Porto Velho (RO) quinta-feira, 16 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Silvio Santos

Lenha na Fogueira 28/02


T A L E N T O

Theo Rodrigues de PVH

para os USA e vice-versa

O compositor e cantor lança seu segundo CD no meio do ano primeiro no Brasil e depois na Europa

O Jovem Theo Rodrigues, cantor e compositor nascido em Porto Velho em 1975, hoje se destaca nos Estados Unidos da América. Segundo Theo, tudo começou em 1998 ao classificar uma canção de sua autoria, entre as 12 músicas que fariam parte do CD do FAM-SESC. "Ao gravar com músicos do naipe de Serginho Santos, Júlio Yriarte e Bira Lourenço, senti que tinha potencial para seguir em frente". Foi o que fez, embarcou para Goiânia com o propósito de gravar um CD fato que foi realizado. Com o disco pronto, passou a se apresentar na capital de Goiás, Tocantins, Maranhão, Brasília e até São Paulo, suas músicas passaram ser tocadas nas rádios do Centro Oeste. Foi então que o jovem resolveu dar um salto mais alto. Brasília estava pequena para sua pretensões, procurou a Embaixada dos Estados Unidos por duas vezes e por duas vezes, não conseguiu o visto para entrar no país do Tio Sam, "Deu um estalo e fui parar no Consulado do Canadá em São Paulo e lá consegui o visto de entrada". Ao chegar no Canadá, o cantor e compositor nascido em Porto Velho, filho do também artista compositor Ciro Rodrigues, procurou a Embaixada Americana onde convenceu a funcionária responsável pelo visto de entrada, licença para divulgar seu trabalho musical nos Estados Unidos. "Só que não foi aquele mar de flores não, ralei muito, trabalhei em loja de conivência de Porto de Gasolina, trabalhei em super mercado, lavei chão e fui garçom", conta Theo. Depois de algum tempo e de ter aprimorado seu inglês estudando em Harvard. Theo começou a melhorar de vida. Participou de festival de música como único representante latino americano. "Acontece que toquei rock e os americanos adoraram minha música. Fiquei em terceiro lugar e daí pra frente tudo melhorou". Theo encontra-se no Brasil onde grava um novo CD no Rio de Janeiro. Aproveitando a folga do carnaval veio a Porto Velho visitar seus familiares. "Há sete anos, não via meus pais e amigos". Em sua passagem por Porto Velho, Theo nos concedeu uma entrevista que vai ser divulgada domingo, na página do Zekatraca que é publica no "Caderno Diário Revista página 2". Além da entrevista, você pode ficar conhecendo melhor o portovelhense que faz sucesso nos Estados Unidos, através do site,www.theorodrigues.com.


Chega!

******
Cansei!

*******
Tá na hora!

******
É preciso parar!

******
Cansei de cansar os leitores!

******
Aliás, cansei de tentar cansar os leitores com minhas "babaquices"

******
O estresse tomou conta do meu ser e quando isso acontece só tem um jeito

******
É o jeito que só o brasileiro sabe dar!

******
Parar no meio do caminho e descansar.

******
Então chegou a minha vez!

******
Depois de enfrentar o Flor de Cacto, o Flor do Maracujá, A Copa do Mundo,O Imaginário e seus Jabutis Bumbás.

******
Depois de ver a Juabp derrotar a Rádio Farol.

******
Depois de ver a queda do Ocampo e a ascen;ão do Jucelis.

******
Depois de assitir também a queda do Ariel e a Ascenção do Julio Yriarte.

******
Depois de ver o trem voltar a trafegar e descarrilhar mais uma vez.

******
Depois de participar das audiencias públicas sobre as Usina do Madeira

******
Depois de ver o Edmundo ir embora

******
E ver o Robinson assumir a editoria do jornal.

******
Depois de ver a Malu chegar e o Robinson criar o Caderno de Cultura.

******
Depois de ver a Yalle Dantas sair e voltar a fazer parte da nossa equipe.

******
Depois de ser mais uma vez campeão com o Corre Campo no Flor do Maracujá.

******
Depois de ver o Malhadinho mais uma vez desbancar o Flor do Campo no Festival de Guajará Mirim.

******
Depois de ver a briga do Galo da Meia Noite X Bloco Rio kaiary chegar ao fim.

******
Depois de ver o manelão esturrando que nem Leão pela permanencia do persurso da Banda.

******
Depois de assistir várias reuniões entre o MP, Representante da Banda e Igrejas.

******
Depois de constatar que a construção do teatro é promessa que não sai do papel.

******
Depois de ver que o patrimônio da Madeira Mamoré continua jogada às traças.

******
Depois de ver que Porto Velho continua como um das cidades mais violentas do Brasil.

******
Depois de ouvir prefeito dizer que vai construir nosso Centro de Convenções que vai abrigar o sambodromo, bumbodromo e outros ódomos...

******
Depois de participar do seminário das Culturas Populares em Brasília

******
Depois de ver que turismo em Porto Velho é tratado a pão e água.

******
Depois de ver a Casa da Cultura quase abandonada.

******
Depois de ver a Casa da Cultura sendo tratada com carinho pela equipe comanda pelo Robson.

******
Depois do Estandarte de Ouro.

******
Depois de ganhar o troféu de melhor Amo do Flor do Maracujá.

******
Depois de tudo isso!

*****
Temos que tirar o chapéu para o amigo leitor.

*******
Tirar o chapéu porque o leitor tem coragem de ler o que escrevemos.

******
Mesmo depois de ver que as escolas de samba de Rolim de Moura não desfilaram porque faltou apoio da prefeitura.

******
Depois de ver, que os blocos carnavalescos de Guajará Mirim não defilaram porque o juizado de menores não liberou a participação de crianças.

******
Depois de ver que o juizado de menores gosto mesmo é de fiscalizar entidade carnavalesca já em em Porto Velho eles foram autuar escola de samba na passarela do samba.

******
Depois de ver que as escolas de samba filiadas a FESEC realizaram grandes desfiles no carnaval deste ano.

******
Mesmo com a falha da sonorização no domingo de carnaval!

******
Mesmo assim assistimos grandes dessfiles.

******
Depois de brigar para que o repasse para as escolas de samba saísse a contento.

******
Depois de tudo isso só parando para desestressar.

******

zekatraca@diariodaamazonia.com.br

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Silvio Santos

Aluízio Batista Guedes - Diamante Negro – A vitória da superação no Flor do Maracujá

Aluízio Batista Guedes - Diamante Negro – A vitória da superação no Flor do Maracujá

O presidente do Boi Bumbá Diamante Negro campeão da XXXVII Mostra de Quadrilhas e Bois Bumbás que aconteceu de 27 de julho a 5 de agosto, no Arraial F

Bainha - O Menestrel do samba completa 80 anos com muito vigor - Por Zekatraca

Bainha - O Menestrel do samba completa 80 anos com muito vigor - Por Zekatraca

Era o dia 11 de agosto de 1938, e o soldado Pinheiro foi chamado as pressas à maternidade da unidade militar do Forte Príncipe da Beira pois sua

Está rolando o Arraial “Floresta na Roça' - Por Zekatraca

Está rolando o Arraial “Floresta na Roça' - Por Zekatraca

Desde de ontem, está rolando o Arraial “Floresta na Roça”, que bem poderia ser chamado de Arraial da Juabp. Na realidade, é uma realização da Associaç

A graça do personagem Bicho Folharal no Arraial - Por Zekatraca

A graça do personagem Bicho Folharal no Arraial - Por Zekatraca

De repente, surge aquela figura coberta de folhas, correndo sem parar pela arena do Arraial Flor do Maracujá