Porto Velho (RO) domingo, 22 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Silvio Santos

lenha na Fogueira + Governo retoma exposição agropecuária de Porto Velho + Temática sobre Nietzsche pelo Raízes do Porto


superintendente da Sejucel, Jobson Bandeira dos Santos - Gente de Opinião
superintendente da Sejucel, Jobson Bandeira dos Santos


Lenha na Fogueira

 

Começou a ontem a 25ª Mostra de Folclore e Cultura Popular da Associação São Tiago Maior.

************

As apresentações folclóricas/culturais vão até domingo na sede da rua Mané Garrincha. A programação registra no dia de hoje o Festival de Danças Lembro que a Zona Leste é a região de Porto Velho que concentra o maior número de grupos de dança.

***********

Amanhã sábado tem a Queima do Alho e o Encontro das Comitivas. O negócio ta mais pra festa de peão do que pra festa da cultura popular como acontecia antigamente.

**********

É só ver, por exemplo, o encerramento será domingo dia 18 quando a coordenação vai servir o famoso churrasco de BOI NO ROLETE. Boi no Rolete é uma pratica e tradição do estado do Paraná se não me engano a capital do Boi no Rolete é Campo Mourão.

**********

De qualquer maneira vamos prestigiar o Arraial do Padre Enzo que fica até domingo na Vila Nazaré a rua Mané Garrincha no bairro Socialista.

 

***********

Hoje quem a grande pedida para quem gosta de dança de quadrilha junina, é frequentar a partir das 19 horas o Arraial Floresta na Roça, ali no Campo da rua Três e Meio no bairro Floresta. Uns dizem que é o Arraial do Tiagão 9 e outros que é o Arraial da Cyanne. Ô cambada de fofoqueiros!

 

*************

Hoje que se apresenta é a Junina Rádio Farol Mirim; Nova Junina do Orgulho e a junina JUCADIRO.

 

***********

É uma ótima pedida a programação do Floresta na Roça. Tem Parque de Diversão e barracas vendendo cominadas típicas.

 

***********

O Dia Mundial da Fotografia será festejado domingo 18, no Espaço Alternativo.

 

*************

 

O que é a fotografia para você? O que significa congelar um momento? Em tempos em que está cada vez mais fácil registrar momentos é importante parar um pouco para refletir o que essas imagens significam. Discutir o ato fotográfico é uma das propostas do projeto Fotografia na Praça, realizado desde 2006 em Porto Velho. 

************

Este ano o encontro acontece no Espaço Alternativo e propõe uma roda de conversa com o tema: A fotografia, em plena era de digital, confirma o seu lugar na construção do conhecimento e da subjetividade humana. Sebastião Salgado, uma das maiores referências brasileiras na fotografia mundial, terá seu trabalho homenageado durante o evento. Em 2016, última edição do projeto, o fotógrafo Eujácio Rocha, também conhecido como Jackson, teve seu trabalho reconhecido.

***********

O projeto é democrático e aberto a todos os interessados em expor suas fotos. Para participar como expositor é só comparecer com suas fotos no dia 18 de agosto no Espaço Alternativo – Espaço da Locomotiva no horário entre 16h e 20h.

*************

O tema é livre e a recomendação é que o tamanho máximo seja de 20 cm x 30 cm. De acordo com o fotógrafo Walteir Costa, idealizador do projeto o objetivo é a visibilidade da fotografia no nosso contexto e a formação de público.

************

O projeto, que busca celebrar o Dia Mundial da Fotografia celebrado em 19 de agosto, percorre as praças de Porto Velho desde 2006 e já foi realizado na Praça das Três Caixas D´Água, Praça Madeira-Mamoré, Praça Aluízio Ferreira e pela primeira vez acontece no Espaço Alternativo. A programação vai além da exposição e propõe refletir o que significa o ato de fotografar.  .

 

***********

 A realização do projeto Fotografia na Praça 2019 é uma parceria entre Instituto Dana Merril de Imagem Produção e Pesquisa – IDIPP e Agenda Porto Velho. Patrocínio: Diário de Rondônia, Agência Guia10 Marketing Digital, Vivara eventos e soluções musicais.

