Porto Velho (RO) sexta-feira, 19 de abril de 2019
×
Gente de Opinião

Silvio Santos

Ministério da Cidadania investe em capacitação para o audiovisual - Fiero faz homenagem ao dia do jornalista


Ministério da Cidadania investe  em capacitação para o audiovisual - Fiero faz homenagem ao dia do jornalista - Gente de Opinião

Lenha na Fogueira 

 

 

Novela For do Maracujá tem mais um capitulo. Sexta-feira passada os dirigentes de grupos folclóricos se reuniram para deliberar sobre o encntro que tiveram com o superintendente da Sejucel, no teatro Guaporé no dia 02 deste mês.

 

*************

Na reunião da Federon foi gerado uma Ata na qual todos os grupos presentes, se comprometeram a apoiar a Federon sobre a Coordenação (gerenciamento) do Arraial.

 

*************

Acontece que a proposta da Sejucel é tirar a administração do Arraial da Federon e mais sem oferecer nada em troca, aos grupos folclóricos. Esse foi o ponto crucial. Inclusive impedidndo a Federon e qualquer outra entidade de comercializar os espaços para m ontagem de barracas, parque de diversão, patrocínio da cervejaria etc.

 

************

Estes espaços seriam cedidos a intuições filantrópicas. Vale salientar que o Custo da Montagem do Arraial superar os CEM MIL REAIS. Independente da Estrutura que o governo sempre colocou.

 

************

Ontem  segunda feira dia 08, a direção da Federon compareceu a sede da Sejucel e protocolou a ATA inclusive com Registro em Cartório e então o Superintendente convocou os mesmo para uma reunião, para discutir o teor da ATA.

 

***********

Essa reunião começou por volta das 10 horas e só terminou após as 13h30.

 

***********

Alguma coisa mudou sobre a participação da FEDRON, por exemplo a gerencia das apresentações dos grupos fica com a Federação, porém, o que ainda está pegando é sobre a cobrança dos espaços das barracas, estacionamento etc. É o gerenciamento do FINANCEIRO.

 

**********

Quer dizer, A Sejucel não apresentou solução financeira, para que os grupos se apresentem condigmente no Flor do Maracujá deste ano

 

************

Após saírem da Sejucel, os folclóricas continuaram a análise da proposta da Sejucel, já no Marcado Cultural.

 

***********

Até o fechamento dessa coluna por volta das 16h30, a reunião não havia sido encerrada.

 

************

A diretoria da Federon prometeu enviar nota oficial a respeito da decisão dos grupos.

 

************

Pergunta-se: O governo do estado vai se responsabilizar pela montagem das barracas, sem cobrar  um tostão das entidades filantrópicas.

 

************

Quem vai garantir a instalação de energia elétrica para as barracas, água, taxa de bombeiros, seguro de vida

 

************ 

Pelo que estamos vendo, só quem não terá recurso para se apresentar no Arraial são os grupo folclóricos. Quer dizer quem faz a festa, não tem direito a nada.

 

************

O que o amigo leitor pensa sobre tudo isso?

 

************ 

Já que estamos falando em Arraial. Vem o Flor de Cacto as inscrições estão abertas aos grupos que quiserem participar.

 

***********

A premiação no Flor de Cacto é razoável, R$ 15 MIL que serão rateados até o sétimo colocado. O responsável pelas inscrições é o Joãozinho Alves que está atendendo na sede da Federon no Parque dos Tanques.

 

*************

Quem está com boa programação também, é Junina Jucadiro. Dia 20 a Noite das Alianças com várias atrações, inclusive a Rainha do folclore do boi Caprichoso e o DJ Evaldo Gonçálves.

 

*********** 

Angella Schilling comunica - Estou dando início á uma NOVA ERA nas artes plásticas em Porto Velho. Oferecendo um curso de Xilogravura  CONTÍNUO através da ESCOLA DE ARTE TÉOS, no ATELIÊ de arte SÃO TIAGO MAIOR!!!


************** 

Uma boa oportunidade para quem quer aprender e se aprofundar à esta técnica, a mais democrática das artes visuais.

Usada  por grandes artistas de todas as épocas quando descobriram o forte poder de divulgação que esta proporcionava. 

