Porto Velho (RO) domingo, 9 de agosto de 2020
×
Gente de Opinião

Silvio Santos

Relíquia da Madeira Mamoré é a mais nova atração turística do Memorial Rondon + Lenha na Fogueira e o fogo cruzado dos políticos


Relíquia da Madeira Mamoré é a mais nova  atração turística do Memorial Rondon + Lenha na Fogueira e o fogo cruzado dos políticos - Gente de Opinião

Lenha na Fogueira

 

Em meio ao fogo cruzado, provocado por autoridades constituídas do estado de Rondônia, que envolve senador, governador e prefeito.

***********

O povo vai escapando, graças a vontade de Deus, ao burlar a “Quarentena Restritiva” forçada a entrar em vigor, mas, que está longe de ser cumprida.

***********

Basta dar uma passada pelas ruas da Zona Sul e Zona Leste, tipo Jatuarana e Amador dos Reis para ver, que o povo não estar nem a aí para a Covid 19. Dá a impressão que Porto Velho não tem nenhum caso de coronavírus.

************

Ora meus amigos, se aqueles que deveriam dar o exemplo, abraçando a causa com responsabilidade, passaram a disputar descaradamente os benefícios políticos que a Pandemia pode lhes causar.

*********

Aí fica o dito pelo não dito. Tá igualzinho a letra do samba que diz: “Você finge que me ama e eu finjo que acredito”. Quer dizer, estamos no mato sem cachorro.

**********

Mesmo assim, alguma coisa boa está acontecendo, exemplo: A equipe da Setur comandada pelo superintendente Gilvan Pereira não para um segundo de trabalhar em prol do turismo em Rondônia.

**********

Semana passada entregaram a ordem de serviço que autoriza a recuperação da Casa de Rondon em Vilhena.

**********

Agora, após alguns adiamentos, em virtude do mal tempo, conseguiram trasladar a Locomotiva nº 6 do pátio do Complexo da Madeira Mamoré, para o Complexo Turístico Memorial Rondon na antiga Vila de Santo Antônio.

*********

Agora a Setur vai trabalhar na restauração da relíquia histórica.

*********

Vi em alguma matéria jornalística, que a Locomotiva nº 6 chegou a Porto Velho em 1907 e trafegou apenas até o ano 1909 e jamais passou de Jaci Paraná.

*********

Outro dado que tenho cá minhas dúvidas se é verdadeiro: Diz a matéria que a Máquina 6 queimava carvão e não lenha. Não lembro de nenhuma locomotiva da Madeira Mamoré que funcionasse a base de carvão. Gostaria que os historiadores de plantão me corrigisse, se eu estiver errado.

**********

O certo é que a antiga sucata, está num pedestal construído exclusivamente para ela, ao lado do Memorial Rondon e assim que a Pandemia acabar, será mais uma atração turística do complexo. Valeu gente boa da SETUR!

*********

Outro fato que aconteceu domingo passado e posso colocar no rol das coisas positivas. Foi a conferência sobre o Arraial Flor do Maracujá, coordenado pela equipe do Conexão Rondônia que tem a frente o Fabiano Barros.

**********

A conferencia contou com a participação da professora Nazaré Silva a criadora do Arraial Flor do Maracujá; a queridíssima Bebel pós-graduada em Direito Cultural; Welida Sodré a mulher que comanda o Artesanato no estado de Rondônia; Professor doutor Marco Antônio Teixeira; O presidente da Federon Fernando Rocha; o ex secretário de Cultura Rodinei Paz (futuro prefeito de Rolim de Moura), vereador Valdemar Neto e enchendo o saco, este colunista.

*********

Na realidade, o que muita gente pensava que seria uma discussão ferrenha, entre os participantes, não passou de uma aula de cultura, sobre o Flor do Maracujá e sobre o Artesanato em Rondônia.

**********

Muitos que pensavam que os participantes iriam se ater sobre a discussão de recursos para os grupos folclóricos, quebraram a cara. Nenhum dos integrantes individualizou o assunto. Tudo que foi colocada na mesa, tinha como objetivo, chamar a atenção para o futuro do evento e em consequência, com certeza, beneficiará financeiramente os grupos folclóricos do nosso estado.

*********

É como se diz nos dias atuais, foi uma discussão ‘CABEÇA’.

**********

Em nome dos colegas folcloristas, agradeço ao Fabiano Barros pela iniciativa.


Relíquia da Madeira Mamoré é a mais nova  atração turística do Memorial Rondon + Lenha na Fogueira e o fogo cruzado dos políticos - Gente de Opinião

Relíquia da Madeira Mamoré é a mais nova atração turística do Memorial Rondon

 

No último dia 4 de julho, a Estrada de Ferro Madeira Mamoré completou 113 anos do início de sua construção.

Exatamente no dia 4 de julho de 1907, cumprindo uma tradição dos Estados Unidos de que, no dia de sua Independência o Independence Day as empresas americanas, que estivessem atuando em território estrangeiro, deveriam, no caso de construção de Ferrovias, dar início às obras, pregando simbolicamente um PREGO DE PRATA no assentamento do primeiro trilho, o que, segundo alguns pesquisadores da história da construção da ferrovia Madeira Mamoré, aconteceu em Porto Velho, no dia 4 de julho de 1907.

