Porto Velho (RO) sábado, 16 de novembro de 2019
×
Gente de Opinião

Silvio Santos

Lenha na Fogueira + Da Nacional da Cultura Leva muita gente ao Mercado Cultural + Do Mar do Caribe à beira do Madeira


Carimbó - Gente de Opinião
Carimbó

Lenha na Fogueira

 

E o dia nacional da Cultura foi festejado na noite de ontem, no Calçadão Manelão com apresentações de vários grupos de dança.

**********

Houve quem criticasse os idealizadores da festa, por prestigiar apenas o segmento Cultura Popular na data de todas as culturas. De qualquer maneira, a data não passou em branco, pelo menos por parte da prefeitura de Porto Velho – Leia-se Funcultural.

**********

Por falar em festa, as entidades afins, já estão se mobilizando em relação à organização dos desfiles de blocos carnavalesco em 2020.

**********

Semana passada, representantes do governo do estado e da prefeitura de Porto Velho participaram de reunião no Ministério Público cuja pauta era: Em qual circuito os Blocos de Trio Elétrico vão desfilar no carnaval de 2020?

**********

Pela vontade do superintendente da Sejucel os blocos desfilariam na avenida dos Imigrantes, no perímetro entre a Jorge Teixeira e a Rio Madeira.

**********

Esse espaço já está decido, que abrigará os desfiles das Escolas de Samba no próximo carnaval, assim sendo, fica impraticável colocar os blocos de trio elétrico desfilando ali, pois, as escolas devem desfilar no sábado após a terça feira de carnaval e no mesmo dia, alguns blocos também desfilam.

**********

A discussão não foi tão amigável entre os representantes do estado e do município de Porto Velho. O superintendente não queria ceder de jeito nenhum, até que o representante da Funcultural bateu na mesa e lembrou, que a realização do carnaval de rua, é de responsabilidade da prefeitura e não do governo estadual.

*********

Aí invocou uma Lei que foi aprovada e está em vigor, que criou os Circuitos por onde os blocos de trio tem que desfilar: Circuito Caiari ou Pinheiro Machado; Circuito Areal e Circuito Jatuarana e mais, lembrou que o calendário há muito, foi aprovado, tanto pelos órgãos de segurança do estado e municipal, como por todos os órgãos que têm a ver com os desfiles carnavalescos.

*********

A explanação do representante da Funcultural de Porto Velho foi ratificada pelo secretário da Semtran e representante do Comando da PM e assim, o superintendente da Sejucel teve que concordar, que no Carnaval de Rua quem dar as ordens, é a prefeitura municipal de Porto Velho. O governo do estado entra apenas com apoio logístico.

*********

Quanto aos desfile das escolas de samba, assim que o prefeito Hildon Chaves chegar da viajem que está fazendo ao exterior, o que deve ocorrer nos próximos dez dias, receberá a Comissão Mista formada por representante da Câmara de Vereadores, Fesec, Funcultural e deputado estadual Jair Montes.


*********

Aliás, Jair Montes também está trabalhando um encontro entre os integrantes dessa comissão, com o presidente da ALE, cujo objetivo é conseguir apoio financeiro para as escolas de samba.

*********

Por falar em apoio às escolas de samba, a Funcultural vai promover durante a festa do Réveillon, apresentações das trupes das principais escolas de samba de Porto Velho. Nossas fontes dão conta, que o cachê para se apresentar no Réveillon não será de se dispensar.

**********

Enquanto isso, a Escola de Samba Acadêmicos da Zona Leste está convidando o Mundo Samba, para o Festival de Samba de Quadra que vai realizar no próximo sábado 9, com premiação de Mil Reais ao vencedor

**********

A festa começa ao meio dia, com uma deliciosa feijoada e deve durar toda à tarde de sábado, além do concurso de samba de quadra vai acontecer o show com o sambista Toninho Tavernard e o grupo Camafeu.

**********

Sábado também, tem a festa de aniversário de 61 anos de fundação, da escola de samba Os Diplomatas.

**********

Depois disso tudo, temos que começar a nos envolver mais na programação do aniversário de 40 anos, da Banda do Vai Quem Quer cujas comemorações, devem começar ainda este mês. Lá vem a Siça com a Banda!



Capoeira - Gente de Opinião
Capoeira

Festa em comemoração ao dia Nacional da Cultura

Leva muita gente ao Mercado Cultural

A cultura, sob todas as formas de arte, de amor e de pensamento, através dos séculos, capacitou o homem a ser menos escravizado. A máxima registrada por André Malraux pode ser comprovada, por todos que compareceram na noite de terça feira dia 05, ao Calçadão Manelão em frente ao Mercado Cultural de Porto Velho e prestigiaram as apresentações de vários grupos, em comemoração ao Dia Nacional da Cultura.

Sob a coordenação da Funcultural de Porto Velho, a prefeitura promoveu à festa em comemoração a data máxima da cultura brasileira, colocando na arena a Dança do Carimbó, Jogo de Capoeira, Hip Hop e o espetáculo dos itens do Boi Bumbá Marronzinho.

A Funcultural trouxe para a noite de terça feira, à realização do Projeto Tacacá Musical que geralmente acontece às quartas feiras e assim, enquanto os presentes degustavam iguarias como Vatapá, Galinha Picante, Pirarucu de Casaca, Farofa Paraense e Saltenha entre outros pratos típicos da nossa região, aplaudia as apresentações dos grupos culturais. “A presença maciça do público me surpreendeu, estimo que mais de mil pessoas os presentes no Calçadão” disse o Diretor de Cultura da Funcultural Eudes Claudino.

