Porto Velho (RO) sexta-feira, 22 de novembro de 2019
×
Gente de Opinião

Silvio Santos

Consciência Negra na Ivan Marrocos


Consciência Negra na Ivan Marrocos - Gente de OpiniãoO dia da Consciência Negra será comemorado na Casa da Cultura Ivan Marrocos, durante todo o dia de hoje 20, com exposição literária e exibição de vídeos. O artista plástico João Zoghbi promove o acabamento da escultura do busto de zumbi em argila durante todo o dia. “Na realidade, é uma espécie de oficina que o Zhoghbi vai aplicar a quem quiser participar e acompanhar a criação de uma figura em argila”, disse João Carlos Alves. Selmo Vasconcelos responsável pela Divisão Literária selecionou algumas publicações sobre a Raça Negra que ficará a disposição dos visitantes a partir das 8h00. Os artistas Bototo, Nazartes e Claudio Vrena também se comprometeram a passar o dia confeccionando pequenas peças em argila com o tema Negro.

A noite a programação continua, com a apresentação as 19h00 de Danças Circulares e a partir das 20h00 apresentação de Ernesto Melo e a Fina Flor do Samba. Com o show “A Fina Flor Canta Bazinho”. Antonio Serpa do Amaral – Basinho ha algum tempo vem trabalhando a produção de suas composições, todas sobre fatos ligados a história portovelhense, como a vida noturna da cidade quando ainda funcionava a Taba do Cacique; outra canção narra uma viagem de trem a Guajará Mirim com todo seu glamour. “Das doze composições do Basinho vamos fazer seis”, informa Ernesto Melo. O show será completado com músicas que falam sobre o tema Consciência Negra.

     


Consciência Negra na Ivan Marrocos - Gente de Opinião
 

Hoje o Brasil comemora o dia da Consciência Negra, uma homenagem a Zumbi dos Palmares, que morreu exatamente no dia 20 de novembro em 1695 lutando pela liberdade do seu povo.

********

Em 2003, no dia 9 de Janeiro, a lei 10.639 incluiu o Dia Nacional da Consciência Negra no calendário escolar. A mesma lei torna obrigatório o ensino sobre diversas áreas da História e cultura Afro-Brasileira. São abordados temas como a luta dos negros no Brasil, cultura negra brasileira, o negro na sociedade nacional, inserção do negro no mercado de trabalho, discriminação, identificação de etnias etc.

*********

Em 2011, a presidente Dilma Roussef sancionou a lei 12.519/2011, lei que criou a data, mas que não obriga que ela seja feriado. Isso significa que ser feriado ou não vai variar de cidade para cidade. O Dia da Consciência Negra é um feriado em mais de 800 cidades brasileiras.

********

Gente de OpiniãoHoje estamos “comemorando” ou “lamentando” os 318 anos da morte de Zumbi dos Palmares.

********

Zumbi dos Palmares foi um símbolo da força negra, e herói da conquista de Quilombo dos Palmares. 

*******

Partindo desse princípio, podemos dizer que hoje, o Zumbi do povo brasileiro, em especial dos menos favorecidos é o Presidente do Supremo Tribunal Justiça Ministro Joaquim Barbosa.

*******

Graças a esse cidadão, um negro que nos orgulha a todos, pela coragem em aplicar a Lei, contra os malfeitores do colarinho branco, que até bem pouco tempo, encontravam guarida seja em qual instancia fosse da justiça brasileira.

********

Veio Joaquim Barbosa e provou que quando se age em respeito às Leis não se tem do que temer. Hoje podemos comemorar o dia da Consciência Brasileira, pois os mensaleiros estão presos, uma demonstração viva de que o Brasil está mudando para melhor, apesar de ainda faltar muito para chegarmos ao ideal.

********

Quantos presidentes do STJ passaram e não bateram o martelo condenando aqueles que se achavam incondenáveis. Não que os Magistrados fossem coniventes com os malfeitores da República, se assim fosse, não teriam votado (maioria) a favor da condenação dos mensaleiros. Faltou apenas, àqueles que presidiram a Corte, respaldo para colocar em votação os Processos.Consciência Negra na Ivan Marrocos - Gente de Opinião

********

Em homenagem ao Dia da Consciência Negra – Dia de Zumbi dos Palmares solicitamos ao colega Analton Alves que escrevesse um artigo com o Título – “Joaquim Barbosa o Zumbi do Século 21”, que está publicado nesta coluna, abaixo.

********

Pois achamos que Joaquim Barbosa é a reencarnação de Zumbi dos Palmares. Que veio a terra para libertar através das Leis existentes no país, o povo brasileiro das garras dos malfeitores que por muitos e muitos anos se aproveitaram da cultura da impunidade e tiraram do povo, o direito de um salário digno, de uma saúde digna e de uma educação digna.

********

Quem dera ter em Rondônia, pelo menos a metade de um Joaquim Barbosa em cada poder, ou seja, no Legislativo Municipal e Estadual assim como nos demais poderes.