“A partir desta data, lembra o historiador Francisco Matias, o acampamento da May & Jeckill daria lugar ao povoado denominado Porto Velho do Rio Madeira, ou, Porto Velho de Santo Antônio ou, simplesmente, Porto Velho. Seja como for, o povoado nasceu com as feições norte-americanas, com placas indicativas em inglês, onde se falavam vários idiomas, mas sobressaia-se o inglês como língua oficial”.

Passados exatos 113 anos, sábado passado, dia 4 de julho de 2020, talvez sem se dar conta, de que aquela era uma data histórica, a Superintendência de Turismo do Estado de Rondônia – SETUR promoveu o traslado da locomotiva Baldwin nº 6, do Complexo da Madeira Mamoré, para o Complexo Turístico Memorial Rondon que fica na antiga Vila de Santo Antônio. “O Memorial é o produto turístico com maior número de visitantes registrados no Estado” lembra o Superintendente da Setur Gilvan Pereira Júnior.

Relíquia da Madeira Mamoré é a mais nova  atração turística do Memorial Rondon + Lenha na Fogueira e o fogo cruzado dos políticos - Gente de Opinião

AMPLIAÇÃO DO MEMORIAL

O Projeto Ampliação Memorial Rondon, desenvolvido pela SETUR, teve início em 2019 e entre outras melhorias, incluía em uma de suas ações, a transferência da Locomotiva para o Memorial.

Após diversas tratativas frustradas em busca de emendas parlamentares, em meados de março, foi dado início às tratativas com a Santo Antônio Energia, também responsável pela revitalização da Estrada de Ferro Madeira Mamoré e fundamental para a concretização desta etapa do projeto.

Tal feito só foi possível através de contrato feito pela Santo Antônio Energia com a empresa JJ Construções, responsável pela execução do serviço. A operação aconteceria na sexta-feira 03, mas teve que ser adiada devido à chuva.

O projeto de restauração contará com parcerias e a supervisão do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN e Ministério Público. “Recuperada, a locomotiva poderá ser vista pelo público local e por turistas brasileiros e estrangeiros”, disse Gilvan.

Relíquia da Madeira Mamoré é a mais nova  atração turística do Memorial Rondon + Lenha na Fogueira e o fogo cruzado dos políticos - Gente de Opinião

AGRADECIMENTOS

Em paralelo, destacamos a importância do DER que, em tempo recorde, elaborou o projeto, preparou a base que receberia a locomotiva no Memorial Rondon, com aprovação do IPHAN, e realizou serviços de terraplanagem na estrada para que não houvessem danos no momento da transferência da locomotiva.

Ressaltamos que todos os projetos e ações foram submetidos a aprovação do IPHAN, que não apenas aprovou, como também se fez presente em todos os procedimentos.

Também se fez necessária a autorização da FUNCULTURAL para a retirada da Locomotiva, assim como emissão de declaração autorizativa para contratação de seguro para o deslocamento.

Neste ponto, agradecemos a participação do Vereador Aleks Palitot, responsável pelas articulações com empresários para o levantamento do montante necessário para a contratação de seguro para o deslocamento da locomotiva. Agradecemos também a administração da Associação dos Ferroviários que autorizou e acompanhou de perto todas as etapas de execução desta parte do projeto. Destacamos também a colaboração da ENERGISA, que deu suporte durante todo o procedimento, acompanhou a locomotiva no trajeto da EFMM até o Memorial Rondon e fez todos os procedimentos necessários para que tudo ocorresse com segurança e sem incidentes.

O superintendente da Setur, fez questão de destacar e agradecer a equipe da Setur responsável pela ação, que culminou com o traslado da Locomotiva nº 6 para o Memorial Rondon. “Quero dizer que tenho orgulho de contar com uma equipe tão dedicada como essa da Setur, obrigado a todos”, finalizou Gilvan Pereira. 

Relíquia da Madeira Mamoré é a mais nova  atração turística do Memorial Rondon + Lenha na Fogueira e o fogo cruzado dos políticos - Gente de Opinião

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Silvio Santos

Lenha na Fogueira e o VI Festival Unir Arte e Cultura

Lenha na Fogueira e o VI Festival Unir Arte e Cultura

Lenha na Fogueira Começa neste sábado 8 de agosto, o VI Festival Unir Arte e Cultura.**********A abertura oficial será as 18 horas (Rondônia) com a pr

Lenha na Fogueira com a pergunta: cultura e política partidária combinam ou não? + O dia dos Pais

Lenha na Fogueira com a pergunta: cultura e política partidária combinam ou não? + O dia dos Pais

Lenha na Fogueira Cultura e política partidária combinam ou não? **********É claro que combinam! E mais, é necessário que os envolvidos com os segment

Lenha na Fogueira com a Lei Aldir Blanc  e a "A Mensageira das Violetas", da poetisa Florbela Espanca

Lenha na Fogueira com a Lei Aldir Blanc e a "A Mensageira das Violetas", da poetisa Florbela Espanca

Lenha na Fogueira LEI ALDIR BLANC***********31.155.659,00 (Trinta e Um Milhão, Cento e Cinquenta e Cinco Mil e Seiscentos e Cinquenta e Nove Reais).**

Lenha na Fogueira com Hildon Chaves que poderá não ser candidato a reeleição nessas eleições 2020

Lenha na Fogueira com Hildon Chaves que poderá não ser candidato a reeleição nessas eleições 2020

Lenha na Fogueira HILDON  CHAVES NÃO SERÁ CANDIDATO A REELEIÇÃO EM 2020.**********A cúpula do PSDB municipal e até a estadual, não sabe mais o que faz