Porto Velho (RO) quarta-feira, 18 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Sergio Pires

Primeira Mão - 30/09/10


Primeira Mão - 30/09/10 - Gente de Opinião 

 

VOCÊ TEM UM MINUTO PARA CONVENCER

O ELEITOR QUE É O MELHOR PARA TODOS!

 

Pouco mais que insípidos e inodoros, os debates na atual campanha à Presidência e aos governos primaram pelo engessamento. Foi-se o tempo em que se debatiam idéias, posições políticas definidas, troca de acusações e frases de efeito, que envolviam o eleitor. Alguém lembra do confronto Leonel Brizola-Paulo Maluf, nos anos 80, antológico? O que se vê agora são encontros quase sociais, em que os candidatos têm um minuto para discorrer sobre qualquer tema, por mais profundo que seja. Alguém aí consegue dar uma mensagem clara, falar de planos concretos, traçar um plano futuro em apenas um minuto? Os debates, com poucas e pequenas exceções, tornaram-se mais um espetáculo televisivo do que uma forma de transmitir idéias e discutir a fundo as grandes questões que envolvem o povo.

No último debate antes do primeiro turno, na TV Rondônia, tudo seguiu pelo mesmo caminho. Parecia roteiro de novela, escrito há semanas atrás. Valverde, Confúcio e Expedito levantavam a bola um para o outro. Todos contra Cahulla, antecipando como será no segundo turno. Quem não seguiu o script que parecia traçado foi o atual governador, que se saiu bem, com segurança, até com ironias. Sussuarana, do PSOL, não mudou o tom: contra tudo e todos, sem dizer exatamente muita coisa. Expedito garantiu que está no segundo turno; Cahulla, Confúcio e Valverde idem idem. Ou seja, há apenas duas vagas, mas os quatro se acham eleitos para a fase decisiva. É contra o bom senso e a matemática mas, pelo menos é alguma coisa diferente que surgiu do último e inodoro encontro dos postulantes ao Governo. Agora, vamos às urnas! Elas vão dizer quem previu certo e quem previu errado.

 

OPS!

 

Um dos poucos momentos hilários do debate na TV Rondônia foi quando Marcus Sussuarana, do PSOL, acusou os seus concorrentes de estarem buscando unicamente o poder. “Todos querem ir para o segundo turno contra Cahulla”, chegou a dizer. Ou seja, por uma falha de raciocínio, colocou o atual governador na reta final da disputa. Os outros não gostaram.

 

NA DISPUTA

 

Expedito Júnior, ao final do encontro, fez questão de avisar o eleitorado que é candidato, está em campanha e estará no segundo turno. O tucano está certo de que terá sua candidatura homologada. Já Valverde anunciou que só faltam três pontos para que ele vá ao segundo turno. Confúcio disse que tem certeza da vitória. Cahulla também. O eleitor é quem dará o veredito.  

 

PRIMEIRA MÃO

 

Notícia dada com exclusividade nesta coluna há dias atrás, transformou-se agora em assunto nacional. Trata-se da informação, dada em “Primeira Mão” aqui (com o perdão do narcisismo), de que, se eleito, Ivo Cassol vai propor projeto de lei no Senado para castração química de estupradores de crianças.

 

“LEVA PRÁ CASA”...

 

A informação sobre Cassol chegou às páginas do jornal Folha de São Paulo. Diz ainda que o candidato quer a punição para os tarados que atacam crianças e nem está preocupado com o que chamou de “turma dos direitos humanos”. Disse mais, ao jornal paulista: "Vamos cortar o mal pela raiz. Quem não gostar, que leve o estuprador para casa". É o estilo Cassol! 

 

RECONHECIMENTO

 

O atual presidente da Assembléia Legislativa, deputado Neodi Carlos, anda comemorando o sucesso da sua gestão à frente do poder, que, no período anterior à sua presidência, estava em queda livre perante a opinião pública. Na campanha pela reeleição, Neodi só ouve elogios por onde passa, pela forma como conduziu o legislativo estadual. Está a caminho de retornar, pela terceira vez, para a ALE.

 

QUEM MUDOU?

 

O presidente Lula, que quando na oposição adorava a imprensa e só a elogiava, agora, no papel de vidraça, não aceita as pedras que lhe jogam pela mídia. Tem demonstrado certo furor contra alguns dos chamados grandes veículos de comunicação. Os mesmos que usou, durante anos, para apedrejar seus adversários. Antes era certo, agora não é. Mudou Lula ou mudou a imprensa?

 

HISTÓRIA E FARSA

 

“ A história se repete como farsa”: a famosa frase de Karl Marx cai como uma luva no Brasil de hoje. Os exemplos são tantos que valeriam uma enciclopédia. Um merece destaque. Na semana passada, o Sindicato dos Jornalistas de São Paulo, tomado por petistas e esquerdistas, defendeu num manifesto um certo controle sobre a imprensa. Principalmente aquela que é contra o atual governo.

 

MUDANÇA DE LADO

 

Terminou? Claro que não. Na mesma semana, o Clube Militar do Rio de Janeiro também emitiu nota, defendendo a ampla, geral e irrestrita liberdade de opinião e imprensa. É o mesmo Clube Militar que ainda tem em seu meio gente que espancou, prendeu e obrigou muitos jornalistas a se exilar nos anos de chumbo. Dos dois casos, qual o mais ridículo?

 

CARTAS NA MESA

 

A 72 horas da eleição de 3 de outubro, começa a bater o desespero em quem está atrás nas pesquisas e nos candidatos a cargos proporcionais. O tempo se esvai e quem não conseguiu convencer o eleitorado até agora, não tem mais como fazê-lo. As cartas estão na mesa. Domingo à noite se saberá a quem elas premiou...


Siga o Gentedeopinião no Gente de Opinião



Fonte: Sergio Pires  - ibanezpvh@yahoo.com.br
 
Gentedeopinião   /  AMAZÔNIAS   /  RondôniaINCA   /   OpiniaoTV
 Energia & Meio Ambiente   /   YouTube / Turismo   /  Imagens da História

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Sergio Pires

Energisa nega cortes ilegais + CPI: os eleitores vão apoiar ou não? + Dona Raquel ataca Rondônia

Energisa nega cortes ilegais + CPI: os eleitores vão apoiar ou não? + Dona Raquel ataca Rondônia

ENERGISA NEGA CORTES ILEGAIS. FIM DO  ABASTECIMENTO É SÓ PARA QUEM FAZ “GATO”A Energisa dá sua versão. Muito criticada, a empresa que comprou a Ceron

Mentir para atingir a família do presidente: é correto ou um ato sem ética de parte do jornalismo decadente?

Mentir para atingir a família do presidente: é correto ou um ato sem ética de parte do jornalismo decadente?

MENTIR PARA ATINGIR A FAMÍLIA DO PRESIDENTE: É CORRETO OU UM ATO SEM ÉTICA DE PARTE DO JORNALISMO DECADENTE?Vamos criar uma situação hipotética. Um j