Porto Velho (RO) sexta-feira, 7 de maio de 2021
×
Gente de Opinião

Silvio Santos

Lenha na Fogueira e a partida do Historiador Memorialista e amigo Anísio Gorayeb Filho


Lenha na Fogueira e a partida do Historiador Memorialista e amigo Anísio Gorayeb Filho - Gente de Opinião

Lenha na Fogueira

 

A Memória da história de Rondônia em especial a de Porto Velho, perde seu mais ferrenho defensor e conhecedor.

***********

Anísio Gorayeb Filho, nosso querido Anisinho foi mais uma vítima da Covid-19. O passamento desse amigo, nos abalou de verdade.

**********

Nos conhecemos na adolescência, no bairro Caiari e desde então, sempre nos encontrávamos nas mais diversas situações.

**********

Posso garantir que jamais vi o Anisinho sem aquele sorriso no rosto e tratando todos com carinho, era, como se diz nas rodas intelectuais, um Gentleman na mais pura concepção da palavra.

**********

Anisinho do Colégio Dom Bosco, Anisinho quando chegava de Belém (onde fez faculdade) para passar as férias em Porto Velho. Anisinho funcionário público, se destacando em várias administrações, tanto do governo do Território como do estado de Rondônia e o que assumiu vários cargos de destaque também na prefeitura de Porto Velho. Porém:

***********

O principal destaque veio muito depois, com seu interesse pela história de Rondônia em especial, a da sua cidade Porto Velho. Quando dei por mim, todo mundo comentava a facilidade que o Anisinho tinha para falar sobre a nossa história, ele lembrava com detalhes, os acontecimentos que contribuíram para a formação histórica da nossa cidade. Como diz aquele personagem da “Praça é Nossa”, “Nos mínimos detalhes”.

***********

Antes ele se destacava apenas como um dos mais eficientes servidores públicos do governo estadual e de repente, começou a fazer palestras nas escolas, seminários, reuniões de amigos, faculdades enfim, onde quer que fosse convidado para falar sobre a nossa história.

**********

Meu filho Silvio José sempre perguntava: “Pai o senhor já assistiu uma palestra do Anisinho? ”E eu sempre respondia que não e ele de vez em quando, chegava elogiando o estilo do Anisinho contar a história do nosso estado; “Pai, a palestra dele não cansa, a gente presta atenção do começo ao fim e fica torcendo para ele continua falando sobre a Madeira Mamoré, BR-29, Território Federal do Guaporé; Território Federal e Estado de Rondônia. O senhor precisa assistir” insistia o Silvinho.

***********

Até que um dia resolvi assistir uma das palestras do Memorialista Anísio Gorayeb o Anisinho, Juro que fiquei encantado com os detalhes das histórias.

***********

Arrisco em comparar: Anisinho e Francisco Matias: Foram e são os historiadores que melhor sabem passar a história do nosso estado em especial a de Porto Velho, com apenas uma diferença: Matias se destaca publicando nossa história em livros e o Anisinho tem nas palestras sua especialidade. Acho que pouco MEMORIALISTAS do Brasil têm a facilidade em guardar tantos detalhes, como o Anisinho.

***********

Depois que assisti uma palestra do Anisinho me transformei em seu fã de carteirinha e olha que conheço um bocado da nossa história, porém, meu conhecimento está muito longe, do conhecimento do   Anisinho. Acho que tinha um chip instalado no cérebro para lembrar de tantas datas. Outra particularidade, ele tinha o dom de nos deixar extasiados durante suas palestras.

************

Muitos não o consideram, mas, podem ter certeza Anisinho foi e sempre será o nosso principal HISTORIADOR MEMORIALISTA.

**********

 

Anisinho completou 66 anos de idade, no último dia 15 deste mês de março,

**********

Não está sendo fácil, conviver nesse tempo de Pandemia. Essa Covid-19 a cada dia nos tira uma pessoa querida. A tensão é muito angustiante, a cada clic nas redes sociais, nos deparamos com notícias dando conta de mais um amigo, um conhecido que perdeu a vida para o vírus.

**********

Enquanto isso, muitas pessoas abusam da sorte, promovendo e participando de festas, reuniões, saindo de casa sem necessidade, sem usar máscara, num verdadeiro desrespeito para com o próximo.

**********

Já não temos leitos clínicos e nem de UTI e agora, podemos ficar sem oxigênio. O CAOS no sistema de saúde está aí, não temos mais a quem recorrer.

**********

Só existe uma maneiro de contribuirmos com a diminuição dos casos da Covid-19, é ficando em casa e se for sair, não esquecer de usar máscara, bebida alcóolica nem pensar, cigarro muito menos; use álcool a 70% (em gelo), não participar de aglomerações e nem de festinhas.

**********

Enquanto a vacina não chega pra todos, só nos resta obedecer ao protocolo de distanciamento.

**********

Volto a lamentar a morte do amigo Anísio Gorayeb Filho – Anisinho.

************

Anisinho memorialista; Anisinho historiador; Anisinho apresentador de programas televisos, Anisinho da Rádio Rondônia; Anisinho ótimo contador de piadas; Anisinho da Banda do Vai Quem Quer; Anisinho Pai de Família; Anisinho do Café Caiari; Anisinho do Mercado Cultural; Anisinho Imortal da Academia Rondoniense de Letras. Anisinho da nossa HISTÓRIA!

***********

Anisinho AMIGO!

***********

Tô com muita saudade! Descansa em Paz Amigo! 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Silvio Santos

Lenha na Fogueira com o “Galo da Meia Noite, Uma Festa a Mais” e o Festival PAN! Prorroga exibições de espetáculos

Lenha na Fogueira com o “Galo da Meia Noite, Uma Festa a Mais” e o Festival PAN! Prorroga exibições de espetáculos

Lenha na Fogueira  Acontecerá neste sábado, dia 08 de maio, véspera do Dia das Mães, a Live de Lançamento do Livro: “Galo da Meia Noite, Uma Festa a M

Lenha na Fogueira com Nazaré: do verde ao barro e o SHOW SOBRE VOCÊ do cantor BRUNO BRATILIERI

Lenha na Fogueira com Nazaré: do verde ao barro e o SHOW SOBRE VOCÊ do cantor BRUNO BRATILIERI

Lenha na Fogueira  Animação inspirada em Nazaré, distrito do baixo Madeira em Porto Velho, estreia neste final de semana. Nazaré: do verde ao barro é

Lenha na Fogueira com o “Prorroga já! Prorroga Rondônia!, Prorroga SEJUCEL!” e o ‘Minuano’, de Bado, traz identidades culturais em poesia e melodia

Lenha na Fogueira com o “Prorroga já! Prorroga Rondônia!, Prorroga SEJUCEL!” e o ‘Minuano’, de Bado, traz identidades culturais em poesia e melodia

Lenha na Fogueira  O I Fórum Digital de Cultura de Rondônia realizado por iniciativa da rede Pro Cultura e outros coletivos na tarde dessa segunda-fei

Lenha na Fogueira com “A Mãe da Seringueira e a Onça” e Do Cangaço ao Seringal – A história do forró

Lenha na Fogueira com “A Mãe da Seringueira e a Onça” e Do Cangaço ao Seringal – A história do forró

Lenha na Fogueira E ontem aconteceu o lançamento do livro infanto-juvenil: “A Mãe da Seringueira e a Onça” *************O lançamento aconteceu de form