************ 

Informações: (69) 99986-0078/98111-0305 Local: Espaço Alternativo – Espaço da Locomotiva Endereço: Av. Gov. Jorge Teixeira (BR 364) – sentido aeroporto.

 

 

 EXCLUSIVO

Governo retoma exposição agropecuária de Porto Velho 

A antiga tradicional Exposição Agropecuária, Comercial e Industrial de Porto Velho (Expovel) que atraia um grande público proporcionando grandes shows musicais, exposição de animais, máquinas, rodeio, e concursos leiteiros, está prestes a ganhar um novo nome. O superintendente de Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel), Jobson Bandeira dos Santos, confirmou que a Capital voltará a ter uma festa agropecuária, prevista para acontecer do dia 2 a 6 de outubro desde ano, no Parque dos Tanques. A cavalgada será no dia 28 de setembro, e abrirá o evento.

O superintendente explica que o nome Expovel não poderá mais ser usado, e por isso o governador Marcos Rocha, lançou em sua página uma enquete onde a população poderá dar sugestões de nomes para a festa agropecuária da Capital. “Não podemos mais usar o nome Expovel por conta de débitos, e ações privadas. Todos podem entrar na página, e deixar sua sugestão que será avaliada”, explicou Jobson Bandeira dos Santos.

Diferente de antes, a entrada na festa agropecuária será apenas 1kg de alimento não perecível, e todo o alimento arrecadado será doado para as instituições de caridade. “Nós estamos trabalhando a pedido do governador, para que seja realmente uma festa popular onde todos possam frequentar sem precisar pagar preços altos para entrar. Os preços dos produtos vendidos nas barracas também serão acessíveis”, disse o superintendente.

A festa terá apoio de empresas privadas, e deputados estaduais e federais. Dois deputados, já se prontificaram em ajudar com o apoio na estrutura do evento. “Nós estamos trabalhando no projeto, e em parceria com a Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), e outras secretarias para que isso aconteça seja revitalizado a nossa festa agropecuária. Não será utilizado dinheiro público, mas precisamos dos parceiros para que isso aconteça, e os maiores são os deputados estaduais e federias que vão nos ajudar”, enfatizou Jobson Bandeira dos Santos.

Valorização de bandas locais 

Segundo o superintendente, está descartada a possibilidade do Governo bandas nacionais para se apresentar no evento. “Eu não vejo a necessidade de contratar bandas de fora, uma vez que temos bandas locais em Porto Velho, e serão valorizadas. Se aparecer algum patrocinador querendo trazer algum cantor de fora, fica por responsabilidade dele, mas não poderá cobrar entrada”, diz.

 

Preços dos alimentos e chamamento público

A população pode esperar um preço acessível durante todos os dias de evento, segundo Jobson Bandeira dos Santos. “Os preços dos alimentos cobrados nas barracas serão acessíveis igualmente for no Arraial Flor do Maracujá. Faremos um chamamento público nos próximos dias para os interessados em trabalhar nas barracas na venda de alimentos. Quem tiver interesse em vender alimentos, basta acompanhar a página da Sejucel onde será publicado”, informou o superintendente. 

Exposição de animais

Os interessados em colocar animais para exposição durante os cinco dias de evento, devem procurar a Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri). 

Cavalgada

Já está confirmado. No dia 28 de setembro será a cavalgada. O superintendente informou que procurou o Ministério Público (MP), onde se reuniu para tratar dos assuntos relacionados a cavalgada. Uma nova reunião deve acontecer nos próximos dias.

A cavalgada será dentro da cidade, mas não como era antes, quando várias carretas e veículos seguiam em forma de carretada. “Agora, será mantida a tradicional cavalgada com cavalos e bois, acompanhado de um trio-elétrico durante todo o percurso que inicia no estacionamento do Espaço Alternativo, passa pela Avenida Lauro Sodré e finalizada no Parque dos Tanques, onde a festa continua”, destacou Jobson Bandeira dos Santos.

