Porto Velho (RO) segunda-feira, 15 de julho de 2019
×
Gente de Opinião

Silvio Santos

Chamamento Público para barracas no Flor Maracujá - Rondônia mostrará ao Brasil suas potencialidades turísticas


Chamamento Público para   barracas no Flor Maracujá - Rondônia mostrará ao Brasil suas  potencialidades turísticas - Gente de Opinião


Lenha na Fogueira 

Hoje ela completa 2 anos de idade, é a mais nova da família, sorrindo encantando a todos a todo momento, ela transforma o ambiente quando chega com suas peraltices. É minha netinha Maria Vitória filha do meu filho Silvio José com a Danielle e irmã do João Vitor. Parabéns Maria Vitória por você existir. Beijos do vovô!

************

A Sejucel publicou edital de Chamamento Público para os interessados em colocar barraca na praça de alimentação do Arraial Flor do Maracujá e também para as entidades filantrópicas interessadas em administrar o Estacionamento do Arraial e Parque de Diversão.

************

A ação conta com a parceria da Subsecretaria Municipal de Serviços Básicos através do Departamento de Posturas Urbanas.

***********

As inscrições para as pessoas físicas e jurídicas interessadas no pleito começaram ontem quinta-feira, 11, e seguem até o dia 16. A divulgação da lista dos selecionados será publicada no dia 18 de julho e os recursos poderão ser interpostos no dia 19. A lista final será publicada no dia 23 de julho.

*************

E assim, a 38ª Mostra de Quadrilhas e Bois Bumbás do Arraial Flor do Maracujá vai tomando forma. Ainda na quarta feira passada em reunião na sede da Federon o Regulamento foi lido e aprovado, depois de algumas contestações, que foram resolvidas na hora, pois, estavam presentes os dirigentes de todos os grupos folclóricos que vão se apresentar no Arraial Flor do Maracujá.

***********

Na mesma reunião foi colocada pela direção da UNAJUP m discussão a solicitação do superintendente da Sejucel solicitando o empréstimo de R$ 100 MIL sobre o dinheiro já depositado na conta da entidade que vai administrar o recurso.

***********

 A solicitação foi rejeitada por unanimidade dos presentes à reunião. Agora fica a pergunta, aonde o governo/Sejucel, vai conseguir recursos para pagar as pessoas que vão atuar nas Comissões que Coordenam o Flor do Maracujá e aí entra pagamento dos 10 Jurados e seus substitutos entre outros.

***********

Até o ano passado essas despesas eram sanadas com o dinheiro da venda das barracas, como este ano os barraqueiros não pagarão pelo espaço a Sejucel ainda não conseguiu arranjar um meio de conseguir recursos para sanar essas obrigações.

***********

Não sei realmente quais as despesas que têm que ser sanadas para o funcionamento do Arraial. Porém posso questionar: Quem vai comprar a tinta (branca) para pintar o espaço que serve de palco para os grupos de quadrilhas e bois se apresentarem, que também é chamado de “Curral de Dança”.

************

Quem vai ser o responsável pela contração da empresa de Segurança e pela colocação dos banheiros químicos. Quem vai pagar o material da decora que será feita gratuitamente pelos artesãos filiados ao PAB. Aliás, essa mão de obra é a contra partida pela cedência (sem ônus) da tenda onde os artesãos vão expor seus produtos.

***********

Ontem conversei com o Superintendente da Sejucel Jobson Bandeira e ele confirmou que realmente as barracas serão de graças. “Os barraqueiros só vão pagar as taxas da prefeitura”. A contra partida, disse Robson é o compromisso deles em baixar o preço dos alimentos comercializados no For. Vamos aguardar o Arraial começar para conferir.

***********

Não tenho nenhuma dúvida, de que o Arraial Flor do Maracujá este será sucesso de Público!

***********

Parabéns Maria Vitória!

Chamamento Público para   barracas no Flor Maracujá - Rondônia mostrará ao Brasil suas  potencialidades turísticas - Gente de Opinião


Chamamento Público para barracas no Flor Maracujá 

A Superintendência da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel) em parceria com a Subsecretaria Municipal de Serviços Básicos através do Departamento de Posturas Urbanas torna público o chamamento com regras para o credenciamento à Licença Eventual, para que pessoas físicas e jurídicas possam atuar na 38º Edição do Arraial Flor do Maracujá. Nos editais estão previstos os regulamentos para o uso da Praça de Alimentação, Parque de Diversões e Estacionamento de Veículos.

