Porto Velho (RO) segunda-feira, 23 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Sergio Pires

Primeira Mão - 29/09/10


Primeira Mão - 29/09/10 - Gente de Opinião

UM ANO DIFÍCIL PARA NOSSO CLIMA, MAS

SEM NENHUMA CONOTAÇÃO DE CATÁSTROFE

O fenômeno La Niña continua deixando a Amazônia como um todo e Rondônia, especialmente, num momento difícil em relação ao clima. As chuvas de setembro não vieram e não virão. Talvez comecem em meados de outubro, segundo previsão do Sipam, mas mesmo assim teremos um inverno amazônico em 2010 com chuvas muito abaixo da média. E o risco de que muitos rios – inclusive o nosso Madeira – não voltem a encher como normalmente acontece nessa época do ano. As previsões do Sipam para o tempo em Rondônia e região não são nada promissoras. O calor continuará muito forte, pelo menos até o final de outubro. A máxima diária vai girar em torno dos terríveis 36 graus, mas em alguns momentos poderá aumentar ainda mais. A umidade relativa do ar, que está muito baixa para o Estado, continuará assim até que as chuvas voltem, não se sabe exatamente quando. De vez em quando, teremos alguns temporais, como o que deixou parte da Capital e do Estado sem energia, durante horas, há alguns dias.

Enfim, um fenômeno climático e também das águas mais quentes que o normal no mar do Caribe vão nos deixar suando e com a garganta seca mais algumas semanas. Mas é bom que se diga: isso tudo não tem a ver com as previsões catatróficas de alguns malucos que alegam que o clima no Planeta está mudando por causa da poluição. É um fenômeno natural, que aparece de tempos em tempos. A última vez foi em 2005, quando os rios da Amazônia, por exemplo, chegaram à sua menor profundidade. Nada de catástrofes. Apenas os humores do clima complexo da nossa rica região.

 

DECIDE HOJE?

Se os ministros do Supremo não arrepiarem, se não se apegarem em novas questões, se o presidente César Peluzzo tiver pulso firme, pode sair hoje a decisão final sobre se a Lei Ficha Limpa vale ou não vale para esta eleição. Se valer, fica tudo como está. Se não, quem já foi prejudicado não terá mais como recuperar o prejuízo, em apenas tr~es dias.

VOTOS IDEOLÓGICOS

A indecisão do STF causou surpresa no país. Não só pelo fato de que o Supremo ficou em cima do muro, quando nunca poderia ter ficado, como pela votação de vários ministros, baseada muito mais na ideologia do que na Constituição. Como o Supremo é o guardião da Constituição, ficou mais feio ainda.

INSEGURANÇA JURÍDICA

 

A insegurança jurídica, os vários recursos, a salada mista em que se transformaram as decisões do Judiciário por causa dessa confusão toda, vai acabar mudando os resultados das urnas. E pode mudar uma vez, duas, dez vezes. Candidatos assumirão e depois terão que cair fora,dando lugar a outros. Vai ser uma baderna geral. Infelizmente.

MÃE DINAH

Em relação à disputa pelo governo, em Rondônia, a reta final antes do primeiro turno continua deixando no ar sobre quem chegará lá. A corrida é muito disputada, os indecisos podem influir no resultado, inclusive mudando resultados de pesquisas. É daqueles prognósticos que nem Mãe Dinah arriscaria.  Só no domingo à noite se saberá com certeza quem vai para o turno decisivo da eleição.

TRÊS PARA DOIS

Ao Senado, Fátima Cleide trabalhou, nessas últimas duas semanas, como não o fizera durante longo tempo. Tentou correr atrás do prejuízo e conquistar parte do eleitorado que ainda não se definiu. Fátima tem uma missão quase impossível. Tirar uma vaga de Ivo Cassol e Valdir Raupp. Dureza é apelido!

NA SURDINA

Sem alarde, começou a atuar a primeira turma da Polícia Rodoviária Estadual. Por enquanto, apenas 30 homens e 10 viaturas, trabalhando no apoio a outras forças policiais no combate ao tráfico de drogas, de armas e roubo de cargas. A nova força, criada por lei aprovada no início deste ano, deve ser ampliada a partir de 2011.

MILHÕES

Para quem ainda acha que a sorte só não chegou porque não era a hora, esta quarta traz mais uma oportunidade de ficar milionário. Como já ficou, há alguns anos, o rondoniense Roberto Kuppé, hoje candidata a deputado federal. A Mesa Sena anuncia prêmio de 61 milhões. É dinheiro prá ninguém botar defeito.

DISCURSO DE POSSE

Com relação à eleição presidencial, há quase nenhuma dúvida de que ela está encerrada. José Serra não sobe mais. A única chance de haver um segundo turno, é se Marina Silva desse um salto na reta final. Não dará. Ou seja, Dilma Lula Rousseff já pode preparar o discurso de posse.

DEBATES

Há quem considerasse que o debate de ontem à noite na TV Rondônia, encerando o confronto dos candidatos ao Governo antes do primeiro turno, pudesse decidir alguma coisa. Não decidiu. Certamente tudo o que se ouviu foi mais ou menos o mesmo de toda a campanha. Os debates em geral, aliás, tiveram pouca influência, até por engessados pela legislação eleitoral.


 

Siga o Gentedeopinião no Gente de Opinião



Fonte: Sergio Pires  - ibanezpvh@yahoo.com.br
 
Gentedeopinião   /  AMAZÔNIAS   /  RondôniaINCA   /   OpiniaoTV
 Energia & Meio Ambiente   /   YouTube / Turismo   /  Imagens da História

 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Sergio Pires

Médicos pelo Brasil: Relatório de Confúcio Moura causa polêmica  + BR 364 matou um a cada cinco dias + Aplausos a Léo, Mariana, Chrisóstomo e Nazif

Médicos pelo Brasil: Relatório de Confúcio Moura causa polêmica + BR 364 matou um a cada cinco dias + Aplausos a Léo, Mariana, Chrisóstomo e Nazif

MÉDICOS PELO BRASIL: RELATÓRIO DE CONFÚCIO MOURA CAUSA POLÊMICA POR ACEITAR CUBANOS SEM O REVALIDA Há muitas opiniões diferentes, contraditórias, co

Direto ao Ponto com Vinicius Miguel

Direto ao Ponto com Vinicius Miguel

Sábado 12 horas e Domingo 7:30, na Record News. A partir da noite de sábado, no site Gente de Opinião. Direto ao Ponto, com Vinicius Miguel!Veja o víd