Porto Velho (RO) sábado, 27 de fevereiro de 2021
×
Gente de Opinião

Silvio Santos

Lenha na Fogueira e a Vacina Coronavac e com Carnaval: entenda se haverá ou não feriado (e festas) em 2021


Lenha na Fogueira e a Vacina Coronavac  e com Carnaval: entenda se haverá ou não feriado (e festas) em 2021 - Gente de Opinião

Lenha na Fogueira

 

Uma médica, um enfermeiro e um índio foram os primeiros a receber a Vacina Coronavac em Rondônia.

**********

A chegada do avião da Força Área Brasileira (FAB), pousou no Aeroporto Governador Jorge Teixeira em Porto Velho, por volta das 10 horas da manhã de ontem, dia 19 de janeiro 2021, data que entra para a história do Estado de Rondônia.

*********

Apesar da Vacina ter se tornado Arma Política, não só em Rondônia, mas, em todo o Brasil, com destaque para a disputa pela presidência da República cuja eleição só deve acontecer em 2022 e ter sido também evidenciada em Rondônia, a população de Porto Velho está festejando o início da vacinação.

**********

Três portovelhenses foram selecionados para entrar para a história da cidade e do estado, como sendo as primeiras a receberem a imunização contra o Coronavírus, são elas:

**********

A médica Karina Negrão Zingra, o enfermeiro do Centro de Medicina Tropical de Rondônia (Cemetron), Márcio James Jorge Santos e o indígena, Elivar Karitiana.

*********

A solenidade aconteceu no
Angar da Base Aerea de Porto Velho com a presença do Governador Marcos Rocha, prefeito Hildon Chaves e seu vice Mauricio Carvalho, Fernando Máximo Secretário de Saúde e muitas outras.

**********

Agora é ficar torcendo para que a China libere a matéria prima para que a Fundação Oswaldo Cruz passe a fabricar a vacina no Brasil o mais rápido possível.

**********

E para dar prosseguimento a vacinação, que a índia libere logo os 2 milhões de unidades da vacina, para A Fundação Oswaldo Cruz também cumprir o contrato com o Ministério da Saúde,

**********

Todo esse problema está acontecendo, pela falta de tato da equipe do Ministério das Relações Exteriores, pois deveriam primeiro ter negociado a garantia da liberação por parte das autoridades indianas das doses adquiridas pelo Brasil e não deixar o presidente da República no “Mato sem cachorro”.

*********

Outra falha do governo brasileiro, é quanto a liberação do insumo ou matéria prima, para a produção da vacina que é fabricado pela China.

**********

Tudo indica que os chineses ainda não liberaram o embarque do Insumo da Vacina ante a Covid – 19, porque a principal autoridade brasileira, por várias vezes desfez da Vacina produzida por aquele país. Na realidade, chegou a debochar do produto fabricado na China.

**********

Diz um velho ditado (e ditado é coisa que chinês entende muito bem) que, “Quem Desdenha Quer Comprar”. No caso, acho que pela falta de informação, nosso Presidente da República falou o que falou contra o governo chinês e isso está reverberando ou prejudicando o povo brasileiro, que pode até demorar mais para receber a Vacina.

**********

Ainda ontem, o G1 publicou o seguinte: A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) enviou, nesta terça-feira (19), um ofício ao Ministério Público Federal (MPF) informando que a entrega da vacina de Oxford contra a Covid-19 vai atrasar de fevereiro para março. 

**********

Segundo o órgão, o motivo para o atraso na produção da vacina no Brasil é por não ter recebido um dos insumos para a fabricação da vacina Oxford/AstraZeneca que é fabricado pela China.

***********

Outra mancada do governo federal, foi não acreditar que o governo de São Paulo poderia sair na frente, em relação a aplicação da PRIMEIRA DOSE DA VACINA no BRASIL.

**********

Como é que o Serviço de Inteligência do Governo Federal, não foi capaz de descobrir que o governo de São Paulo estava se articulando para furar o cronograma de vacinação. Isso chama-se incapacidade!

**********

A salvação, é que tudo indica, que a ANVISA vai aprovar a liberação das 4 MILHÕES  de doses da Coronavac fabricada pelo Instituto Butantã, essas estão prontinhas para uso.

**********

Aqui a politicagem também foi observada durante a ação do início da vacinação no estado de Rondônia. Quer ver:

**********

Você viu o Seu Zé Jordan que assinou como governador o último Decreto que colocou várias cidades, inclusive Porto Velho, de volta a Fase 2 do Protocolo da Comissão de Enfretamento ao Coronavírus, na SOLENIDADE na Base Aerea?

**********

Zé Jordan sumiu, ninguém sabe ninguém viu. Será que ficou com medo de tomar a vacina e devolveu o Comando do Estado ao Coronel?

**********

Brincadeiras à parte. Graças a Deus a Vacina chegou ao estado e começou a ser aplicada.

**********

Serão cerca de 18 mil doses para Porto Velho, sendo 5 mil exclusivas aos profissionais de saúde.

**********

Apesar de tudo, é preciso continuar Lavando as Mãos com água e sabão, usar máscara, álcool a 70% e principalmente evitar aglomeração.


Carnaval: entenda se haverá ou não feriado (e festas) em 2021

Lenha na Fogueira e a Vacina Coronavac  e com Carnaval: entenda se haverá ou não feriado (e festas) em 2021 - Gente de Opinião

Tradicionalmente, após o feriado de Ano Novo, o país se prepara para a festa mais importante do país: oCarnaval. No entanto, em tempos de pandemia, a folia sofreu alterações em 2021.