Fonte (site – www.rondoniagora.com)


lenha na Fogueira + Governo retoma exposição agropecuária de Porto Velho + Temática sobre Nietzsche pelo Raízes do Porto  - Gente de Opinião

Temática sobre Nietzsche pelo Raízes do Porto 

O grupo Raízes do Porto já atua nos palcos do Estado e do país há pelo menos 27 anos e recentemente lançou o desafio de levar aos palcos um pouco do pensamento do filósofo alemão Friedrich Nietzsche, numa proposta contemplada pelo Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz. Para cumprir este desafio, firmou parceria com o departamento de Filosofia da Universidade Federal de Rondônia (Unir), no intuito de debater pontos específicos do pensamento do filósofo.

O primeiro encontro ocorreu na noite desta terça-feira (13), na sala de ensaios do teatro Palácio das Artes e contou com a participação dos professores Josenir Lopes Dettoni e Tiziana Cocchieri.

Pelo grupo Raízes do Porto participaram dos debates a diretora do espetáculo “O Viandante da Torre”, Suely Rodrigues e os atores Jailton Viana e Alexandre Lemos.

Neste primeira etapa os professores fizeram um levantamento do andamento do trabalho e do foco do trabalho que o grupo pretende apresentar. O professor Josenir fez uma explanação que durou duas horas, expondo em linhas gerais a vida e obra do filósofo, destacando tópicos sobre as questões simbólicas, o trabalho, a mulher, as críticas sociais e, em especial, sobre a morte de Deus, tudo na visão de Nietzsche. O debate se estendeu e foi além das expectativas.

Jose Dettoni é professor do Departamento de Filosofia da Unir com doutorado em Filosofia (Unisino), com estágio doutoral na University of Oxford, na Inglaterra. É mestre em Ciências da Saúde pela Universidade de Brasília (UNB) e especialista em Educação. É Filósofo, Psicólogo, Jornalista e acadêmico de Direito. Possui o título de Cidadão Honorário de Rondônia.

O próximo encontro será na próxima semana, onde a professora Tiziana assumirá o comando e continuará os debates, tendo em vista que o professor Dettoni estará em viagem para cumprir estudos do seu pós-doutorado. Também estarão nos debates os professores Christian Otto Nienov e Clarides Henrich de Barba.

Assessoria de Imprensa

Jornalista Geovani Berno - DRT/RO 1305

Fone, watsapp e Telegram: 9 9984.0068 – geovani.berno@gmail.com

lenha na Fogueira + Governo retoma exposição agropecuária de Porto Velho + Temática sobre Nietzsche pelo Raízes do Porto  - Gente de Opinião

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Silvio Santos

Lenha na Fogueira + Palco Giratório apresenta  Se eu fosse Iracema + Edital para artesãos participarem da ExporPorto

Lenha na Fogueira + Palco Giratório apresenta Se eu fosse Iracema + Edital para artesãos participarem da ExporPorto

Lenha na Fogueira Meu amigo Antonio Serpa do Amaral o Basinho postou na sua fan page do face book uma crônica sobre as criticas ao documentário do qua

Musa do festival de Praia  de Costa Marques + Alunos da escola Castelo Branco na Oficina de Teatro

Musa do festival de Praia de Costa Marques + Alunos da escola Castelo Branco na Oficina de Teatro

Lenha na FogueiraO Palco Giratório do Sesc 2019, que está sendo a´presentado em Porto Velho desde o último dia 7 de setembro e vai até o próximo dia 2

Portal Rondônia Tem Tudo  Apresentado ao publico + Em Portugal, atriz de Rondônia  tem papel de destaque em novela

Portal Rondônia Tem Tudo Apresentado ao publico + Em Portugal, atriz de Rondônia tem papel de destaque em novela

Lenha na Fogueira Palco Giratório é sucesso de público em Porto Velho************O Festival Palco Giratório é o maior intercâmbio das artes cênicas do

Palco Giratório apresenta  Teatro dos Imaginários + Aberto o edital  para seleção de bandas que se apresentarão no aniversário de Porto Velho

Palco Giratório apresenta Teatro dos Imaginários + Aberto o edital para seleção de bandas que se apresentarão no aniversário de Porto Velho

Lenha na FogueiraConforme prometido na coluna de ontem, voltamos a nos reportar sobre o documentário “Caçambada Cutuba”, que de início, tinha como obj