Porto Velho (RO) terça-feira, 15 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Silvio Santos

26 anos do Diário da Amazônia + Palco Giratório apresenta Realidade Apropriada Liberada + Governo sanciona lei que cria o dia da Padroeira de Rondônia


26 anos do Diário da Amazônia + Palco Giratório apresenta  Realidade Apropriada Liberada  + Governo sanciona lei que cria  o dia da Padroeira de Rondônia - Gente de Opinião

Lenha na Fogueira

 

Estamos entrando em nova era em relação a diagramação e formatação da nossa coluna/página do Zekatraca. Como sempre, o Diário da Amazônia não deixa a peteca cair, quando o assunto é inovação.

*********   

Ao completar 26 anos em atividades, o Diário da  Amazônia a partir de hoje, passa a contar com um novo visual, graças a criatividade do DESINGN Edson de Melo.

*********

A página/coluna do Zekatraca teve uma atenção especial e a partir de hoje, fica mais acessível à leitura. Teremos  apenas uma matéria em destaque seguida de duas pequenas notas, sobre algum acontecimento cultural.

**********

A coluna Lenha na Fogueira diminuiu no número de caracteres, porém, facilita a leitura, pois, apesar de menos caracteres, não perderá sua essência crítica/fofoqueira.

**********

Vamos tentar passar, a história da Lenha na Fogueira. A coluna do Zekatraca nasceu no jornal A Tribuna em 1987, com o nome de "Esquentando os Tamborins" e com esse nome, permaneceu até passar a ser publicada no Diário da Amazônia ha 26 anos.

**********

Como a primeira coluna Zekatraca foi publicada no Diário da Amazônia no dia 12 de junho do ano de 1994 (três meses antes do jornal completar um ano de existência) véspera do dia de Santo Antônio.

*********

O artista plástico e chargista João Zoghbi observou: "Esse nome não tem nada a ver com as festas juninas, que tal colocar "Lenha na Fogueira". A sugestão foi aceita por mim e até hoje, a coluna se chama Lenha na Fogueira. Esquentando os Tamborins nunca foi utilizado no Diário da Amazônia.

**********

Outra coisa que só foi revelada quando o Zekatraca passou a fazer parte do quadro de colunistas do Diário da Amazônia, foi que os leitores um mês antes da publicação da primeira coluna no jornal do SGC, ficaram sabendo o nome do seu autor, que até então, pouquíssimas pessoas sabiam de quem se tratava.

********

Seu Emir Sfair publicou uma entrevista com o Zé Katraca na edição do dia 12 de maio de 1994 e a manchete foi a seguinte: "Meu nome é Silvio Santos - Mas, podem me chamar de Zekatraca".

**********

A partir daquele dia, o encanto do anonimato do Zekatraca foi quebrado, porém, em nada foi abalado o sucesso da coluna, que graças a Deus, continua como uma das mais acessadas até os dias de hoje.

**********

Quem for visitar as dependências do prédio do SGC nesses dias de festa, vai se deparar com a Exposição de Artes Plásticas e Fotografias montada pelo artista João Zoghbi e pelo fotografo Roni Carvalho.

*********

O aniversário de 26 anos do Diário da Amazônia, é amanhã 13 de setembro, mais a festa vai acontecer nesta quinta feira dia 12, no pátio da empresa, com entrada pela rua Rafael Vaz e Silva.

********

Essa prática de realizar exposição no aniversário do jornal, começou nas comemorações do primeiro ano, ou seja, em 1994, quando juntamente com. o João Zoghbi coordenamos a festa do 1º aniversário, com "A Semana Cultural Diário da Amazônia".

*********

Com o apoio da direção da empresa, conseguimos fechar a rua Joaquim Nabuco no trecho entre a Duque de Caxias e Pinheiro Machado, montamos palco e durante todo o dia 13 de setembro, realizamos além de rua de lazer para a gurizada, shows musicais com artistas locais.

*********

A Semana de Arte e Cultura Diário da Amazônia aconteceu por muitos anos. Parou quando mudamos da Joaquim Nabuco para a rua Calama.

*********

Alguns artistas plásticos, viraram suas telas expostas pela primeira vez, durante as Festas de aniversário do Diário da Amazônia.  

*********

Este ano, apesar do Zoghbi não fazer mais parte do quadro de empregados da empresa Diário da Amazônia, não se fez de rogado e assumiu junto com o Roni, a coordenação da Exposição que fica até o final deste mês, nos corredores da sede do SGC, com entrada pela rua Calama.

*********

Essa prática de realizar exposição no aniversário do jornal, começou nas comemorações do primeiro ano, ou seja, em 1994, quando juntamente com. o João Zoghbi coordenamos a festa do 1º aniversário, com "A Semana Cultural Diário da Amazônia".

*********

Com o apoio da direção da empresa, conseguimos fechar a rua Joaquim Nabuco no trecho entre a Duque de Caxias e Pinheiro Machado, montamos palco e durante todo o dia 13 de setembro, realizamos além de rua de lazer para a gurizada, shows musicais com artistas locais.

*********

A Semana de Arte e Cultura Diário da Amazônia aconteceu por muitos anos. Parou quando mudamos da Joaquim Nabuco para a rua Calama.

*********

Alguns artistas plásticos, viraram suas telas expostas pela primeira vez, durante as Festas de aniversário do Diário da Amazônia.  

*********

Este ano, apesar do Zoghbi não fazer mais parte do quadro de empregados da empresa Diário da Amazônia, não se fez de rogado e assumiu junto com o Roni, a coordenação da Exposição que fica até o final deste mês, nos corredores da sede do SGC, com entrada pela rua Calama.

