Porto Velho (RO) quinta-feira, 16 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Silvio Santos

Lenha na Fogueira 22/02


São João Batista é campeã do Grupo Especial

Lenha na Fogueira 22/02 - Gente de Opinião
Em seis anos de existência a São João Batista conquista seu terceiro título

Com o tema de “Caiari a Madeira – Um Amigo Cheio de Energia”, a escola de samba Acadêmicos do São João Batista conquistou o título de campeã do Grupo Especial das escolas de samba filiadas à Fesec em 2007. A escola comanda pela presidente Francilene Barreto, foi a última agremiação a entrar na passarela do samba na noite de segunda-feira (19) e, quem esperou para vê-la passar não se arrependeu. A agremiação surgiu com uma comissão de frente muito bem coreografada pelo Orisvaldo Pereira da Silva, o popular Bene, seguida do carro abre-alas em que João José, principal destaque da composição, mostrava uma fantasia super luxuosa, o que fez, muitos nas arquibancadas lembrarem os grandes desfiles da Pobres do Caiari e Castanheira. O samba-enredo, de autoria de Silvio M. Santos, Silvio José Santos, Banana e Rogério, interpretado pelo Banana, Eraldo, Rogério, Edgley e Buzuga levantou o público das arquibancadas, camarotes e avenida, além de ser cantado por todos os brincantes da escola. Os efeitos especiais como revoada de papel picado e iluminação especial, também arrancaram aplausos da platéia presente na avenida, que apesar do horário (mais de uma hora da madrugada), permanecia superlotada. A bateria, comandada pelo Mestre Cibalena, mostrou porque é considerada uma das melhores de Porto Velho e mereceu a nota 10.
A Ala das Baianas, ponto alto da São João Batista, fazia a saia rodar ao som do refrão do samba, enquanto os integrantes do carro da cultura se destacavam pela beleza das fantasias de bumbá e quadrilha. Os mais de mil integrantes da azul e branco desfilaram com garra, mostrando a força da comunidade do bairro São João Batista que tem, na professora Francisca, Salles, Moacir Lamego e tantos outros, como Dagmar, Rogério entre tantos, seus representantes maiores. “Não poderíamos deixar de elogiar o trabalho do artesão Flávio Lacerda, responsável pela confecção e montagem das alegorias e o trabalho do carnavalesco, Elsio Anderson Silva Marinho e toda sua equipe”, agradece a presidente Francis.

 Que pena, o carnaval chegou ao fim!

*******
Foi um dos melhores carnavais de todos os tempos em Porto Velho.

*******
Do Bloco "Até que a Noite Vire Dia" ao desfile das escolas de samba, a turma brincou a valer

******
E o que foi melhor, sem violência.

******
Não precisamos mais dizer que a Banda do Vai Quem Quer foi um show de organização.

******
Basta apenas parabenizar a equipe de segurança que contou com praticamente todos os órgãos envolvidos no assunto, como PM, MP, Comissão de Eventos de Grande Porte, Sentram, Cia de Trânsito, Samu, Sesau entre outros.

******
Galo da Meia-Noite, Canto da Coruja, Arerê, Rio Kaiary, Alho, Pirarucu do Madeira, Sintero, Sai do 4 e volte de 4. Todos foram bons.

******
A Banda que mais faturou foi a conhecida como Banda Carijó.

******
A turma comandada pelo Teixeira puxou os seguintes blocos: Galo da Meia-Noite, banda do Vai Quem Quer, Até que a Noite Vire Dia e Pirarucu do Madeira, além de tocar o carnaval do Kabana's

*******
Já na avenida tivemos dois dias distintos.

******
Domingo com os desfiles dos blocos Acunneraa, Impossíveis e Jaima e com as escolas de samba do Grupo de Acesso, foi uma coisa.

******
A sonorização de domingo foi uma "merda".

******
A diretoria da Fesec juntamente com a diretoria das escolas do grupo de acesso, inclusive, chegou a divulgar no serviço de alto-falante, instalado na avenida, que as escolas só entrariam se o som fosse regularizado.

******
Depois, a pedido dos diretores da Asfaltão, Pedro Wilson e Fernando Chapéu que alegaram respeito ao público, a Fesec liberou o início do desfile com uma hora de atraso.

******
O interessante foi que mesmo com o atraso no início dos desfiles, a programação de domingo no que diz respeito ao desfile das escolas de samba, foi cumprida a risca.

******
Quero me referir quanto ao horário de encerramento do desfile da última escola daquele dia, a Império do Samba que terminou por volta dos 40 minutos da madrugada de segunda-feira...

******
Vale salientar que pela programação da Fesec, a escola deveria terminar seu desfile aos 30 minutos de segunda-feira. Quer dizer, o atraso foi apenas de 10 minutos.

******
Meu amigo Nilson, da Criativa foi mais bombardeado que o Iraque no domingo de carnaval porque a sonorização estava péssima.

