Porto Velho (RO) sábado, 16 de outubro de 2021
×
Gente de Opinião

Silvio Santos

Lenha na Fogueira com o Poeta da Cidade mestre Ernesto Melo e o Sesc RO promove exposição


Lenha na Fogueira com o Poeta da Cidade mestre Ernesto Melo e o Sesc RO promove exposição - Gente de Opinião

Lenha na Fogueira 

 

Porto Velho meu dengo desde que eu me entendo, tu és o meu caso de amor, o teu céu, o teu ar, teu perfume, tuas meninas em flor, o teu verde é o mais verde dos verdes, teu luar é o mais belo luar, quando se faz serenata, tua lua de prata é um convite pra amar...

**********

... Se eu for cantar Porto Velho, te juro meu ‘velho’, não paro hoje não!

**********

O que nós temos que fazer neste dia maravilhoso, é exaltar o Poeta da Cidade mestre Ernesto Melo que na realidade, completou no dia de ontem (19), 70 anos de idade.

***********

Qualquer palavra, qualquer verso, qualquer poema, qualquer samba não será o suficiente para mostrarmos ao ‘VELHO” o quanto o admiramos e amamos.

**********

Para completar nossa felicidade, por estar vivendo esse momento tão maravilhoso, Ernesto Melo vai nos presentear com um show musical na noite de hoje, no Mercado Cultural onde vai reunir literalmente a Fina Flor do Samba no palco montado no Calçadão Manelão entre tantos convidados destacamos:

***********

O sambista/cantor/compositor carioca JORGINHO DO IMPÉRIO cantor dos mais festejados no mundo do samba do Rio de Janeiro.

**********

Pra quem não sabe, Jorginho do Império é filho de um dos fundadores da escola de samba “Império do Samba” MANO DÉCIO DA VIOLA.

**********

Completando a Roda de Samba, no palco também estarão os sambistas de Porto Velho Mestre Oscar, Zé Baixinho, Mestre Silvio Santos, Bainha, Barney Ferreira, Cezar Coimbra e Érika Patrícia e é Claro Ernesto Melo e a Fina Flor do Samba.

**********

Ainda sobre Jorginho do Império: Desde de criança frequentou a escola, (Império Serrano) sendo um de seus mascotes.

***********

Foi o puxador oficial da Império Serrano nos anos de 1996, 1997 e 1999.

***********

Começou a carreira fazendo abertura de shows de Martinho da Vila. Em 1971 foi eleito "Cidadão Samba do Estado da Guanabara". Por essa época, participava como ritmista do grupo que acompanhava Martinho da Vila. No ano de 1973 lançou o primeiro LP "Pedra noventa". No ano seguinte, em 1974, gravou o disco "Quem quiser pode vir".

***********

Pois é, hoje é dia de festejar os 70 anos de vida do nosso Poeta da Cidade Ernesto Melo a partir das 19 horas no Mercado Cultural. Vamos  lá

**********

Parabéns amigo e parceiro! 


Sesc RO promove exposição sobre Memória e Corpo em Porto Velho

Lenha na Fogueira com o Poeta da Cidade mestre Ernesto Melo e o Sesc RO promove exposição - Gente de Opinião

Será inaugurada no próximo dia 27 de agosto, sexta-feira às 18h, na Casa de Cultura Ivan Marrocos, a exposição de artes visuais “Mover Dilúvios/Kayary em Decanto”, de autoria da ceramista rondoniense Déba Tacana. Promovido pelo Serviço Social do Comércio – Sesc Rondônia, o evento faz parte do projeto Exposição de Artes Visuais – Centro, que compreende ações destinadas à criação, produção, difusão e preservação de manifestações dessa linguagem com intuito de democratizar o acesso a esse tipo de programação, contribuir com a formação de público, além de dar espaço para artistas visuais e produtores culturais.

A exposição Mover Dilúvios apresentará as obras da artista Déba Tacana que, por meio do saber ancestral da cerâmica, fala sobre a memória do Rio Madeira, os corpos visíveis e invisíveis que nele se movem e habitam. O conceito poético da exposição abordará o espaço dos rios e cidades amazônicas a partir de pesquisas desenvolvidas no campo das artes visuais, arqueologia, patrimônio e memória de Rondônia

As obras ficarão expostas na Casa de Cultura Ivan Marrocos até o dia 30 de setembro, de segunda à sexta-feira das 8h às 17h30; e aos sábados das 9h às 14h. A entrada é gratuita.

SOBRE A ARTISTA 

Déba Viana Tacana é ceramista, nasceu em território de dispersões e encontros, nas fronteiras entre Brasil e Bolívia. Vinda do estado de Rondônia, tem origens indígena e cigana. Como artista visual, investiga na permanência dos corpos cerâmicos memórias que dizem de outras dimensões para entender território e etnicidade. A "luz que anda", presente em territórios indígenas entre Andes e Sertões, Amazônia e Pampas, é também corpo que demarca território, sendo trazido nas investigações poéticas da artista com a cerâmica.

 

Serviço: Abertura da exposição Mover Dilúvios/ Kayary em Decanto

Quando? 27 de agosto, sexta-feira, às 18h

Onde? Casa de Cultura Ivan Marrocos, localizada na Avenida Carlos Gomes, 563, Caiari, Porto Velho – RO

Quanto? Gratuito

Classificação indicativa: Livre

Realização: Serviço Social do Comércio – Sesc RO

Parceria: Governo do Estado de Rondônia por meio da Casa de Cultura Ivan Marrocos

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Silvio Santos

Lenha na Fogueira com o filme "O Pecado de Paula" e os Editais da Lei Aldir Blanc

Lenha na Fogueira com o filme "O Pecado de Paula" e os Editais da Lei Aldir Blanc

A Fundação Cultural do Estado de Rondônia (Funcer), realiza neste sábado (16), o ensaio para a gravação do filme em linguagem teatral "O Pecado de Pau

Lenha na Fogueira com o Museu Casa Rondon e a eleição da nova diretoria da FESEC

Lenha na Fogueira com o Museu Casa Rondon e a eleição da nova diretoria da FESEC

Entrega da obra do Museu Casa Rondon, em Vilhena.  A finalidade do Museu é proporcionar e desenvolver o interesse dos moradores pela rica história

Lenha na Fogueira com o Dia de Nossa Senhora Aparecida e o Dia das Crianças

Lenha na Fogueira com o Dia de Nossa Senhora Aparecida e o Dia das Crianças

Hoje os católicos celebram o Dia de Nossa Senhora Aparecida a padroeira do Brasil. Em Porto Velho as celebrações vão acontecer no Santuário de Apareci

Jorgiley – Porquinho o comunicador que faz a diferença no rádio de Porto Velho

Jorgiley – Porquinho o comunicador que faz a diferença no rádio de Porto Velho

Tenho uma maneira própria de medir a audiência de um programa de rádio. É o seguinte: quando o programa ecoa na rua por onde você está passando, dando