Porto Velho (RO) sexta-feira, 4 de dezembro de 2020
×
Gente de Opinião

Silvio Santos

Nelson Ned – Uma história de superação


Nelson Ned – Uma história de superação - Gente de Opinião
Num mercado pop em que a aparência muita vezes importa mais que o talento, Ned, com seu pouco mais de um metro de altura e o corpo fragilizado pela displasia espondiloepifisária, foi um dos maiores ídolos românticos do Brasil."Eu sou um milagre", costumava dizer o cantor.

Nenhum brasileiro cantou para tanta gente no exterior. Ned se apresentava em estádios – não teatros, estádios mesmo – na Colômbia, República Dominicana, Venezuela e no México. Foram duas vezes no Madison Square Garden e quatro no Carnegie Hall, em Nova York.

Quando o escritor colombiano Gabriel Garcia Márquez visitou o Brasil, em 1981, Chico Buarque perguntou: "Se sua literatura fosse música, que tipo de música seria?". "Um bolero cantado por Nelson Ned", afirmou o Nobel.

Nascido em Ubá (MG), em 1947, Ned teve seis irmãos normais. Desde pequeno, conviveu com o preconceito. Em tempos politicamente incorretos, até sua gravadora faturou em cima do "pequeno gigante": um de seus primeiros discos chamava "Um Show de 90 Centímetros". "Eu tinha mais de um metro, mas acharam que 90 centímetros chamaria mais atenção", disse o cantor.

Ned nunca foi aceito pela elite da MPB. Ronaldo Bôscoli o chamava de "anãozinho ridículo", o que o motivou a compor "Tamanho Não É Documento": "Sou pequeno, mas meu coração é grande/bem maior do que o seu".

Dizia que o preconceito do dia a dia o ajudava a encarar qualquer platéia: "Quem passou a vida toda sendo humilhado aprende a se defender. Quando canto eu me transformo, consigo ver o ar transformado em música. É uma sensação gloriosa". (Por André Barcinski)

O cantor Nelson Ned, 66, foi cremado na noite de domingo (5), no Cemitério Horto da Paz, em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo.


Lenha na Fogueira

De acordo com divulgação dos governos, estadual e municipal, o ano de 2014 começa pra valer, a partir de hoje.

*********

Hoje completa um mês que o Zezinho Maranhão foi brutalmente assassinado, por uma irresponsável que anda se fingindo de louca para escapar da prisão, depois que foi beneficiada por uma canetada mal dada!

********

Trinta dias sem o compositor de músicas belíssimas. Zezinho Maranhão jamais deixará de existir para àqueles que gostam de música de qualidade. Descansa em paz amigo e parceiro Zezinho Maranhão!

********

Voltando ao assunto, inicio do ano! Já na manhã de hoje (7), os dirigentes da Federação das Escolas de Samba de Rondônia – Fesec, vão se reunir com a presidente da Funcultural Jória Lima. Nessa reunião a pauta principal será o repasse que será efetuado pela prefeitura às entidades carnavalescas, que deverá ser investido na preparação de seus desfiles em março, quando a prefeitura vai realizar o “Carnaval do Centenário” de Porto Velho.Nelson Ned – Uma história de superação - Gente de Opinião

********

Depois do réveillon a turma ficou mais animada e acredita que a PGM não colocará nenhum empecilho na assinatura do convênio.

********

Os carnavalescos apostam que no mais tardar, até o dia 20 deste mês, a grana já esteja a disposição das agremiações carnavalescas.

*******

A turma está tão ressabiada, que até hoje nenhuma escola de samba, como medo de pegar calote, não programou ensaio.

********

As conversas de bastidores dão conta de que a emenda da deputada Epifânia Barbosa em prol das escolas de samba já foi empenhada, mas, como o governo estadual só volta a funcionar a partir de hoje, não temos  como afirmar que essa notícia é verdadeira. Tomara que seja!

********

Quanto à prefeitura de Porto Velho, a reunião que decidirá quanto realmente será disponibilizado para o carnaval, vai acontecer na manhã desta terça feira dia 07.

Nelson Ned – Uma história de superação - Gente de Opinião

*******

Tanto que vi com “esses olhos que a terra há de comer”, vários carnavalescos no dia 31 de dezembro passado, na beira do rio Madeira, tentando pular as famosas sete ondas. No caso do Madeirão, são Sete Banzeiros.

*******

A única escola de samba que já está com os figurinos prontos, é a “Acadêmicos da Zona Leste”. Sandro Sarará encomendou e já recebeu os figurinos direto do Rio de Janeiro.

********

Pai Beto presidente da Acadêmicos do São João Batista foi buscar inspiração no estado do Acre, onde a beira do rio Acre levou oferenda aos seus Orixás e retornou super confiante.

