Porto Velho (RO) segunda-feira, 4 de julho de 2022
×
Gente de Opinião

Sergio Pires

Primeira Mão - 28/10/10


Primeira Mão - 28/10/10 - Gente de Opinião

COMEÇOU A BATALHA PELO FIM DA

LIBERDADE DE IMPRENSA NO BRASIL

Caminha célere, pelo menos em alguns estados do país e na cabeça de alguns membros proeminentes do atual governo, o projeto de vigiar a imprensa, de punir jornalistas e controlar o noticiário. Os tais conselhos de comunicação, criados a partir de um encontro nacional promovido pelo governo Lula, pretende não só ter sob seu tacão a opinião nacional, mas, pior de tudo, legalizar a censura à liberdade de expressão. No Ceará, Bahia, Alagoas e Piauí, as Assembléias Legislativas, dominadas por petistas e aliados, já estão tratando de criar tais conselhos, onde “a sociedade civil organizada”, ou seja, instituições ligadas aos poderosos da vez, teriam o poder de orientar, fiscalizar, monitorar e produzir relatórios, sobre a atividade dos meios de comunicação, em suas diversas modalidades. Inclusive determinando processos contra jornalistas e órgãos de comunicação e cortando verbas públicas daqueles veículos que não sejam “amiguinhos”. No Ceará, o governador Cid Gomes, já teria acenado com a possibilidade de sancionar a lei, por estar revoltado com a imprensa por denúncias contra seu governo, segundo relata a revista Veja.

O presidente nacional da OAB, Ophir Cavalcante, já denunciou a manobra e diz que a entidade não vai tolerar nenhum tipo de controle sobre a imprensa. Lembra, aliás, o dirigente da instituição dos advogados do Brasil, que tal medida é totalmente inconstitucional. O problema é que, nos últimos tempos, a Constituição tem sido violentada, sem que ninguém – nem a OAB – tenha protestado. Deixaram arrombar a porta, agora ela está escancarada. A continuar nesse ritmo, preparemo-nos, pois, para a volta da censura. Agora, disfarçada em lei e com o aval dos políticos de plantão, que não aceitam a ampla, geral e irrestrita liberdade de imprensa, que a plena democracia dá ao país. Sejamos todos vigilantes, antes que seja tarde demais.

 

ÚLTIMO DEBATE

A pouco mais de 72 horas da eleição decisiva de domingo, os dois candidatos ao Governo do Estado se enfrentam esta noite, no último debate antes do pleito, na TV Rondônia/Rede Globo. Do encontro final entre Confúcio Moura e João Cahulla  deve sair mais que faíscas. Serão labaredas, pode-se antever.

 

VEM COM TUDO

Confúcio vai tentar se manter na defesa, embora sua assessoria garanta que ele está preparado para contra atacar. Já Cahulla vem com tudo, das críticas às alianças à demissão dos servidores há dez anos e à quebra do Beron e da Ceron. O debate terá novamente normas rígidas mas, sem dúvida, como será o último, deve ferver na noite desta quinta.

 

PARANAENSE

Tomara que sobre tempo para os dois candidatos falarem também de seus projetos. O debate que encerra a campanha começará logo depois da novela das oito, que começa às nove. A mediador será o jornalista Wilson Kirsch, do Paraná, que já comandou o debate do primeiro turno.

 

RETA DECISIVA

A campanha prossegue até às 22 horas de sábado. São os últimos momentos em que os candidatos e suas coligações jogarão todas as suas fichas para tentar chegar à vitória. Confúcio Moura quer manter a vantagem do primeiro turno e João Cahulla  luta por uma grande virada. A reta decisiva da campanha está sensacional.

 

MELHOROU

Nos últimos dias, pelos lados palacianos, ouve-se que as cosias andaram melhorando muito, nos últimos dias. Já há sinais até de alegria, onde, há poucas semanas, ouvia-se mais ranger de dentes. A turma de Cahulla voltou a um otimismo que só se viu, antes, no início da campanha no primeiro turno.

