Porto Velho (RO) domingo, 27 de maio de 2018
×
Gente de Opinião

Silvio Santos

O resgate do carnaval popular pelos bairros da cidade de Porto Velho e de graça - Por Zekatraca


  Gente de Opinião

Lenha na Fogueira

A prefeitura de Porto Velho depois de alguns anos, trás de volta o Carná-Leste. A brincadeira que concentra os foliões da Zona Leste que este ano, vai sair da praça do CÉU levando os blocos daquela área da cidade.

********

Um dos blocos que também volta a desfilar na tarde desta terça, é o Bloco do Reggae comandado pelo Zeca Pedra.

********

A escola de samba Acadêmicos da Zona Leste também vai prestigiar a programação da prefeitura de Porto Velho apresentando seu samba enredo durante a realização do Carná Leste.

********

Não tem como não elogiar a iniciativa da Funcultural na pessoa do Ocampo Fernandes pelo resgate de uma tradição, que por força da desorganização de gestões anteriores deixou de acontecer. O Carná Leste é um evento que nasceu dentro da Fundação Cultural do município de Porto Velho à época da chamada Fundação Iaripuna.

********Gente de Opinião

Hoje o folião da Zona Leste vai ter até uma Banda composta por músicos de ponta comandados pelo maestro Alkbal Sodré tocando marchinha, frevos e sambas para todo mundo brincar carnaval sem pagar nada ou ter que comprar abadá ou outra fantasia.

********

Só esperamos que algum órgão da segurança, queira dar uma de coordenador do carnaval de rua de Porto Velho. O carnaval de rua de qualquer lugar é de responsabilidade da prefeitura.

********

A Polícia Militar tem apenas que ficar atenta para evitar que os vândalos pratiquem algumas coisas impróprias e não querer impedir a realização do evento, exigindo Alvará e outros documentos, como aconteceu no carnaval do Bloco Canto da Coruja quando um oficial queria porque queria, que a direção do bloco, apresentasse o documento autorizando a interdição do espaço aonde a festa estava acontecendo, quando essa liberação já havia sido dada para o bloco Us Dy Phora que esteva concentrado na mesma rua do Coruja. É preciso que cada um cuide da sua área. O certo era o oficial militar ter consultado a equipe da prefeitura inclusive a da Funcultural que estava presente com seu presidente Antônio Ocampo, para saber sobre se a documentação do bloco Canto da Coruja que estava em dia.

********

Houve protestos quando a polícia mandou parar o som e a folia segura do Canto da Coruja e depois de muita conversa e autorização de superior, liberaram a festa.

********

Foi um caso isolado que precisa ser evitado. Essas atitudes desgastam a Polícia Militar que está realizando um ótimo trabalho, neste carnaval

*********

O comandante que estava responsável pela segurança da Banda do Vai Quem Quer agiu como um verdadeiro gentleman. Quando deu a hora solicitada pela direção para a Banda parar, ele simplesmente chegou com a coordenação do bloco e educadamente falou: “Será que já devo solicitar o encerramento do desfile?”. Poxa vida que atitude louvável. Obrigado comandante pelo respeito para com o folião. Siça imediatamente autorizou que a Banda da Banda parasse de tocar. Muito diferente do comandante do ano passado.

********

Gente de Opinião

Por falar nisso, o Baile Infantil que a prefeitura promoveu no Mercado Cultural foi sucesso. Milhares de foliões brincaram carnaval junto com a gurizada.

********

Aí aconteceu outra falta de respeito para com a nossa população. Não sei qual o combinado, mas, a equipe da Eletrobrás chegou lá e “ordenou” a paralisação imediata da festa, assim que deu a hora solicitada pela Funcultural. Os caras estavam lá com uma equipe pronta para desligar a energia.

********

Que história é essa, em Porto Velho o carnaval tem hora pra acabar e essa hora ou é determinada pela Companhia de Eletricidade ou pela Segurança.

********

É preciso que se tome providências perante a maldita Lei 190 para que essas coisas parem de acontecer nos eventos culturais de nossa cidade capital.

Gente de Opinião

Desfile da Vai Quem Quer

e o carnaval de em PVH

Gente de Opinião

Gente de Opinião

Nem mesmo a torrencial chuva que desabou sobre Porto Velho no último sábado 10, e que passou momentos antes do início do desfile da Banda do Vai Quem Quer, fez com que o folião de Porto Velho deixasse de prestigiar a festa dos 38 anos do maior bloco de rua da região Norte.