As inscrições para as pessoas físicas e jurídicas interessas no pleito terão início nesta quinta-feira, 11, e seguem até o dia 16. A divulgação da lista dos selecionados será publicada no dia 18 de julho e os recursos poderão ser interpostos no dia 19. A lista final será publicada no dia 23 de julho.

Praça de Alimentação

Podem participar deste chamamento, pessoas físicas ou jurídicas, domiciliadas no município de Porto Velho/RO há no mínimo 01 (um) ano, especializadas nos ramos de alimentação e bebidas, que satisfaçam as condições estabelecidas neste Edital. Caso estes não ocupem todas as vagas estabelecidas no Edital será reservado em número de 03 (três) tendas de 10x5m para o credenciamento de Instituições Filantrópicas de Utilidade Pública.

Parque de Diversões

Todas as despesas relativas ao funcionamento do Parque de Diversões e brinquedos tais como, taxas, transporte, bilheteria, estrutura (tendas das barracas), contratação de funcionários e demais despesas necessárias a consecução do objeto serão de exclusiva responsabilidade do selecionado.

Podem participar deste credenciamento os interessados, pessoas físicas e jurídicas, domiciliadas no município de Porto Velho/RO há no mínimo 01 (um) ano, que satisfaçam as condições estabelecidas no Edital. O cadastro deverá conter as documentações exigidas.

Estacionamento de Veículo

Constitui objeto deste Edital a Concorrência Pública para Concessão de Licença Eventual para exploração de atividade comercial em área total de 6.346m² destinada ao Estacionamento de Veículos. Destina-se para utilização nesse espaço, carro motocicletas utilitários leves e médio. Podem participar deste credenciamento exclusivamente Instituições Filantrópicas de Utilidade Pública.

Toda documentação deve ser entregue em envelope lacrado no Departamento de Posturas Urbanas – Divisão de Fiscalização de Espaços Públicos, situado na rua Aparício de Moraes nº 3616 – Bairro Industrial, entre 11 de Julho a 16 de Julho de 2019 de segunda a sexta-feira, das 8:00 às 13:00 horas.


Chamamento Público para   barracas no Flor Maracujá - Rondônia mostrará ao Brasil suas  potencialidades turísticas - Gente de Opinião


SETUR

Rondônia mostrará ao Brasil suas potencialidades turísticas


Rondônia fará o mesmo que os peruanos: mostrará ao Brasil suas potencialidades turísticas, até mesmo aquelas desconhecidas da sua própria população. O compromisso foi firmado pelo superintendente estadual de turismo, Gilvan Pereira Júnior, quarta-feira (10), durante o 1º Fórum Internacional de Turismo, no auditório do Tribunal de Contas do Estado de Rondônia.

O evento mostrou exemplos da Costa Rica em termos de consciência do turismo autossustentável e melhor prestação de serviços, e do Peru, em políticas públicas para o setor. “O turismo pode ser o agente mais importante na transformação da pobreza”, proclamou a consultora internacional Lorena San Román, mencionando a atual situação de seu país, a Costa Rica.

O número de visitantes àquele país subiu de 329 mil em 1988, para 1 milhão em 1999, até alcançar 2 milhões de turistas estrangeiros em 2008. Em 2014, o número de visitantes alcançou o recorde de 2,5 milhões de turistas estrangeiros, proporcionando receita de US$ 2,6 bilhões.

Em seguida, elogiou o “calor humano e o carinho” que lhe encantaram no estado. “Para vocês serem felizes, invistam no social, vejam o que compete a cada um, ao governo e à iniciativa privada”, ela disse dirigindo-se ao superintendente estadual do turismo Gilvan Pereira Júnior.

 “O Peru só conseguiu ser o que é, ter essa marca e atrair gente de todo mundo, porque trabalhou políticas públicas 20 anos; a Costa Rica trabalhou 30 para construí-las”, disse a responsável pelo escritório comercial do Peru em São Paulo, Milagros Ochoa Koepke. 