 

EVANGÉLICOS

Uma das surpresas da última eleição, com mais de 186 mil votos, o ex-candidato ao Senado e ex-deputado federal Agnaldo Muniz é dos mais otimistas, na reta final da campanha. Ele garante que a grande maioria do segmento evangélico está com Cahulla, a quem está apoiando. O apoio vem também de seu sogro, o pastor Nelson Luthenberg, uma das maiores lideranças do setor, no Estado.

 

MAGNO MALTA

Para contrabalançar, o grupo da aliança pró-Confúcio trouxe ao Estado o senador Magno Malta, nome de proa entre os evangélicos brasileiros. Ele veio dar seu apoio ao candidato do PMDB e também pedir votos para Dilma Rousseff. E, na real, para tentar dividir o eleitorado evangélico, que estaria tendendo, em sua maioria, para Cahulla.

 

DESRESPEITO TOTAL

Está se tornando um caso de calamidade publica a absurda falta de atendimento local da ex-Ceron aos usuários. No final de semana passado, faltou energia em vários bairros, um caminhão destruiu um poste de alta tensão, deixando centenas de famílias às escuras e o tal 0800, atendido no Rio de Janeiro, nada resolveu. Está na hora de colocar ordem nessa esculhambação.

 

MOTOS E MORTOS

Nos últimos dias, pelo menos quatro motoqueiros morreram na região de Porto Velho e outros tantos saíram gravemente feridos. Pessoas irresponsáveis, muitas sem conhecimento dos mínimos cuidados ou das leis básicas do trânsito estão andando pela cidade fazendo loucuras com suas motos. Morrem, matam caroneiros, deixam cada vez mais feridos. E nenhuma autoridade aponta sequer a tentativa de resolver o problema.
 

Siga o Gentedeopinião no Gente de Opinião



Fonte: Sergio Pires  - [email protected]
 
Gentedeopinião   /  AMAZÔNIAS   /  RondôniaINCA   /   OpiniaoTV
 Energia & Meio Ambiente   /   YouTube / Turismo   /  Imagens da Históra

 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Sergio Pires

Everton Leoni não quer ser candidato + Vilhena e o azar com prefeitos + OAB vai protestar dividas de advogados

Everton Leoni não quer ser candidato + Vilhena e o azar com prefeitos + OAB vai protestar dividas de advogados

COM A DECISÃO DE EVERTON LEONI, A POLÍTICA PERDE UM POUCO, MAS O RONDONIENSE GANHA BASTANTE Há sempre dois lados da moeda! Logo, vai-se compreender o

Rondônia teve 26 mil novas empresas + O vírus ataca com força + Partidos e candidatos fazem pesquisas

Rondônia teve 26 mil novas empresas + O vírus ataca com força + Partidos e candidatos fazem pesquisas

MAIS DE 3 MILHÕES E 500 MIL NOVOS EMPREGOS NO PAÍS EM POUCO MAIS DE TRÊS ANOS. EM RONDÔNIA, TIVEMOS 26 MIL NOVAS EMPRESAS, SÓ EM 2021           Depen

Gravidez na infância e aborto + Um programa de sucesso + Será pior ou melhor?

Gravidez na infância e aborto + Um programa de sucesso + Será pior ou melhor?

GRAVIDEZ NA INFÂNCIA E ABORTO: IDEOLOGIA E HIPOCRISIA, ENQUANTO NOSSAS CRIANÇAS ESTÃO TENDO SUAS VIDAS DESTRUÍDAS          O estupro e a gravidez de

Descontos federais e do ICMS estadual + Corrida ao governo esquenta + O dia de cooperar

Descontos federais e do ICMS estadual + Corrida ao governo esquenta + O dia de cooperar

SE TODOS OS DESCONTOS FEDERAIS E DO ICMS ESTADUAL FOSSEM DADOS À GASOLINA, O PREÇO FINAL PODERIA CAIR PARA 6,10 REAISCaso já tivesse sido repassado t