Porto Velho (RO) quarta-feira, 25 de maio de 2022
×
Gente de Opinião

Serpa do Amaral

Fina Flor do Samba Canta Zumbi na Ivan Marrocos


O grupo de sambistas da Fina Flor do Samba, liderado pelo Poeta da Cidade Ernesto Melo, estará se apresentando hoje à noite, a partir das 21h, na Casa de Cultura Ivan Marrocos, no bairro do Caiari. O show musical será dedicado à memória do líder da resistência negra no Brasil, Zumbi dos Palmares, que há 318 anos liderou a revolta dos escravos no famoso Quilombo dos Palmares. A comemoração começou hoje cedo com um café da manhã criado pelo novo diretor daquele espaço artístico, Carlinhos Maracanã, para aglutinar produtores culturais em torno da data comemorativa para os afrodescendentes. Exposição de pintura, performance de dança circular, leitura de textos do poeta Bahia, mostra dos filme “Os Tambores de Minas” e outras atrações compõem a programação para o dia de hoje.

Para festejar o 20 de novembro, Dia da Consciência Negra, na capital que abriga descendentes de famílias procedentes da região centro-americana, como Martinica, São Vicente, Barbados, Guianas Tfinidad, Jamaica, Santa Lúcia, Granadas e outras ilhas das Antilhas, os popularmente chamados barbadianos, a Fina Flor do Samba preparou um repertório especial para receber o público na Casa da Cultura: chorinhos, samba de raiz, afoxé, samba exaltação e uma série de músicas do compositor Basinho, que homenageia o decano dos sambistas rondonienses, Waldemir Pinheiro da Silva, o Bainha.  Dois intérpretes de peso estão escalados para cantar em homenagem a Zumbi: Hudson Mamedes e Paulão. Espera-se também a presença dos artistas Jesuá Johnson (o Bubu) e Norman Johnson, descendentes de família nega tradicional da capital rondoniense.

Fonte: Serpa do Amaral
 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Serpa do Amaral

Os Trapezistas do Circo da Fuleragem Assaltaram o Mercado Cultural

Os Trapezistas do Circo da Fuleragem Assaltaram o Mercado Cultural

O bafo sonoro do berimbau de lata repercutiu azedo e cativante ao mesmo tempo, enquanto Dom Lauro verbalizava um canto tribal, tomando para si o cocar

Manifesto de repúdio ao índex rondoniense

Manifesto de repúdio ao índex rondoniense

“No fundo do mato-virgem nasceu Macunaíma, herói de nossa gente”.

Governo de Rondônia revive a Idade Média e cria Index de livros banidos

Governo de Rondônia revive a Idade Média e cria Index de livros banidos

Arvorando-se Papa da Idade Média, o secretário de Educação do Governo de Rondônia, Suamy Vivecananda Lacerda de Abreu, teria enviado para as agências

Nós vamos invadir sua praia!

Nós vamos invadir sua praia!

Sintético e instigante, eloquente e politizado, o curta Praia do Futuro, filme produzido em terras rondonienses por Joeser Alvarez e sua equipe, será