************

Parabéns família Diário da Amazônia!


26 anos do Diário da Amazônia + Palco Giratório apresenta  Realidade Apropriada Liberada  + Governo sanciona lei que cria  o dia da Padroeira de Rondônia - Gente de Opinião

Palco Giratório apresenta

Realidade Apropriada Liberada 

 

O Palco Giratório apresenta na noite desta quinta feira 12, o espetáculo: Realidade Apropriada Liberada Vidência, às 20 horas, no teatro 1 do Sesc Esplanada.

Sinopse

Este espetáculo trata de um corpo aprisionado por um sentido político que desfavorece um terço da imensa população brasileira. Não é a questão de permanecer e pertencer àquele lugar, e sim de ser tratado como apenas um mero corpo. Um corpo construído como um dispêndio de energia muscular, em meio a ruas, avenidas, becos, vielas, subidas, descidas, em uma cidade desigual. Ambientes em que um dos maiores desafios do ser humano é sustentar-se perante o seu próprio corpo.

Grupo - JESSÉ BATISTA - Maceió (AL)

B.boy, intérprete criador, artista da dança independente, formado como técnico de dança e graduado em Licenciatura em Dança pela Escola Técnica de Artes, da Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Natural de Maceió/União dos Palmares (AL), seu primeiro contato com a arte/dança foi no movimento hip hop e nas danças de rua, especificamente a dança breaking, em 2003. Viajou por vários estados do Brasil, participando de festivais competitivos como jurado e competidor entre os anos de 2008 e 2012 com o grupo QuilomBrothers Crew. Após o ano de 2013 desenvolveu trabalhos artísticos coreográficos, como solista e junto ao Código 8 Coletivo.

 

Ficha Técnica

 

Gênero: dança;

Classificação: 12 anos

Duração: 35 minutos

Direção, pesquisa e dança: Jessé Batista

Figurino: Jessé Batista

Assistência de direção e iluminação: Sara Lessa

Artistas colaboradores: Valéria Nunes e Marcos

Attos

Fotografia: Edvan Ferreira, Nivaldo Vasconcelos e Felipe Sales

Designer gráfico: Luciano Peixoto e Nivaldo Vasconcelos
Produção: Sara Lessa

 

Oficinas

Técnicas corporais para exercícios técnicos de movimento - Ao longo de alguns anos pesquisando e praticando algumas danças de rua norte-americanas, Jessé Batista passou a entender todas essas técnicas e estilos como uma teia, partindo todas de um único ponto, ou de pontos semelhantes. 

Nessa teia, as corporeidades associadas a memórias promovem o desenvolvimento e a criação de danças, por meio de uma expansão das técnicas corporais. Busca-se experimentar exercícios técnicos, como também a improvisação nas formas de treinamento, a partir de algumas ações de deslocamento e exploração de níveis espaciais, para se chegar a uma finalidade, que é construir um corpo forte e perceptível.

Público-alvo: dançarinos, não dançarinos, atores e não atores, público em geral

Faixa etária: 14 anos. Carga horária: 8 horas.


26 anos do Diário da Amazônia + Palco Giratório apresenta  Realidade Apropriada Liberada  + Governo sanciona lei que cria  o dia da Padroeira de Rondônia - Gente de Opinião

Governo sanciona lei que cria o dia da Padroeira de Rondônia 

A lei de autoria do deputado Adelino Follador (DEM) foi aprovada, por unanimidade, pelos deputados da Assembleia Legislativa de Rondônia (ALE-RO) no final do mês de agosto, e estava para ser sancionado pelo governador Coronel Marcos Rocha (PSL).

A lei que cria o dia da Padroeira de Nossa Senhora de Nazaré (Maria de Nazaré), considerada a padroeira do estado foi sancionada e teve a criação da data publicada no Diário Oficial na tarde de quarta-feira (4) e já está em vigor, e será comemorado anualmente, sempre no segundo domingo do mês de setembro.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Silvio Santos

Lenha na Foguira + Quintal do Dom e o show de Alciréa Tabosa + Cremero prepara comemoração ao Dia do Médico

Lenha na Foguira + Quintal do Dom e o show de Alciréa Tabosa + Cremero prepara comemoração ao Dia do Médico

 De hoje a três dias, os representantes  das Setoriais de Cultura e os delegados dos municípios de Rondônia, vão se reunir na cidade de Cacoal durante

O homem de Nazaré agora é  Patrimônio Imaterial Cultural + Tudo pronto para a grande festa das crianças

O homem de Nazaré agora é Patrimônio Imaterial Cultural + Tudo pronto para a grande festa das crianças

Lenha na Fogueira As discussões sobre a realização do Arraial Flor do Maracujá 2020, já começaram e estão a pleno vapor.**********Tudo indica que o Jo

Lenha na Fogueira + 20 anos sem João Cabral de Melo Neto + Base Aérea de Porto Velho  realiza Portões Abertos

Lenha na Fogueira + 20 anos sem João Cabral de Melo Neto + Base Aérea de Porto Velho realiza Portões Abertos

Lenha na Fogueira   O próximo grande evento cultural, será a Conferencia Estadual de Cultura que está marcada para começar no próximo dia 18, no Cacoa

Festa do Dia das Crianças + Empresas aderem ao Programa da Setur - Viaja Mais Servidor

Festa do Dia das Crianças + Empresas aderem ao Programa da Setur - Viaja Mais Servidor

Lenha na Fogueira Ontem meu amigo, professor de dança de salão Chagas Peres, que trabalha na mesma repartição que eu, a Setur, veio com a seguinte con