*********

Com certeza os TERMÓPILAS da vida, os APOCALIPSES e todos que se utilizam do poder, para se locupletarem através de falcatruas, de desvios de verbas públicas e outras mazelas, estariam presos e com seus bens confiscados.

********

“E de repente Era um, eram dez, eram milhares/Sob as asas azuis da liberdade/Nascia o Estado de Palmares/
Mas não tardou/E a opressão tentou calar, não consegui/
O brado da vida contra a morte/No primeiro estado livre do Brasil” (Nei Lopes).

********

Nesse dia 20 de novembro, vamos aproveitar para exaltar o NEGRO mais honrado dos nossos tempos JOAQUIM BARBOSA.


 

Zumbi, espectros e fantasmas

Por Analton Alves

Gente de Opinião

Último dos líderes do Quilombo dos Palmares, Zumbi, o fantasma, espectro defensor das almas africanas, dispensou acordo de paz com a Coroa Portuguesa e estabeleceu a marca de uma resistência dentro da então Capitania de Pernambuco, atual região de União dos Palmares, Alagoas. O fato histórico, mesmo com a extinção do quilombo, algumas décadas depois, foi vivificado e a escravidão negra caminhava para a abolição. O Brasil, diante da germinação de uma repulsa à sistematização da escravatura, também via nascer uma nova ordem em que brancos e negros precisariam conviver e se alimentar do mesmo pão que aquela terra brotaria. Também uma nova luta, com a junção da mistura dos pardos, filhos dessa conexão de povos, parecia nascer no seio de um instante de ebulição que chegaria aos tempos atuais com a cara fechada para o muro alto que cerca a casa dos inquilinos do Legislativo Federal. Resistência contemporânea que diz não, todos os dias, para a mão fraudulenta de políticos que se arranja, de qualquer jeito, dentro dos restos mortais que a Coroa Portuguesa deixou como herança. Mas, bem e mal se equilibram eternamente e haverá sempre um Zumbi, que seja pós-moderno, marcando renitência contra essa coisa eterna que nos ameaça sempre, a moléstia administrativa pública

O Zumbi do Judiciário, ministro Joaquim Barbosa, se negou ao acordo com o Legislativo, como também o fez Zumbi dos Palmares, na ocasião se negando a aceitar acordo de paz com o governador da Capitania de Pernambuco. Como resultado, uma dezena de escravocratas moderninhos foi parar no xilindró. O aceno dos presos petistas para os amigos do curral eleitoral pegou mal e, teve gente balbuciando: - o capataz mais cruel é aquele que já foi escravo. Dito isto, uma alusão àqueles que já foram “povo” e fizeram fortunas às custas de uma nação vítima de um novo modelo de escravidão. A  escravidão voluntária. Um tipo de escravo que não é possível libertar com missões pesadas e arrojadas, montando focos de resistência. E mesmo um Zumbi pós-moderno como o nosso Joaquim Barbosa, Zumbi do Judiciário, e não dos Palmares, terá dificuldades para fazê-lo. Irá precisar ancorar o barco pesado da navegação libertária a outras paragens menos carregadas. Cairia bem uma volta ao passado para uma visita à “Serra da Barriga”, onde nascera o Zumbi original. Quem sabe ali, diante de tantos guerreiros fantasma, espectro defensores de almas escravas injustiçadas, talvez uma solução para essa luta perversa, fria e lenta contra a corrupção que nasceu no Brasil com a chegada da Coroa Portuguesa.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Silvio Santos

Cantor Allysson Castro encanta Rio de Janeiro + Concurso de pintura para estudantes + Projeto Artesão Sustentável e  Feira Afro Cultural

Cantor Allysson Castro encanta Rio de Janeiro + Concurso de pintura para estudantes + Projeto Artesão Sustentável e Feira Afro Cultural

Lenha na Fogueira Nesta sexta-feira (22), às 8h, no pátio do Palácio Rio Madeira, o Governo de Rondônia realiza um concurso de pinturas para estudante

 Sessão Solene em comemoração ao Dia da Consciência Negra na ALE  + Lenha na Fogueira

Sessão Solene em comemoração ao Dia da Consciência Negra na ALE + Lenha na Fogueira

Lenha na FogueiraA sessão solene que aconteceu no auditório da Assembleia Legislativa de Rondônia – ALE reuniu não apenas integrantes dos Movimentos N

Assembleia realiza seção solene aos que lutam pela igualde racial + Fortalecimento da identidade indígena

Assembleia realiza seção solene aos que lutam pela igualde racial + Fortalecimento da identidade indígena

ERRATA***********Na coluna de ontem 18, ao nos referirmos ao Terreiro de Santa Bárbara nos equivocamos, quanto a sua denominação; ao postar: “O Terrei

Recreio de Iemanjá realiza  Marcha da Consciência Negra + Cantor Reinaldo, o príncipe do  pagode, morre aos 65 anos

Recreio de Iemanjá realiza Marcha da Consciência Negra + Cantor Reinaldo, o príncipe do pagode, morre aos 65 anos

Lenha na FogueiraDomingo passado 17, ao participar da Marcha da Consciência Negra – Recreio de Iemanjá promovida pelo Terreiro de Santa Bárbara na Vil