio das Artes Rondônia.

********

Com a impossibilidade da apresentação da Ana Botafogo e da Linda Bustani e talvez pensando que nossos grupos cobrariam cachês muito alto para se apresentar na inauguração do teatro, optaram em trazer grupo de fora que se ofereceram praticamente sem custo para o governo.

*******

A única despesa que está saindo por conta do governo estadual é do grupo Cisne Negro e não chega a R$ 20 Mil entre passagens e hospedagem mais cachê.

********

A Orquestra de Câmara de Manaus vem por contra do Programa Música na Estrada patrocinado pelo MinC.

********

A Villa Lobos toca sem cachê. Foi tudo na base da cooperação, inclusive a peça “Mulheres do Aluá”.

********

Grupos como Raízes do Porto, Bizarrus e tantos outros, com certeza também não estavam pensando em cobrar cachê para se apresentar na festa de inauguração.

********

Sei que os grupos de Rondônia passam a se apresentar a partir da próxima semana, mas, eles queriam mesmo era participar da inauguração. Os responsáveis pela programação sem querer querendo “pisaram na bola” e “escorregaram na maionese”.

Gente de Opinião



 


Vale-Cultura será lançado hoje em Rondônia

Nesta sexta-feira (26), será a vez do estado de Rondônia receber o evento de lançamento do Programa Vale Cultura, do Ministério da Cultura, dando continuidade à campanha de mobilização, que, na Região Norte, teve início, em 2013.

O evento tem como objetivo a apresentação do Programa, visando aumentar o número de adesões e conscientizar o empregado e os fazedores de cultura locais da importância do acesso à cultura por parte dos trabalhadores.

Estarão presentes o Chefe da Representação Regional Norte, Delson Cruz, a servidora Neyla Morais, Coordenadora do Escritório de Rio Branco (AC), a Secretária Estadual de Esportes Cultura e Lazer, Eluane Martins e representantes do Sistema Estadual de Cultura. O encontro será realizado no então recém-inaugurado Teatro das Artes Palácio das Artes.

Já no dia de ontem 25, Delson Cruz e Neyla Morais participaram de um encontro com os Sindicatos e Centrais Sindicais, para debater sobre o lançamento do programa e montar estratégias de implementação do mesmo através da negociação coletiva dos trabalhadores. Já no dia de hoje 26, pela manhã, os servidores têm agenda com a Associação Comercial e Federação das Indústrias de Porto Velho, para tratar do fomento à adesão do empresariado ao Vale-Cultura.

Lançado após a promulgação da Lei 12.761, em 2012, o Programa prevê o uso de um cartão magnético que dá, ao trabalhador, o direito a sacar um valor até R$ 50,00 para comprar CDs, DVs, ir ao cinema, museus, espetáculos, shows, circo ou mesmo na compra de livros, revistas e jornais. O Vale também poderá ser usado para pagar a mensalidade de cursos de artes, audiovisual, dança circo, fotografia, música, literatura ou teatro. Vale acrescentar que o crédito é cumulativo e não tem validade.

O benefício poderá ser oferecido pelas empresas com personalidade jurídica que possuem vínculo empregatício formal com seus funcionários, ou seja, rígido pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e que fizeram a adesão ao Programa Cultura do Trabalhador junto ao Ministério da Cultura. Em contrapartida, as empresas serão isentas dos encargos sociais e trabalhistas sobre o valor do benefício concedido, e ainda, a empresa de lucro real poderá abater a despesa no imposto de renda em até 1% do imposto devido.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Silvio Santos

Histórias  da cidade onde nasci e vivo - O alambrado da rua Divisória - TRE-RO realiza exposição  Mulher em Evidência

Histórias da cidade onde nasci e vivo - O alambrado da rua Divisória - TRE-RO realiza exposição Mulher em Evidência

Lenha na FogueiraEstamos chegando ao período dos ensaios dos grupos de danças folclóricas. Aliás, os grupos de dança de quadrilha junina já estão ensa

Lenha na Fogueia: Inscrições para artesãos na Rondônia Rural Show - Boto Rock 2019 terá três palcos e 36 bandas participantes

Lenha na Fogueia: Inscrições para artesãos na Rondônia Rural Show - Boto Rock 2019 terá três palcos e 36 bandas participantes

Lenha na FogueiraAntes da reforma da previdência, cuja aprovação vai garantir no futuro, a aposentadoria de muita gente. Seria melhor dizer, a aposent

Lenha na Fogueira: Sesi Vilhena fica entre  os melhores em Robótica

Lenha na Fogueira: Sesi Vilhena fica entre os melhores em Robótica

Lenha na FogueiraO Movimento Cultural de Porto Velho (Rômulo Pacífico) e o Conselho Municipal de Cultura (Reginaldo Makumbinha) protocolou na última s

Orismar Garcia Alves: Histórias do Teixeirinha – O seringueiro que produziu mais 30 mil toneladas de borracha

Orismar Garcia Alves: Histórias do Teixeirinha – O seringueiro que produziu mais 30 mil toneladas de borracha

"Vim fugido da casa do meu pai porque ele era muito perverso, se a gente desobedecesse a peia comia. Quando estava com 8 anos de idade as punições fic