Porto Velho (RO) quarta-feira, 8 de julho de 2020
×
Gente de Opinião

Silvio Santos

Lenha na Fogueira e Uirandê de Castro + Sesc exibe espetáculo Catingueira da Cia Evolução


Lenha na Fogueira e Uirandê de Castro + Sesc exibe espetáculo Catingueira da Cia Evolução - Gente de Opinião

Lenha na Fogueira

 

O amigo Uirandê de Castro nos deixou na noite de terça feira 26, após alguns dias internado. O boletim médico informa que seu passamento, foi provocado pelo Covid + 19.

***********

Seu filho Emerson Castro postou lindas palavras em sua homenagem:

 

**********

 

Meu pai foi um gigante em Rondônia. Ao frescor do amor de Deus e à sombra do que meu pai me ensinou através do trabalho e exemplo pessoal, eu descanso.

 

***********

 

E seguiremos; Eu e meus irmãos; Todos amigo;  

Família; Seguiremos.

 

***********

Nunca morre quem fez parte da história de uma cidade e de um estado.

 

**********

Nunca morrem os que vivem eternamente na Glória de Deus.

 

***********

 

Nosso Senhor nos permitiu orar pelo meu pai por dias, iluminando a jornada que ele iria seguir.

 

***********

 

Por essa misericórdia agradeço a Deus e louvo a Deus a todo momento.

 

***********

 

Pai, teu jugo é suave e teus desígnios perfeitos.

 

**********

Muito lindas e sábias palavras do Emerson Castro.

*********

Uirandê deixa saudades a todos nós que o conhecemos, desde quando ele aqui chegou como vendedor de livros, em especial, a Enciclopédia Barsa.

**********

Nosso ponto de encontro era o Bar do Canto sempre a boca da noite. Fazíamos parte da turma da “Curriola 40”, uma equipe que costumava participar das gincanas promovidas pela Cia de Fronteira Acre Rondônia – CFAR hoje 17ª Brigada de Infantaria de Selva.

*********

E que se consolidou com a criação do Bloco do Purgatório no início da década de 1970, passou a contar também com os  integrantes do Clube Acariquara.

*********

Além do Bar do Canto, costumávamos nos reunir também no “Muro da Vergonha” ao lado do Bar do Canto pela Júlio de Castilho, Bar do Pureza, Meio Kilo Bar e no Restaurante Tri Campeão da dona Marita na Pinheiro Machado.

**********

A criação do Bloco do Purgatório uniu mais a turma e o Uriandê tinha posição de destaque na agremiação carnavalesca, que desfilava sem tocar nenhuma música, por se tratar de um enterro.

**********

Uirandê assumiu como motorista do carro fúnebre, uma Picup Kombi onde ia o caixão com o “defunto”.

**********

Depois disso, mesmo com Uirandê se transformando em grande empresário do setor de hotelaria e gastronomia, não deixou de nos considerar.

**********

Sua casa de espetáculos Náutilus foi por muitos anos, o único ambiente pronto para abrigar grandes shows.

**********

Por lá passaram grandes nomes da música brasileira. Foi o Uirandê a abrir o primeiro cyber café de Rondônia sob a direção do seu filho Emerson Castro.

**********

Jamais deixou de nos considerar, todo show que acontecia na Nautilus contratado por ele, eu tinha lugar reservado como convidado no camarote da família.

**********

Torcedor da escola de samba Os Diplomatas, mas, amigos e apoiador das demais agremiações como a principal rival Pobres do Caiari.

***********

Uirandê foi dos primeiros empresários a apoiar os eventos promovidos pela Bando do Vai Quem Quer.

**********

Inclusive, foi ele que sugeriu ao Manelão a realização de um baile carnavalesco, para a sociedade mais abastada de Porto Velho e ainda colocou o nome: “O BOOM DA BANDA” que passou a acontecer nas dependências do Aquários.

**********

O ‘Negão”, como era chamado pelos mais íntimos, já nasceu empreendedor e podemos até dizer, sempre estava à frente de todos, em se tratando de empreendimento, fosse em qualquer setor da economia ou lazer.

**********

O que ficou conhecida como Calçada da Fama na rua Pinheiro Machado, foi praticamente uma criação do Uirandê.

**********

Ao construir e inaugurar a casa de shows e gastronomia “Barcaça” na esquina da José de Alencar com a Pinheiro Machado, fez com que empresários, abrissem na via, bares e restaurantes e então a Pinheiro Machado passou a ser o ponto de encontro dos notívagos de Porto Velho e seus visitantes.

**********

Uirandê não levava recado e por isso, era considerado “cabeça quente” por muitos, porém, ele só agia do seu modo, quando alguém pisava no seu calo.