Nelson Ned – Uma história de superação - Gente de Opinião

********

O Armário Grande ofereceu almoço ao compositor Bainha e família, tentando garantir sua participação não só na composição do samba enredo, mas, como diretor de harmonia.

********

Isso quer dizer, que o Asfaltão pode não contar com a participação do Mestre Bainha em seu desfile deste ano. E o Bainha garante que leva com ele o Oscar e o Zé Baixinho.

********

Segundo o interprete de samba enredo Banana Split da São João Batista, o Hudson Mamede irá lhe ajudar a cantar o samba do Mávilo Melo, Valcir do Cavaco e do pai Beto, na passarela Edson Fróes

*******

Hudson Mamede foi o interprete do samba da Diplomatas no último carnaval, depois firmou contrato e vai cantar o samba da Acadêmicos da Zona Leste que é do grupo de acesso e por isso não o impede de cantar na SJB.

********

Edgley Queiroz e Júnior serão os interpretes da Diplomatas e segundo o Eufrásio está tudo em casa.

********

Enquanto o carnaval não chega, vou entrevistar a escritora Sandra Silva a única brasileira selecionada pela NASA para povoar o planeta Marte.


Nelson Ned – Uma história de superação - Gente de Opinião

MinC inaugura incubadora Brasil Criativo

A Incubadora Pará Criativo, primeira da Rede Incubadoras Brasil Criativo, será inaugurada em Belém, na sede do Instituto de Artes do Pará - IAP, no próximo dia 09/01, em cerimônia que contará com as presenças da ministra da Cultura, Marta Suplicy, do governador Simão Jatene, do prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, dentre outras autoridades e representantes da cena cultural paraense.

O programa, que conta com investimento de R$ 19,4 milhões, e que tem como princípios norteadores a diversidade cultural e a inclusão social, inaugurará, até junho de 2014, mais doze incubadoras de empreendimentos culturais nas capitais do Acre, Bahia, Ceará, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Paraná, Pernambuco e Distrito Federal.

Incubadoras são espaços de oferta de qualificação, disponibilização de infra-estrutura e geração de negócios para novos empreendimentos, contribuindo para a sobrevivência e crescimento destes durante os primeiros anos de atividades. Além disso, são espaços de convívio e interação multisetorial entre empreendedores criativos, compartilhamento de experiências e fortalecimento de redes e coletivos.

As Incubadoras Brasil Criativo ofertarão aos agentes culturais cursos e consultoria em inovação, empreendedorismo, planejamento estratégico, assessoria contábil, assessoria jurídica, de comunicação e marketing, e acompanhamento contínuo. Está prevista ainda a instalação de balcões de crédito, formalização, formação técnica, realização de cursos, e também uma área para trabalho colaborativo. As atividades serão desenvolvidas por equipes locais, em diálogo com as potencialidades criativas de cada região.

São parceiros do programa, dentre outras instituições, o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, Ministério da Educação, Ministério do Turismo, as secretarias estaduais e municipais de Cultura, secretarias de Desenvolvimento Econômico, APEX, SEBRAE, SENAC, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, e universidades.

Economia Criativa reúne em torno de vinte setores da nova economia – que são os que mais crescem e geram empregos no mundo, atualmente –, baseada num processo criativo e de inovação que agrega valor a produtos e serviços, gerando riqueza cultural e econômica. A Rede Incubadoras Brasil Criativo visa potencializar os empreendimentos nesses setores, posicionando a cultura como um dos principais eixos estratégicos de desenvolvimento do País.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Silvio Santos

Lenha na Fogueira com o Prêmio Grão de Música

Lenha na Fogueira com o Prêmio Grão de Música

Lenha na Fogueira Foi muito bacana a cerimônia de premiação do Prêmio “Grão de Música” que aconteceu, como se diz, “Na boca da noite” de ontem, dia 3

Lenha na Fogueira  com o Edital Aluízio Batista Guedes, com governo prejudicando os artista e a revitalização da EFMM

Lenha na Fogueira com o Edital Aluízio Batista Guedes, com governo prejudicando os artista e a revitalização da EFMM

Lenha na Fogueira A prefeitura municipal de Porto Velho por meio da Fundação Cultural – Funcultural publicou a relação final dos Projetos Habilitados

Lenha na Fogueira com a Lei Aldir Blanc e o Último Cabaré Ruante Virtual

Lenha na Fogueira com a Lei Aldir Blanc e o Último Cabaré Ruante Virtual

Lenha na Fogueira Rondônia pode ser o estado da Região Norte, responsável pelo maior índice de devolução dos recursos   da Lei Aldir Blanc.**********A

Lenha na Fogueira com a reeleição de Hildon Chaves e o Cineamazônia 17ª Edição

Lenha na Fogueira com a reeleição de Hildon Chaves e o Cineamazônia 17ª Edição

Lenha na Fogueira A fumacinha branca saiu pela chaminé da política, avisando que Porto Velho já tem prefeito para os próximos quatro anos.***********N