 

************* 

Inscrições sempre abertas. Ao lado da Casa de Cultura e-mail: escoladearteteos@gmail.com fone: ( 69)  9 9312-1501 whats

 

 

 Fiero realiza café da manhã em homenagem ao dia do jornalista

Descontração, bate papo com profissionais da imprensa e sorteio de brindes marcaram o café da manhã realizado pelo Sistema Fiero, na manhã desta segunda-feira, 8, em homenagem ao dia do jornalista (7 de abril). O evento aconteceu no salão de convenções da Casa da Indústria, em Porto Velho, com a participação do presidente da Fiero, Marcelo Thomé, que deu às boas-vindas aos homenageados parabenizando-os como uma das mais importantes profissões, cuja data deve ser lembrada e comemorada.

O presidente da Fiero, Thomé ressaltou os jornalistas como o elo mais importante na aldeia global, onde todos querem saber de tudo. E logo, como determina a velocidade digital da informação nos dias atuais.

“Temos feito esta homenagem nos últimos anos e é uma honra e ao mesmo tempo um prazer reconhecer o trabalho do jornalista através desta celebração”, afirma Marcelo Thomé. “Não é possível coexistir regime democrático sem liberdade de imprensa e de expressão. São esses valores, exercidos com ética, transparência e imparcialidade, que possibilitam à sociedade brasileira tomar conhecimento de tudo que ocorre no Brasil e no Mundo, por mais que se tente escamotear a verdade”, exultou.

Thomé lembra que o país vive tempos estranhos em que a verdade tem sido deixada de lado, como uma estratégia ou distração, e o papel dos jornalistas é determinante para a divulgação do que é verdade ou não. Se conseguimos virar algumas páginas da história do Brasil, uma parcela significativa se deve ao trabalho de apuração de jornalistas sérios, éticos e comprometidos com a informação que constrói e gera conhecimento e consciência. “Este sim, é o jornalismo verdadeiro”, afirma. 

O coordenador de Comunicação Social da Fiero, jornalista Carlos Araújo lembra que desde à sua chegada ao Sistema, tem trabalhado para fortalecer o contato e a aproximação com a imprensa local. Araújo, jornalista com quatro décadas de atuação, destaca importância da homenagem, como iniciativas para estimular, valorizar e reconhecer profissionais comprometidos com a prática do jornalismo fundamentado na propriedade técnica, na ética, na verdade, na transparência e na imparcialidade.

Araújo comentou a presença do jornalista veterano Ciro Pinheiro, que atuou em muitas editorias, reportagem, colunista social, assessor de imprensa. “Para nós é uma satisfação tê-lo conosco comemorando o dia do jornalista”.

A presidente do Sindicato dos Jornalistas de Rondônia (Sinjor), Sara Xavier, que louvou a iniciativa da Fiero. “Quando o jornalista apura uma história e depois a escreve, está sendo sincero e verdadeiro, independente da opinião pessoal. Ao participar desta homenagem feita pela Fiero nos sentimos acolhidos, abraçados e fortalecidos”, disse.

Assessoria de Comunicação Social do Sistema Fiero -  Carlos Araújo


Ministério da Cidadania investe em capacitação para o audiovisual  

O Centro Técnico Audiovisual (CTAv) da Secretaria Especial da Cultura do Ministério da Cidadania vai investir R$ 16,1 milhões, em recursos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), para a capacitação de profissionais envolvidos na cadeia produtiva do audiovisual. Por meio de edital, 31 projetos de todo o Brasil foram selecionados e receberão montantes que variam de R$ 350 mil a R$ 650 mil. Este é o primeiro passo para consolidar o CTAv como um grande centro de capacitação e formação no setor audiovisual.

Para a coordenadora-geral do CTAv, Daniela Pfeiffer, a formação deve ser entendida como um dos mais importantes elos da cadeia produtiva e a linha de investimento é uma conquista para o setor. “A formação é o grande gargalo da indústria audiovisual”, destaca. “Não adianta investir só em produção se os profissionais dessa indústria não estão capacitados, não estão preparados. O objetivo é qualificar e profissionalizar o mercado audiovisual”, ressalta.

