Porto Velho (RO) sexta-feira, 7 de maio de 2021
×
Gente de Opinião

Silvio Santos

Lenha na Fogueira com os Projetos da Lei Aldir Blanc, o álbum da Banda “Benvindo ao Pacífico e o ”Flor do Maracujá vai acontecer ou não este ano?


Lenha na Fogueira com  os Projetos da Lei Aldir Blanc,  o álbum  da Banda “Benvindo ao Pacífico e o ”Flor do Maracujá vai acontecer ou não este ano? - Gente de Opinião

Lenha na Fogueira

 

A Ministra Carmen Lúcia do STF acatou pedido de liminar do governo do Pará, garantindo mais tempo para nossos fazedores de cultura executarem os Projetos da Lei Aldir Blanc.

**********

O que a Ministra do STF fez, é justamente o que a Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados está lutando e vai conseguir, aprovar no plenário do Congresso Nacional o que já conseguiu no Senado que é a prorrogação para a execução dos Projetos habilitados pela Lei Aldir Blanc.

**********

No caso de Rondônia, existem Projetos cujo prazo para execução vai até o final do mês de maio, enquanto que a prestação de contas, deve ser apresentada até o final do mês de junho.

**********

O Projeto que em breve, o presidente da República deve sancionar, prorroga tanto a execução, quanto a prestação de contas, para o final deste ano e em alguns casos, a prestação de contas pode ser apresentada até o início do ano 2022.

************

A publicação dessa prorrogação deve ser publicada no Diário Oficial da União antes do final do mês de maio, para não deixar a turma fazedora de cultura ansiosa.

**********

Independente da execução dos Projetos já habilitados, os fazedores de cultura de todo o Brasil, querem mesmo, é que o governo autorize a utilização dos recursos que estão nas contas dos Fundos de Cultura, em novos Editais.

***********

Só assim os artistas e produtores que não conseguiram habilitar seus Projetos ano passado, vão poder usufruir da Lei Emergencial, que recebeu o nome do compositor Aldir Blanc, com a publicação de novos Editais. Esse é o sonho de todos os fazedores de cultura.

**********

Lembrando que o setor de arte e cultura, foi e está sendo o mais afetado com a Pandemia do Coronavírus, já que os shows com a presença de público estão suspensos e do jeito que a vacinação está sendo executada, com certeza, só lá para meados do ano de 2022 a Pandemia estará controlada e só então, vamos poder contar com a realização dos espetáculos com a presença do público. Cinema, teatro, futebol, carnaval, festas juninas, enfim todos os grandes eventos que dependem da presença de público, só voltarão pra valer, após o meio do ano de 2022. Outra data, é sonho!

***********

Por falar nisso, até agora não vi nenhuma entidade que reúne Grupos Folclóricos se manifestarem sobre os preparativos para as festas juninas, entre elas o Arraial Flor do Maracujá. Quero perguntar a SEJUCEL, FEDERON e UNAJUP se o Flor do Maracujá vai acontecer ou não este ano?

***********

Até porque até esta data, nenhum grupo folclórico de Quadrilha ou Boi Bumbá iniciou seus preparativos, coisa que em tempo normal já estaria acontecendo deste o início do mês de março.

**********

Posso até estar enganado, mas, tenho quase certeza, que os desfiles carnavalescos, tanto de blocos como escolas de samba, não acontecerão no ano de 2022. Pelo menos na data oficial do carnaval. Caso contrário, só acontecerão no que chamamos de Carnaval Fora de Época que geralmente acontece no mês de julho. Tô falando no ano de 2022!

***********

Por falar em Lei Aldir Blanc, em breve; muito em breve mesmo, vamos assistir a live com a História do Mestre da Cultura Popular ERNESTO MELO – O POETA DA CIDADE.

***********

Outra live que está para acontecer, é a do lançamento do livro com a história do Bloco Galo da Meia Noite que já está em faze final de impressão. É como se fala no jargão literário; está no Prelo.

**********

Lembrando que a Covid 19 está aí, por isso não vamos deixar de usar máscara, só sair de casa em caso muito especial. Lembrando que por falta de espaço, o Cemitério de Santo Antônio parou de receber corpos de vítimas da Covid 19.

**********  

Só nos resta orar para que a Vacina chegue em quantidade suficiente para imunizar o maior número de pessoas possível. VACINA é A SALVAÇÃO!


BENVINDO AO PACÍFICO

Banda rondoniense é contemplada com recursos da Lei Aldir Blanc apresenta o álbum Terra Firme

Lenha na Fogueira com  os Projetos da Lei Aldir Blanc,  o álbum  da Banda “Benvindo ao Pacífico e o ”Flor do Maracujá vai acontecer ou não este ano? - Gente de Opinião

A Banda portovelhense “Benvindo ao Pacífico” iniciou 2021 com uma série de atividades para a produção do novo disco, chamado “Terra Firme?” e lives que relembram o último trabalho do grupo, o EP “Água Turva”, lançado em 2019.

O trabalho surgiu após a contemplação em dois editais de chamamento público lançados pelo Governo de Rondônia, através da Superintendência Estadual de Juventude, Cultura, Esporte e Lazer – SEJUCEL, a partir da Lei Aldir Blanc de apoio à cultura, que premiou artistas e músicos para que continuassem com suas atividades mesmo com as dificuldades da pandemia.