Gente de Opinião

A direção do bloco estava apreensiva, pois no ano passado, a chuva atrasou a saída e prejudicou o desfile, este ano, São Pedro foi mais camarada, pois fechou as torneiras do céu, por volta das três horas da tarde e então como se fosse uma avalanche, o povo começou a chegar a concentração. A presidente Sicília Andrade – Siça (almoçamos juntos), a todo minuto preocupada dizia “Meu Deus passe essa chuva logo”, tudo indica que suas preces foram ouvidas, pois, logo o tempo ficou agradável e as 17 horas e trinta minutos, ela proclamou a famosa frase criada pelo seu pai Menelão: “Para tristeza de poucos e alegria de muitos, a Banda está na rua”. Foi um dos melhores desfiles. Quantos participaram? 50, 70, 100 Mil foliões não interessa, o que importa é que foi um desfile sem nenhum incidente.

Gente de Opinião

Demais Blocos

O resgate do carnaval popular pelos  bairros da cidade de Porto Velho e de graça - Por Zekatraca - Gente de Opinião

Sexta feira dia 9, quem desfilou foi o bloco Us Dy Phora considerado o bloco que mais coloca folião vestido com abadá.

Depois de alguns anos, o bloco Canto da Coruja voltou a reunir seus simpatizantes e fez um belo carnaval (parado), em frente a residência do seu fundador Cesinha. O carnaval do Coruja foi bastante elogiado pelos foliões.

Domingo dia 11, foi a vez do bloco que oferece o melhor Opem Bar o bloco Murupi que desfilou pelo circuito Caiari levando milhares de foliões.


O carnaval em Porto Velho segundo autoridades da segurança, foi tranquilo, pelo menos até os desfiles de domingo.

Gente de Opinião


PORTO VELHO

O resgate do carnaval popular pelos

bairros da cidade – de graças

O resgate do carnaval popular pelos  bairros da cidade de Porto Velho e de graça - Por Zekatraca - Gente de Opinião

Há muitos anos, o carnaval de rua Porto Velho não alcançava tanto sucesso como o deste ano de 2018.

Graças a decisão do presidente da Funcultural Antônio Ocampo Fernandes e sua equipe, em colocar bandas tocando músicas carnavalescas nas Zonas Sul, Norte, Leste e no Centro sem que o folião precisasse comprar abada ou camiseta para ter acesso à folia. Essa foi a grande sacada da prefeitura municipal. Lembramos os tempos do “Carnaval na Praça” e do “Carnaval do Povo” o primeiro patrocinado pela prefeitura e o segundo pelo governo do estado nos anos 1980/90 e meados dos anos 2000.

Desta feita a prefeitura mudou o estilo e levou o carnaval para os bairros, facilitando e muito, a participação do público. Entre esses eventos, os que mais se destacaram, foram os que aconteceram no Calçadão Manelão em frente ao Mercado Cultural, inclusive a festa especial para as crianças que aconteceu domingo passado 11.

As bandas contratadas para animar esses eventos, contaram com músicos da melhor qualidade que selecionaram as melhores marchinhas e sambas, nacionais e locais.

Nesta terça feira 13, a festa patrocinada pelo município vai acontecer na Zona Leste com a reativação do Carná Leste.


É de fazer chorar, quando o dia amanhece...

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Silvio Santos

A festa em comemoração aos 50 anos de matrimônio de Miguel e Nazaré Silva - Por Zekatraca

A festa em comemoração aos 50 anos de matrimônio de Miguel e Nazaré Silva - Por Zekatraca

Sexta feira dia 25, o casal Miguel Silva e Nazaré Figueredo da Silva renovou os votos matrimoniais, durante cerimônia litúrgica, que aconteceu na igre

Começa nesta 6ª feira, o XXI Arraial Flor de Cacto

Começa nesta 6ª feira, o XXI Arraial Flor de Cacto

Com a apresentação do grupo folclórico Quadrilha Junina “Coração Dourado”, a XXI edição do Arraial Flor de Cacto será aberta na noite desta sexta feir

Circuito Junino começa sexta  com Arraial Flor de Cacto

Circuito Junino começa sexta com Arraial Flor de Cacto

O Circuito Junino, promovido pela Prefeitura de Porto Velho, por intermédio da Fundação de Cultura, inicia nesta sexta-feira,25, com o Arraial Flor do