Porto Velho (RO) sexta-feira, 1 de julho de 2022
×
Gente de Opinião

Sergio Pires

Se Expedito permanecer no páreo, a disputa ferverá até o dia 3 de outubro


Se Expedito permanecer no páreo, a disputa ferverá até o dia 3 de outubro - Gente de Opinião

UMA ELEIÇÃO IGUAL MARCA RETA DE

CHEGADA NA DISPUTA PELO GOVERNO

Definida a eleição presidencial, com Dilma Roussef chegando a mais de 30 pontos de vantagem sobre José Serra, seu principal adversário, na cor local todos os olhos  se voltam para a acirrada disputa pelo governo rondoniense. A apenas onze dias do primeiro turno da eleição – poucos duvidam ainda que haverá segundo turno – chega-se à reta final com uma das mais equilibradas eleições da história de Rondônia. Com exceção de Marcus Sussuarana, que está no páreo apenas para marcar presença do seu PSOL, todos os demais candidatos não podem ser excluídos do páreo. Entre o quarteto que pode se considerar com chances, o que está em situação menos confortável é Eduardo Valverde, do PT. Com toda a sua experiência e o bom trabalho realizado como deputado federal, inclusive como coordenador da bancada estadual no Congresso, Valverde não cresceu como esperava e, pelo menos até agora, parece ter sido um pouco abandonado pela sempre atuante militância do seu partido, o PT. Restam três nomes, dois dos quais estarão no segundo turno. E um deles, Expedito Júnior, ainda depende da decisão do STF nesta quarta, para saber se fica ou não na corrida pelo governo.

Se Expedito permanecer no páreo, que é o que esperam seus companheiros e apoiadores, a disputa ferve. Será entre ele, João Cahulla e Confúcio Moura a grande corrida em direção ao turno decisivo da eleição. Se por acaso o tucano ficar fora, Cahulla e Confúcio é que, certamente, chegarão lá. É uma eleição complicada, disputada voto a voto, com os candidatos trabalhando ainda mais duro na reta final da disputa. Nenhuma previsão pode ser feita, nada aponta a vantagem de um e outro. Esse é o quadro de hoje, na eleição que promete ficar para a história da política de Rondônia. Agora, é só esperar. Falta muito pouco... Clique e lenha a coluna "Primeira Mão" do jornalista de Opinião Sérgio Pires


Siga o Gentedeopinião no Gente de Opinião



Fonte: Sergio Pires  - [email protected]
 
Gentedeopinião   /  AMAZÔNIAS   /  RondôniaINCA   /   OpiniaoTV
 Energia & Meio Ambiente   /   YouTube / Turismo   /  Imagens da História


 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Sergio Pires

Rondônia teve 26 mil novas empresas + O vírus ataca com força + Partidos e candidatos fazem pesquisas

Rondônia teve 26 mil novas empresas + O vírus ataca com força + Partidos e candidatos fazem pesquisas

MAIS DE 3 MILHÕES E 500 MIL NOVOS EMPREGOS NO PAÍS EM POUCO MAIS DE TRÊS ANOS. EM RONDÔNIA, TIVEMOS 26 MIL NOVAS EMPRESAS, SÓ EM 2021           Depen

Gravidez na infância e aborto + Um programa de sucesso + Será pior ou melhor?

Gravidez na infância e aborto + Um programa de sucesso + Será pior ou melhor?

GRAVIDEZ NA INFÂNCIA E ABORTO: IDEOLOGIA E HIPOCRISIA, ENQUANTO NOSSAS CRIANÇAS ESTÃO TENDO SUAS VIDAS DESTRUÍDAS          O estupro e a gravidez de

Descontos federais e do ICMS estadual + Corrida ao governo esquenta + O dia de cooperar

Descontos federais e do ICMS estadual + Corrida ao governo esquenta + O dia de cooperar

SE TODOS OS DESCONTOS FEDERAIS E DO ICMS ESTADUAL FOSSEM DADOS À GASOLINA, O PREÇO FINAL PODERIA CAIR PARA 6,10 REAISCaso já tivesse sido repassado t

193 milhões para a Rodovia do boi + Rondonienses correm o risco de perderem tudo + Lucas Follador elogia Mariana Carvalho

193 milhões para a Rodovia do boi + Rondonienses correm o risco de perderem tudo + Lucas Follador elogia Mariana Carvalho

INVESTIMENTO DE QUASE 2 MILHÕES E 300 MIL REAIS POR QUILÔMETRO: SÃO 193 MILHÕES PARA PAVIMENTAR PARTE DA RODOVIA DO BOI          Com pouca divulgaç