Com as taxas de contaminação e transmissão em alta, as principais cidades do país que recebem a folia cancelaram ou adiaram as festanças para evitar aglomerações. Mesmo com o início da imunização no no país, o Carnaval brasileiro provavelmente não será da forma tradicional que conhecemos, com pessoas nas ruas, bares e sambódromos.

Oficialmente o Carnaval não é considerado feriado nacional, a data tem ponto facultativo e a definição fica a critério de estados e municípios. A seguir, saiba como algumas cidades do país se organizaram para o Carnaval 2021, que, de acordo com o calendário, ocorre entres os dias 13 e 16 de fevereiro.

Porto Velho

Na capital de Rondônia o prefeito Hildon Chaves informou através de Nota Oficial, que o carnaval 2021 está suspenso. A Associação dos Blocos de Trio Elétrico assim a direção da Banda do Vai Quem Quer também anunciou a suspensão dos desfiles.

Belo Horizonte

O Carnaval está suspenso na capital mineira. A decisão do governo de uma nova data depende das condições sanitárias acompanhadas pelo Comitê de Enfrentamento à Covid-19, que só liberará quando a segurança dos foliões for garantida.

O governo também determinou que o Carnaval não será ponto facultativo, ou seja, não haverá feriado prolongado.

A capital mineira deverá seguir o calendário definido por Salvador e Rio de Janeiro.

 

Também estão proibidas festas particulares, seja em locais públicos ou privados.

Florianópolis

O feriado prolongado está mantido na cidade, mas qualquer celebração está cancelada. O governo não estipulou nenhuma data alternativa para que as festanças ocorram.

A prefeitura afirma que as festas “não devem ocorrer, enquanto a população não estiver vacinada”.

São Paulo

De acordo com a prefeitura, o Carnaval em São Paulo não está cancelado, mas condicionado “à imunização da população contra à COVID-19”. Por tal motivo, não há uma data definida.

No ano passado, foi divulgado que o Carnaval aconteceria em julho de 2021, a pedido feito até mesmo das escolas de Samba de que se apresentam no Sambódromo do Anhembi, mas essa possibilidade foi descartada visto que aglomerações estão fora de cogitação mesmo no início da imunização da população.

O governo busca um acordo com outras capitais para realizar o Carnaval no mesmo período.

 

Ainda não há um posicionamento se teremos feriado ou não em fevereiro.

Salvador

A capital baiana suspendeu a folia de Carnaval enquanto não houver condições sanitárias adequadas ou imunização da população.

 

Não há também permissão para a realização de festas em locais públicos  ou particulares.

 

De acordo com o Ministro do Turismo, Gilson Machado, o feriado está mantido.

Recife

Um decreto, anunciado em 17 de dezembro de 2020, cancelou todas as atividades carnavalescas no estado do Pernambuco. A decisão compreende não apenas festas públicas, como particulares também.

O feriado está mantido no calendário, no entanto.

Rio de Janeiro

A RioTur, responsável pela organização do Carnaval no Rio de Janeiro, informou que ainda não há uma data definida para o Carnaval 2021. A única certeza é de que não ocorrerá em fevereiro

O feriado está mantido no calendário, mas será considerado ponto facultativo apenas a segunda-feira. Normalmente, se estende até terça-feira.

O governo aprovou atualmente um “Carnaval fora de época”, que deverá ocorrer no meio do ano, provavelmente no mês de julho. Tal decisão não compreenderia somente o ano de 2021, mas o anos seguintes  também ganhariam esta segunda folia anual. A justificativa de uma nova festa é o estímulo da econômico e turístico durante as férias escolares e acadêmicas. 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Silvio Santos

Lenha na Fogueira com o espetáculo: “QUE PALHAÇADA É ESSA?” e o Superintendente da Setur recebe representantes de municípios do Vale do Guaporé

Lenha na Fogueira com o espetáculo: “QUE PALHAÇADA É ESSA?” e o Superintendente da Setur recebe representantes de municípios do Vale do Guaporé

Lenha na Fogueira  A Gestora cultural Amanara Brandão dos Santos Lube, desde ontem 25, está apresentando através de live, o espetáculo: “QUE PALHAÇADA

Lenha na Fogueira com descaso da União com o envio de vacinas e o Programa “Viaja Mais Servidor”

Lenha na Fogueira com descaso da União com o envio de vacinas e o Programa “Viaja Mais Servidor”

Lenha na FogueiraPois é, não gostaria, mas, é bom falar, pois, não podemos concordar com o tratamento que o Ministério da Saúde está dispensando ao no

Lenha na Fogueira com VASCAÍNO e não Vascaindo.

Lenha na Fogueira com VASCAÍNO e não Vascaindo.

Lenha na Fogueira Todos sabem muito bem, que sou Vascaíno de carteirinha. Prestem atenção: VASCAÍNO e não Vascaindo.*********Até porque não existe ess

Lenha na Fogueira com Gritos do Cotidiano e o projeto Sesc Sonoro

Lenha na Fogueira com Gritos do Cotidiano e o projeto Sesc Sonoro

Lenha na Fogueira Não é por nada não, porém, se você não assistiu a primeira (1ª) parte da live/documentário com a História do Boi Bumbá em Porto Velh