O primeiro edital em que a Benvindo foi contemplada, chamado MARECHAL RONDON, teve como objetivo o chamamento público para publicação e difusão de expressões culturais, especialmente para a gravação de discos (álbuns, Eps e singles) e vídeos. Vai possibilitar a produção e gravação do novo disco da banda e realização do clipe. 

O segundo edital, chamado MARY CYANNE, foi criado para fomentar a cultura e a produção artístico-cultural para transmissões de apresentações ao vivo e gravadas. Vai possibilitar às três lives que serão realizadas pela banda. 

A chegada dos novos projetos faz com que a banda retorne ao cenário otimista que mantinha antes do início da pandemia. Em março de 2020, o grupo estava com a agenda cheia de apresentações e uma expectativa positiva para o crescimento da carreira e a realização de muitos outros projetos.

Com o isolamento social e o impacto no setor de eventos, o jeito foi se virar produzindo conteúdo na internet. Foi a partir daí, que durante o primeiro semestre do ano passado, que a banda começou a preparar lives em seu perfil do Instagram e convidar outros artistas para participarem e trocarem experiência. 

Aprovada nos dois editais estaduais, a Benvindo ao Pacífico retornou à agenda de compromissos novamente, a começar por uma série de lives que marcam o encerramento do primeiro disco. A apresentação “Água Turva ao vivo” será exibida durante o mês de abril, iniciando no dia 17 às 20h, e posteriormente nos dias 21 e 25 de abril às 20h (horário de Rondônia). A transmissão será no canal do Youtube da Benvindo e no facebook da banda.

No repertório, o público pode esperar as músicas do último EP da banda, além de músicas de artistas parceiros e composições de bandas das quais os integrantes da Benvindo fizeram parte no passado (Versalle, Vitrola de Ficha, Recato). Rômulo Pacífico, vocalista e guitarrista, compartilha a expectativa:

“Antes da Benvindo ao Pacífico, todos fizemos parte de outras bandas. E a história que construímos ao longo da nossa jornada é motivo de orgulho e inspiração para continuar compondo. Por isso, fazemos questão de compartilhar com o público parte do que vivemos em outros projetos musicais”.

Além das lives, a Benvindo vem trabalhando na produção do disco “Terra Firme?”, que será lançado na segunda quinzena de maio. O novo álbum contará com doze faixas, todas inéditas, nas quais a banda mostra o amadurecimento resultante de seus três anos de atividade através de melodias originais e letras baseadas em dualidades como vida e morte, felicidade e tristeza, coragem e medo, esperança e fatalismo.

Como maior surpresa, “Terra Firme?” traz quatro canções em que o baixista Anderson Benvindo assume os vocais em suas composições, antes cantadas por Rômulo. 

“Esse momento de estar no estúdio produzindo e gravando é um dos pontos altos da atividade de ser músico e de ter banda autoral. ‘Tá’ sendo uma experiência muito enriquecedora. Convidamos novamente os produtores Jeff Almeida e Thiago Maziero, os mesmos parceiros que nos ajudaram a trazer ao mundo o nosso primeiro trabalho”, finaliza Rômulo.  

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Silvio Santos

Lenha na Fogueira com o “Galo da Meia Noite, Uma Festa a Mais” e o Festival PAN! Prorroga exibições de espetáculos

Lenha na Fogueira com o “Galo da Meia Noite, Uma Festa a Mais” e o Festival PAN! Prorroga exibições de espetáculos

Lenha na Fogueira  Acontecerá neste sábado, dia 08 de maio, véspera do Dia das Mães, a Live de Lançamento do Livro: “Galo da Meia Noite, Uma Festa a M

Lenha na Fogueira com Nazaré: do verde ao barro e o SHOW SOBRE VOCÊ do cantor BRUNO BRATILIERI

Lenha na Fogueira com Nazaré: do verde ao barro e o SHOW SOBRE VOCÊ do cantor BRUNO BRATILIERI

Lenha na Fogueira  Animação inspirada em Nazaré, distrito do baixo Madeira em Porto Velho, estreia neste final de semana. Nazaré: do verde ao barro é

Lenha na Fogueira com o “Prorroga já! Prorroga Rondônia!, Prorroga SEJUCEL!” e o ‘Minuano’, de Bado, traz identidades culturais em poesia e melodia

Lenha na Fogueira com o “Prorroga já! Prorroga Rondônia!, Prorroga SEJUCEL!” e o ‘Minuano’, de Bado, traz identidades culturais em poesia e melodia

Lenha na Fogueira  O I Fórum Digital de Cultura de Rondônia realizado por iniciativa da rede Pro Cultura e outros coletivos na tarde dessa segunda-fei

Lenha na Fogueira com “A Mãe da Seringueira e a Onça” e Do Cangaço ao Seringal – A história do forró

Lenha na Fogueira com “A Mãe da Seringueira e a Onça” e Do Cangaço ao Seringal – A história do forró

Lenha na Fogueira E ontem aconteceu o lançamento do livro infanto-juvenil: “A Mãe da Seringueira e a Onça” *************O lançamento aconteceu de form