“Não queira Rondônia se vender ao mundo com o turismo convencional, porque não tem, mas se vender o amazônico, vencerá”, aconselhou Milagros Ochoa.

“PEREGRINAR”

“Vamos peregrinar”, comprometeu-se Gilvan Pereira. Ele se inspira no exemplo de Milagros Ochoa, que deixou diversas vezes o escritório comercial do Peru em São Paulo, para divulgar as belezas de seu país em estados brasileiros.

“O turismo faz gerar renda, move a economia, e se for autossustentável crescerá, porque a população necessita dele”, disse.

Lorena San Román Silva elogiou o Programa de Modernização e Governanças de Fazendas Municipais e Desenvolvimento Econômico Sustentável dos Municípios de Rondônia (Profaz), que conseguiu ser referência na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

A OCDE é uma instituição formada por 36 países com princípios da democracia representativa e da economia de mercado, e cuja maioria de membros possui elevado PIB per capita (por cabeça) e bom Índice de Desenvolvimento Humano.

“Após este Fórum, que o mundo venha para Rondônia, porque o nosso sonho é para ser realizado”, apelou Silva. 

LIÇÕES DA COSTA RICA

Parques nacionais e áreas protegidas cobrem 25% do território da Costa Rica. Desde 1995, o turismo representa a primeira fonte de moeda estrangeira da economia de Costa Rica. Desde 1999 as receitas do setor superam as da exportação de banana abacaxi e café juntos.

“É preciso alcançar o desenvolvimento sustentável em harmonia com o ambiente, comunidades e culturas”, apelou Lorena San Ramón em sua palestra.

“Como se chega, como se vai, é preciso que as pessoas saibam como chegar e como sair de Rondônia”, recomendou, antevendo maior fluxo de voos internacionais em Porto Velho.

Alinhou problemas que espera não vê-los ocorrendo no estado: 1) em Manaus, notou a necessidade de as lojas de câmbio também abrirem as portas aos domingos; 2) toda melhoria na internet é bem-vinda em qualquer lugar da Amazônia; 3) a falta de certificação de sustentabilidade turística; é preciso tê-la; 4) a necessidade de maior atenção ao visitante e da melhor prestação de serviços, sejam quais forem; 5) o ensino da língua portuguesa.

A respeito do último item, mostrou no audiovisual um grupo de jovens professores costarriquenhos ensinando espanhol a norte-americanos. (Texto Montezuma Cruz - Secom editado por Zekatraca).

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Silvio Santos

Arraial musical na EMJA  Show para todas as idades - Produção e gestão cultural, com  foco em elaboração de projetos

Arraial musical na EMJA Show para todas as idades - Produção e gestão cultural, com foco em elaboração de projetos

Lenha na Fogueira O Arraial Flor do Maracujá é uma verdadeira potencia, quando se fala em geração de renda e emprego.**********Se fossemos apenas nos

Atriz Cristina Lago estreia em Portugal - Inscrições para a Gincana Literária  e Curso de Turismo

Atriz Cristina Lago estreia em Portugal - Inscrições para a Gincana Literária e Curso de Turismo

Lenha na Fogueira Direto do auditório do Tribunal de Contas de Rondônia, na cobertura do I Fórum Internacional do Turismo de Rondônia.***********Nesta

Lenha na Fogueira: - Arraial Musical da EMJA - SETUR realiza Fórum Internacional  de Turismo

Lenha na Fogueira: - Arraial Musical da EMJA - SETUR realiza Fórum Internacional de Turismo

Lenha na FogueiraA 16 dias do inicio do Arraial Flor do Maracujá, e apesar de até agora os grupos folclóricos não terem recebido nenhum tostão, dos va

Lenha na Fogueira - Sai tabela definitiva das  apresentações no Maracujá - Fundação Cultural de Ji Paraná  finaliza oficina de teatro

Lenha na Fogueira - Sai tabela definitiva das apresentações no Maracujá - Fundação Cultural de Ji Paraná finaliza oficina de teatro

Lenha na Fogueira E viva a seleção brasileira pela conquista da nona Copa América. Apesar da ausência daquele que é considerado um dos melhores jogado