Além das apresentações dos grupos de dança a Funcultural convidou os artesãos a montaram suas barracas na praça Getúlio Vargas comercializando peças as mais diversas além de balas (bombons) com sabor de frutas regionais, como castanha e cupuaçu. “Ta muito boa à procura dos nossos produtos”, disse a artesã Marlene.

O artista que tem vivencia em praticamente todos os segmentos culturais, Paulinho Rodrigues se disse gratificado pela festa em comemoração ao Dia Nacional da Cultura. “O importante é não deixar a data passar em branco”, disse o Amo de Tracoá.


Bumbá Marronzinho - Gente de Opinião
Bumbá Marronzinho

Dentre as apresentações, a que mais chamou a atenção do público, foi a do Bumbá Marronzinho que levou todos os itens para a Festa do Dia da Cultura como Porta Estandarte Kaciane Silva; Cunhã Poranga Aga Maria; Rainha da Batucada Kethelen; Pajé Jonathas Guimarães; Tripa Marco Antônio além da Sinhazinha da Fazenda e da Rainha do Folclore.

O presidente fundador do bumbá da Vila Tupi Estêvão e a presidente executiva Rose e todo seu corpo de diretores e coreógrafos agradeceram a direção da Fundação Cultural por ter convidado o Marronzinho para representar todos os grupos folclóricos de Porto Velho, na data máxima da Cultural Nacional.


Lenha na Fogueira + Da Nacional da Cultura  Leva muita gente ao Mercado Cultural + Do Mar do Caribe à beira do Madeira - Gente de Opinião

FESTIVAL INTERNACIONAL

Do Mar do Caribe à beira do Madeira tem parceria do IFRO 

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia e a Embaixada de Barbados no Brasil são parceiros no Festival Internacional “Do Mar do Caribe à beira do Madeira”.  O evento tem por objetivo criar um registro da culturalidade amazônida regional de Porto Velho, com uma perspectiva internacional e que seja uma tradição cultural porto-velhense. A realização do Festival colabora para a preservação e valorização da cultura, história, memória, gastronomia, musicalidade, historiografia, literaturas, documentários, intercâmbios e incentivar as expressões culturais diversas do município de Porto Velho.

A programação inicia às 19 horas, do dia 09/11 (sábado), no Teatro Guaporé. O Festival Internacional representa a concretização da “Semana Barbados X Brasil/Porto Velho”. Na oportunidade será lançado o livro “Mar do Caribe à Beira do Madeira” (Editora Appris), de autoria da Bibliotecária da Reitoria do Instituto Federal de Rondônia, Cledenice Blackman. Ela atualmente é doutoranda em Educação no convênio do IFRO com a Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (Unesp-Marília).

A obra é resultado das pesquisas realizadas há mais de 14 anos por Cledenice Blackman, que também é historiadora e pesquisadora do Grupo de Pesquisa em Educação, Filosofia e Tecnologias (GET/IFRO). A autora explica que o material bibliográfico vem romper com a história regional, nacional e internacional no sentido de desmistificar conceitos tidos como verdades cristalizadas sobre o processo imigratório para o Brasil, para regiões como: Belém, Manaus, Porto Velho, Espírito Santo e outros territórios brasileiros do povo negro das regiões que compõem as Antilhas Inglesas durante o período fins do século XIX e início do XX, conhecidos na historiografia como sendo barbadianos.

A Professora do IFRO, Rosa Martins, escreve na sinopse que “este livro nos convida a assumir uma postura diante da vida, de respeito e empatia, pois para reconhecer a si e ao outro, é preciso chegar mais perto”.

No evento, o tema da palestra da embaixadora de Barbados, Tonika Sealy Thompson, será “Nos vemos em Barbados 2020”. Haverá ainda apresentação cultural de Luana Shockness, Kaltman Shockness, Matheus Shockness, Pastoras do Asfaltão e do poeta Mado. 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Silvio Santos

Desfiles das escolas será no Espaço Alternativo + 40 anos da Banda do Vai Quem Quer + Lenha na Fogueira

Desfiles das escolas será no Espaço Alternativo + 40 anos da Banda do Vai Quem Quer + Lenha na Fogueira

Hoje a grande festa, acontece em Guajará Mirim, com o evento “Encontro dos Filhos e Amigos de Guajará”**********Todos os hotéis e pousadas da Pérola d

Balé da Funcultural + Clássicos da literatura ganham  versões em quadrinhos + Lenha na Fogueira

Balé da Funcultural + Clássicos da literatura ganham versões em quadrinhos + Lenha na Fogueira

Terça feira dia 12, em duas votações, foi aprovado o Projeto de Lei que torna a Banda do Vai Quem Quer como Patrimônio Cultural Imaterial do Estado de

BatucAndrade destaque no recital da Escola Jorge Andrade + Projeto Conheça Porto Velho e Redação Turismo

BatucAndrade destaque no recital da Escola Jorge Andrade + Projeto Conheça Porto Velho e Redação Turismo

Euro Tourinho o decano do jornalismo brasileiro, proporcionou na manhã de ontem 12, na sede do jornal Alto Madeira, uma aula de história a equipe de a

Escolas de samba de Porto Velho  Declaradas Patrimônio Cultural + Livro aborda o racismo pelo viés da psicologia

Escolas de samba de Porto Velho Declaradas Patrimônio Cultural + Livro aborda o racismo pelo viés da psicologia

Começo a coluna desta terça, registrando o falecimento do meu compadre José Augusto Mendonça marido da comadre Zenith Amaral. Zé Augusto irmão do meu