**********

Aquele rapaz sonhador, que chegou a Porto Velho como vendedor de livros, venceu, se transformou num grande empreendedor e por isso, é sim, digno de ser considerado como PIONEIRO do estado de Rondônia.

**********

Descansa em paz amigo Uirandê de Castro!

Lenha na Fogueira e Uirandê de Castro + Sesc exibe espetáculo Catingueira da Cia Evolução - Gente de Opinião

Sesc exibe espetáculo Catingueira da Cia Evolução

 

O espetáculo “Cantigadeira” da Cia de Artes Evolução, será exibido pelo Sesc/RO, às 16h dos dias 30/05 e 06/06. O vídeo da peça, de classificação livre, estará disponível, na plataforma de transmissão nas redes sociais do sesc https://www.youtube.com/user/sescrondonia . Após o espetáculo, às 17h, haverá um bate papo com a Cia Evolução, mediado pelo gestor cultural, Fabiano Barros.

As ações fazem parte do projeto Sábados Cênicos. Esta é mais uma iniciativa do Sesc Rondônia, que por meio da Coordenação de Cultura, orientado pela Política Cultural, tem por objetivo proporcionar ao Trabalhador do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, bem como seus dependentes e à comunidade em geral, uma maior aproximação com os bens culturais da região.

O projeto teve inicio no dia 14 de março, data em que a Cia Evolução realizou a primeira apresentação, às 20h, no Teatro 1 do Sesc. Devido a pandemia, e em obediência as normas e orientações da OMS, as ações foram suspensas. Agora, o Sesc da continuidade ao projeto, no formato virtual.

Além das exibições do espetáculo, oficinas e bate papo são desenvolvidos dentro da programação. Nos dias 20, 23 e 25/05, foi realizada uma oficina virtual, direcionada aos professores. A oficina de contação de histórias foi ministrada pela atriz Taiane Sales, integrante do elenco da peça Cantigadeira.

CANTIGADEIRA é o primeiro espetáculo a participar do projeto. A peça produzida pela Cia Evolução­­­­­­­ teve sua estreia em setembro de 2018. No mesmo ano, participou dos projetos Sesc Cultura na Escola, Por Dentro do Teatro e O Teatro Vai à Escola. Dirigido por Eules Lycaon, o espetáculo conta com a atuação de Mika Cardoso e Eules Lycaon.

SOBRE O ESPETÁCULO

Com o propósito de resgatar as mais belas cantigas de roda e reviver um passado que se faz presente na memória de muitos, o espetáculo Cantigadeira faz uma viagem no tempo. São estórias contatas e cantadas por dois amigos, que recordam a infância feliz que viveram. Recordações estas, que se dão por meio de muitas músicas e brincadeiras. De maneira divertida e linguagem acessível, os personagens interagem e levam o público a cantar junto, mostrando quão felizes foram no tempo de criança, época em que viveram e aprenderam divertidos jogos, brincadeiras e cantigas que foram esquecidas e já não vemos mais nos dias atuais.

Para conhecer um pouco mais o trabalho da Cia de Artes Evolução, basta acessar https://www.facebook.com/CiadeArtesEvolucao 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Silvio Santos

Lenha na Fogueira e o surgimento de Porto Velho +  Novela “Pantanal”  será produzida pela TV Globo

Lenha na Fogueira e o surgimento de Porto Velho + Novela “Pantanal” será produzida pela TV Globo

Lenha na Fogueira Porto Velho a cidade que nasceu de costas para o Rio Madeira, completou 113 anos de surgimento, no último sábado dia 4.**********A c

Relíquia da Madeira Mamoré é a mais nova  atração turística do Memorial Rondon + Lenha na Fogueira e o fogo cruzado dos políticos

Relíquia da Madeira Mamoré é a mais nova atração turística do Memorial Rondon + Lenha na Fogueira e o fogo cruzado dos políticos

Lenha na Fogueira Em meio ao fogo cruzado, provocado por autoridades constituídas do estado de Rondônia, que envolve senador, governador e prefeito.**

Carnaval de 1970 – Os Diplomatas do Samba  perde pela 1ª vez para a Pobres do Caiari

Carnaval de 1970 – Os Diplomatas do Samba perde pela 1ª vez para a Pobres do Caiari

No carnaval de 1969, a escola Império do Samba Pobres do Caiari saiu da avenida, na visão da maioria dos que assistiram os desfiles daquele ano, como

Lenha na Fogueira com Marcos Rocha X Hildon + Seleção busca revelar talentos de roteiristas

Lenha na Fogueira com Marcos Rocha X Hildon + Seleção busca revelar talentos de roteiristas

Lenha na Fogueira A população de Porto Velho está pior que o povo das comunidades Cariocas.**********Lá a população não sabe como se defender da guerr