Porto Velho (RO) sexta-feira, 16 de abril de 2021
×
Gente de Opinião

Silvio Santos

Lenha na Fogueira com Padre Simão e o Festival AFROMUSIC #2


Lenha na Fogueira com Padre Simão e o Festival AFROMUSIC #2 - Gente de Opinião

Lenha na Fogueira

 

Ontem realmente a ficha caiu sobre, o quanto a Lei Aldir Blanc está sendo muito importante, para a comunidade artística.

**********

Fui até o Estúdio Trilha do nosso amigo Marcelo com o objetivo de apresentar ao Maestro, um músico cantor e compositor para o qual fui indicado pelo radialista e advogado Arimar Souza de Sá o Padre Simão Pedro dos Santos nordestino do Rio Grande do Norte, recém-chegado a Porto Velho onde veio cobrir as férias do pároco da Igreja de Nossa Senhora de Nazaré.

**********

Acontece que Simão há muitos anos, quando ainda tinha 20 anos de idade (hoje está com 50), morou no Distrito de Calama e pelo visto, passou a amar de verdade as belezas do nosso Rio Madeira, na época chegou a produzir show do cantor Laio (que é de Calma) na cidade dos Botos.

**********

Nos procurou para apresentou uma música, cuja letra canta justamente as belezas das barrancas do Rio Madeira e essa música, foi o motivo da nossa visita ao Estúdio do Marcelo na tarde de ontem.

**********

Depois das apresentações de praxe, os dois passaram a trocar ideia de Padre (Simão Santos) e Pastor (Marcelo), já pensou!

***********

Entre uma conversa e outra o Pastor Marcelo mostrou músicas do CD do Silvinho com Toadas de Boi Bumbá que está em fase final de produção

***********

 Foi quando chegou o Samuel da Banda Kilomblocada e eu fiz questão que o Marcelo mostrasse ao nosso Padre Simão, o trabalho dos Beras mais Beras de Porto Velho, o que o encantou. Fora isso, eu já estava mostrando meu trabalho que já está no Spotify, sem esquecer, que o João Luiz Kerds aproveitou para gravar algumas passagens minha, cantando músicas que farão parte dos clipes que está produzindo com três das minhas músicas.

**********

É aqui que volto ao tema central dessa Lenha, o Auxilio Emergencial aos produtores culturais, conhecido como Lei Aldir Blanc. Naquele pequeno espaço do Estúdio Trilha, vários artistas estavam produzindo importantes trabalhos em suas carreiras.

**********

Por um momento saí do ar sem sair do lugar, imaginando se Eu, a Banda Kilombloclada. Silvinho, Dinho Malcriado e tantos outros artistas, teriam condições de estarem festejando, a gravação de suas produções musicais, se não fosse o Auxilio oriundo da Lei Aldir Blanc.

************

Por isso, precisamos abraçar a causa dos artistas que estão lutando para que o governo federal autorize aos governos estaduais, o uso  dos recursos que não foram investidos nos primeiros Editais em abertura de novos Editais de Chamamento Público para a habilitar mais Projetos dos nossos artistas.

***********

A Lei Aldir Blanc é muito importante para nossa categoria. Categoria que foi a primeira a ser impedida de trabalhar e com certeza, será a última a ganhar o direito de voltar a trabalhar para garanti o sustento de suas famílias.

**********  

Ia esquecendo que o Padre Simão morou por muitos anos (mais de Dez) no Paraguaia onde é ídolo como artista cantor e compositor, inclusive com muito sucesso na Televisão Paraguaia e, apesar de ser Nordestino do Brasil e Beradeiro de Porto Velho, por ter vivido muito tempo em países castelhanos, fala com sotaque espanhol o que dar aquele charme quando profere a OMILIA. Quer conhecer, vai à missa das 8 horas de domingo,

 na Igreja Nossa Senhora de Nazaré a rua Pau Ferro no bairro Eldorado.

***********

Ou então procura pelo Padre Simão Santos no canal do youtube e você vai conhecer o maravilhoso trabalho musical em terras paraguaias e uruguaias.

***********

Opa! Em breve você vai assistir o vídeo clip que o João Kerdes está produzindo com minhas músicas: Porto, Velho Porto; Balanço do Trem e Lamento da Amazônia.

**********

Graças a Lei Aldir Blanc.


Festival AFROMUSIC #2 celebra a música preta com programação online

Lenha na Fogueira com Padre Simão e o Festival AFROMUSIC #2 - Gente de Opinião

Repetindo a dose de autenticidade e frescor do ineditismo, neste ano o Festival AFROMUSIC realiza sua segunda edição com shows de artistas e bandas pretas que estão alavancando a nova cena independente, além de uma série de entrevistas que irão refletir sobre temas ligados à música e sociedade. Totalmente gravada no Teatro de Contêiner, no centro de São Paulo, as atrações vão ao ar nos dias 09, 10 e 11 de abril, sempre a partir das 19h, no canal do YouTube Universo Afromusic.

Viajando pelos ritmos tradicionais, contemporâneos e futuristas, Jup do Bairro, Gê de Lima, Izzy Gordon, Renato Gama, Biel Lima e Fabriccio são alguns dos convidados que destacaram repertório autoral em suas próprias linguagens. O grupo Mental Abstrato, por sua vez, realiza um feat inédito com a rapper baiana Mana Bella, que nesta versão funde suas rimas aos beats e células rítmicas consagradas do jazz atual. Já a Banda Nova Malandragem, que celebra o samba-rock clássico em composições instrumentais, convida o ilustre e experiente trompetista Walmir Gil.