A linha de investimento do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) em capacitação e formação de profissionais para o mercado do audiovisual é resultado de uma ação conjunta entre a Agência Nacional do Cinema (Ancine), o CTAv e a Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cidadania (SAv) para ampliar o desenvolvimento de todos os elos da cadeia produtiva do audiovisual.

Desde 2018, o CTAv tem realizado ações de capacitação e formação, como workshops e cursos gratuitos em todo Brasil, visitas guiadas de universidades um programa com escolas públicas voltado para formação do olhar. “O edital de formação foi a cereja do bolo”, avalia Daniela.

Pâmela Ribeiro Neri, de 20 anos, passou por duas turmas do Estúdio Escola de Animação, um dos projetos selecionados no edital e que, há seis anos, capacita jovens para essa linguagem. Atualmente, ela é animadora 2D em um estúdio e acredita que o projeto foi fundamental para seu posicionamento no mercado de trabalho. “Foi o que me fez conhecer a animação e trabalhar onde eu estou hoje, me aproximou dos profissionais que trabalham na área”, afirma.

Diretora da Baluarte, uma das realizadoras do projeto do Estúdio Escola de Animação, Paula Brandão comenta que o objetivo é inserir jovens no mercado de trabalho e fortalecer o mercado produtor de conteúdo. “Nós não queremos só bons animadores técnicos, queremos bons produtores de conteúdo nacional”, aponta. Paula entende que o Brasil é uma “potência criativa gigantesca na área de comunicação, que já vem sendo reconhecida internacionalmente”.

Paula entende que políticas voltadas especificamente para formação são essenciais. “Estamos a todo o momento estimulando a cadeia produtiva do audiovisual, e não podemos deixar de fora aquilo que fornece a mão de obra especializada e qualificada”, observa.

Acessibilidade

Outro projeto selecionado no edital do CTAv é um curso voltado para formação em acessibilidade, que busca preparar a cadeia produtiva do audiovisual para um público composto por cerca de 20 milhões de pessoas, entre surdos, ensurdecidos e cegos. “Nosso plano é formar empresas produtoras e os profissionais do Brasil para trabalharem como esse público”, destaca o coordenador do projeto, Chico Faganello. “Existem muitos tabus, mas a tradução para surdos e para cegos é apenas mais uma tradução. Não precisa criar um departamento de acessibilidade dentro da empresa para que seja realizada”, explica. O curso será semipresencial e on-line, com duração de 260 horas, em todas as regiões do país.

(Fonte - Assessoria de Comunicação - Secretaria Especial da Cultura -Ministério da Cidadania)

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Silvio Santos

Histórias da cidade onde nasci e vivo - Mocambo, o bairro boêmio - O Batuque da Mãe Esperança Rita - No balanço da Mad Maria

Histórias da cidade onde nasci e vivo - Mocambo, o bairro boêmio - O Batuque da Mãe Esperança Rita - No balanço da Mad Maria

LIVROPorto, Velho Porto - Histórias da cidade onde nasci e vivoAutor: Sílvio M. SantoNesta edição damos continuidade às histórias que fazem parte do l

Semana Santa na catedral  Metropolitana de P. Velho - Omedino Pantoja atuara como Cristo  na peça 'Está Consumado' em Belém

Semana Santa na catedral Metropolitana de P. Velho - Omedino Pantoja atuara como Cristo na peça 'Está Consumado' em Belém

Lenha na FogueiraPuxa a cadeira e senta conversa com um velho amigo. Há muito tempo preciso contar todo o meu castigo. Mas veja que graça a dor estamp

Lenha na Fogueira - Prefeitura constrói palco  de concreto na praça CEU - Petrobras corta apoio a 13 projetos Culturais

Lenha na Fogueira - Prefeitura constrói palco de concreto na praça CEU - Petrobras corta apoio a 13 projetos Culturais

Lenha na Fogueira Emocionante mesmo foi a homenagem que os sambistas prestaram ao Ernesto Melo – O Poeta da Cidade na tarde do último sábado, durante

Jobson Bandeira da Sejucel e Arraial Flor do Maracujá 2019

Jobson Bandeira da Sejucel e Arraial Flor do Maracujá 2019

Terça feira dia 9, visitamos o Superintendente da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer Jobson Bandeira, para saber como estão as negociações da superin