******
Segunda-feira o negócio melhorou e muito.

******
O que faltou no domingo tinha demais na segunda-feira.

******
Nilson colocou à disposição das escolas de samba o Trio Criativa e os desfiles foram sucesso.

******
Todo mundo elogiou a sonorização de segunda-feira.

******
Aqui, vão os nossos parabéns ao Nilson da Criativa pelo som colocado à disposição das escolas de samba do Grupo Especial, na segunda-feira de Carnaval. Valeu Criativada!

******
O que faltou na passarela do samba foi mais arquibancada.

******
Mais de 30 mil pessoas foram prestigiar os desfiles das escolas de samba só na segunda-feira e, por falta de arquibancada suficiente ficaram no meio da rua, atrapalhando (sem ser de propósito) os desfiles das agremiações.

******
Domingo foi a mesma coisa e praticamente a mesma quantidade de pessoas.

******
As arquibancadas montadas, comportam, segundo o seu proprietário, apenas 12 mil pessoas sentadas.

******
No meio da avenida, com certeza tinha 3 vezes mais gente.

******
O bom foi que ouvimos do prefeito Roberto Sobrinho, que ali mesmo será construído o Centro de Convenções

******
Disse o prefeito para esse escriba, no mês de junho você já vai assistir ao Trem de São João com essa avenida modificada. Deus lhe ouça prefeito!

Asfaltão vai desfilar no Grupo Especial
Lenha na Fogueira 22/02 - Gente de Opinião
O enredo “Do lixo ao luxo – Reciclar para preservar a vida”, apresentado na noite de domingo (18), na passarela do samba em Porto Velho, deu à escola de samba Asfaltão o título de campeã do Grupo de Acesso da Fesec. Apesar dos problemas com a falta de sonorização adequada, a escola do bairro Santa Bárbara, desfilou com muita garra e determinação, mostrando que, se tomarmos a decisão de reaproveitarmos o que é considerado lixo, muito estaremos contribuindo para a preservação do meio ambiente em que vivemos.
O samba de Bainha, Macumba, Zé Baixinho e Oscar levantou a platéia que lotou todas as dependências da passarela “Edson Fróes”, que cantava com a escola o refrão; “Tem gente que vive do lixo, sobrevivência! Tem gente que dorme no lixo, não tem moradia! Tem gente que come do lixo, meu Deus clemência! Tem gente que é o lixo, que agonia!”...
Da comissão de frente à ala das baianas, da bateria às alegorias e das alas de enredo à diretoria, a escola que tem como mascote a figura do Tigre, empolgou durante os 50 minutos de desfile. A bateria comanda pelo Mestre Admilson foi um show a parte, principalmente nas famosas “paradinhas” que seguia uma seqüência de convenções dentro da melodia do samba-enredo.
Asfaltão, que há alguns anos não se apresentava para o público de Porto Velho voltou e, voltou com sede de encantar a todos.
No próximo ano, a escola que tem além do presidente Reginaldo Macumba o Waldison Pinheiro – Misteira, Zé Baixinho, Oscar, Nazira, Silvia, Vanilce, Vilma, Fernando Chapéu e esposa, Bainha e muitos outros diretores, vai desfilar pelo Grupo Especial da Fesec. “Aproveitamos a oportunidade para agradecer as pessoas que acreditaram no nosso trabalho, entre elas o companheiro Pitaluga em nome do qual agradecemos a todos”, lembra o presidente Macumba.

zekatraca@diariodaamazonia.com.br Lenha na Fogueira 22/02 - Gente de Opinião
Hoje é o aniversário da minha querida mulher, Ana Célia (foto). Ao meu amor, parabéns!

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Silvio Santos

Aluízio Batista Guedes - Diamante Negro – A vitória da superação no Flor do Maracujá

Aluízio Batista Guedes - Diamante Negro – A vitória da superação no Flor do Maracujá

O presidente do Boi Bumbá Diamante Negro campeão da XXXVII Mostra de Quadrilhas e Bois Bumbás que aconteceu de 27 de julho a 5 de agosto, no Arraial F

Bainha - O Menestrel do samba completa 80 anos com muito vigor - Por Zekatraca

Bainha - O Menestrel do samba completa 80 anos com muito vigor - Por Zekatraca

Era o dia 11 de agosto de 1938, e o soldado Pinheiro foi chamado as pressas à maternidade da unidade militar do Forte Príncipe da Beira pois sua

Está rolando o Arraial “Floresta na Roça' - Por Zekatraca

Está rolando o Arraial “Floresta na Roça' - Por Zekatraca

Desde de ontem, está rolando o Arraial “Floresta na Roça”, que bem poderia ser chamado de Arraial da Juabp. Na realidade, é uma realização da Associaç

A graça do personagem Bicho Folharal no Arraial - Por Zekatraca

A graça do personagem Bicho Folharal no Arraial - Por Zekatraca

De repente, surge aquela figura coberta de folhas, correndo sem parar pela arena do Arraial Flor do Maracujá