Fechando a agenda, Ballet Afro Koteban faz um resgate ancestral com o espetáculo que mescla som e dança a partir de uma pesquisa aprofundada da cultura Malinkê, do oeste da África. E, no ano em que o carnaval foi cancelado em todo o país, em virtude da pandemia de Covid-19, o Bloco Afro Afirmativo Ilu Inã, acostumado às ruas de São Paulo, oferece ao público seu novo "MacumBrass".

Emparelhado aos shows, compõem a programação 10 pílulas de conteúdo sobre a construção do DNA musical afro-brasileiro. Nomes como o do multiartista Salloma Salomão, da pesquisadora Danielle Almeida, dos cantores e compositores Marina Afares e Aloysio Letra estão confirmados. A Deputada Erica Malunguinho abre o Festival discorrendo sobre o tema que orientou a construção desta edição: "Música tem Cor".

"Estamos no país mais preto fora da África e é fato que a população preta e originária do Brasil inscreveu expressões vitais em nossa identidade até os dias atuais", reflete Hever Alvz, idealizador e curador do festival. "O AFROMUSIC #2 é um convite para conhecer um universo que enaltece a música preta brasileira e mostra com quantos tons é feito um encontro que fortalece a herança e a imensa criatividade do povo preto", complementa.

Totalmente online e gratuita, essa é uma iniciativa para romper com as fronteiras da cidade e brindar o público com a arte que, mais do que nunca, tem sido um alento frente ao conturbado contexto de isolamento social.

Assinando o registro e a montagem audiovisual, Joyce Prado, da Oxalá Filmes. A apresentação é da jornalista Nayara de Deus. A realização fica a cargo do Ministério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura e Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa.

Do começo ao fim, o Festival AFROMUSIC #2 é uma expressão fundamental a favor da vida e da cultura da população afro-brasileira.

 

SOBRE O FESTIVAL AFROMUSIC:

 

Criado em 2017, amplificou o protagonismo preto no cenário musical em São Paulo, sendo um dos primeiros festivais da cena paulistana pensando uma programação exclusivamente formada por artistas, bandas e coletivos pretos da música independente. Na época, entres os destaques estiveram a recém chegada às terras paulistanas Luedji Luna, os artistas Anna Tréa, Senzala Hi-Tech, Ilu Inã e outros.

SERVIÇO:

Dias 09, 10 e 11 de Abril de 2021, sempre a partir das 19h.

TRANSMISSÃO:

Pelo canal Universo Afromusic - online e gratuito www.youtube.com/universoafromusic

 

PROGRAMAÇÃO DO FESTIVAL AFROMUSIC #2

1º DIA: 

09 de abril, sexta-feira. A partir das 19h00.

19h Pílulas de entrevista: “Música Tem Cor”, com Erica Malunguinho

Show: Izzy Gordon

20h Pílulas de entrevista: “Música Preta Experimental”, com Felinto  

Show: Biel Lima

21h Show: Jup do Bairro - Pílulas de entrevista: “Pretas Mulheres na Composição”, com Marina Afares

 


2º DIA

10 de abril, sábado. A partir das 19h00.

 

19h Pílulas de entrevista: “Música Afrofuturista”, com Melifona
Show: Fabriccio

20h 
Pílulas de entrevista: “América Diaspo-Sonora”, com Danielle Almeida
Show: Renato Gama


21h Entrevista: “O Rap é mais que compromisso”, com Daniela Vieira
Show: Mental Abstrato feat. Mana Bella

22h Show: Bloco Afro Afirmativo Ilu Inã apresenta "MacumBrass"
Entrevista: “Carnaval e organização social preta”, com Fernando Alabê

 

3º DIA

11 de abril, domingo. A partir das 19h00.

 

19h00 Entrevista: “Tudo é samba”, com Amailton Azevedo

Show: Ballet Afro Koteban

20h00 
Entrevista: “Canto ancestral”, com Aloysio Letra

Show: Gê de Lima
21h00 
Show: Banda Nova Malandragem convida Walmir Gil

Entrevista: “Sons de Kemet”, com Salloma Salomão

 

MÍDIAS OFICIAIS:
Instagram: www.instagram.com/universoafromusic
Facebook: www.facebook.com/universoafromusic

YouTube: www.youtube.com/universoafromusic

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Silvio Santos

Lenha na Fogueira com Samba Autoral Solidário e Franklyn Queiroz com o álbum Revolução do Bem

Lenha na Fogueira com Samba Autoral Solidário e Franklyn Queiroz com o álbum Revolução do Bem

Lenha na Fogueira Samba Autoral Solidário************O atual cenário, vem causando muita dor, perdas e sofrimento. Nesta pandemia, além do Covid.19, m

Lenha na Fogueira com  Revitalização do Cemitério da Candelária e das Locomotivas

Lenha na Fogueira com Revitalização do Cemitério da Candelária e das Locomotivas

Lenha na Fogueira  Nem só de notícia ruim, se vive em tempo de pandemia. Nossa coluna desta quinta feira dia 15, traz algumas noticiais que podemos c

Lenha na Fogueira com ônibus superlotado em Porto Velho e o programa Revive Brasil

Lenha na Fogueira com ônibus superlotado em Porto Velho e o programa Revive Brasil

Lenha na Fogueira Tudo leva a crer, que a estratégia da prefeitura de Porto Velho, em salvar a empresa responsável pelo transporte coletivo, através d

Lenha na Fogueira com a desfiliação de Roberto Sobrinho do PT e a polêmica das compras das vacinas

Lenha na Fogueira com a desfiliação de Roberto Sobrinho do PT e a polêmica das compras das vacinas

Lenha na Fogueira Vamos sair um pouco da praia CULTURAL e armar nossa barraca na praia POLÍTICA!**********A Notícia que estar bombando no meio polític