Porto Velho (RO) quarta-feira, 25 de maio de 2022
×
Gente de Opinião

Sergio Pires

Opinião de Primeira - 27/12/13



CORRUPÇÃO: CRIME LESA PÁTRIA, COMO 

SE FOSSEM ATOS TERRORISTAS

Fala-se que a corrupção no Brasil enche os bolsos de poucos em cerca de 70 bilhões de reais ao ano. Será exagero? Ou não será? A verdade é que, pelo  que se fica sabendo na mídia, nos processos judiciais, em milhares de denúncias qOpinião de Primeira - 27/12/13  - Gente de Opiniãoue pululam em todos os cantos, a corrupção está chegando a patamares impressionantes. E crescendo. O ex-craque e hoje deputado federal Romário disse, em 2011, que o pacote de obras para a Copa do Mundo de 2013 significaria o maior roubo da história do nosso país. O desvio de recursos e o superfaturamento são claros, absurdos. Romário, infelizmente,  está coberto de razão. Não há punição exemplar, a não ser em casos excepcionais, como no do Mensalão. E assim mesmo depois de longos anos, quando tudo se arrasta pelos tribunais, em recursos sem fim, e, quando, como no Mensalão, aparece alguém com coragem para peitar os poderosos, tal qual o ministro Joaquim Barbosa.

A verdade é que é hora de tratarmos a corrupção como um crime lesa pátria, equivalente a atos de terrorismo. O desvio de recursos da saúde, da educação, das obras vitais ao país; os bilhões de reais que enchem os bolsos de poderosos, sejam dos que estão de passagem pelo poder ou dos que nele grudaram e não largam há décadas, não voltam jamais aos seus legítimos donos, ou seja, o povo brasileiro. Pune-se aqui e ali; de vez em quando se consegue descobrir e trazer de volta alguns trocados, mas os milionários e bilionários da corrupção continuam vivendo como se nada estivesse acontecendo. Se, quando descobertos, perdessem tudo o que têm, ficando só com a roupa do corpo (quem sabe nem isso?), provavelmente começaríamos a mudar a situação. Mas, como isso nunca vai acontecer, temos que nos preparar para o pior. Ou seja: a corrupção neste país só vai aumentar, cada vez mais. Uma lástima!

JOGANDO PARA A TORCIDA

A estas alturas do campeonato, não dá para servir a dois senhores. Entidades que vivem alardeando que o mais importante são os direitos humanos dos bandidos, correram a emitir notas de preocupação com a onda de violência a que Porto Velho foi submetida. Ora, não há meio termo. Ou se fica do lado dos criminosos ou das pessoas de bem. Não querer mudar a lei para fazer com que bandidos apodreçam na cadeia e defender menores assassinos, esquecendo-se das suas vítimas, é a escolha dessas instituições. Ora, que fiquem com os criminosos e não joguem para a torcida, quando a coisa engrossa!

SÓ BRINCADEIRA

Houve quem comentasse, talvez até em tom, de brincadeira, que o governador Confúcio Moura, o vice Airton Gurgacz e o presidente da Assembleia, Hermínio Coelho, sairiam de férias, todos ao mesmo tempo e que o vice-presidente da Assembleia, Maurão de Carvalho, assumiria o governo por alguns dias. Claro que não. Só se os três primeiros se afastassem do país e assim mesmo por um período superior a 30 dias, é que poderia haver troca momentânea de governador. Ou através de acordo, entre governador e vice, para que Airto0n assumisse por alguns dias. Afora isso, tudo é só gozação.

VERDADE OU SÓ TESTE?

Mas falando em Maurão de Carvalho, é bom que se diga que ele anda serelepe em relação a uma possível candidatura ao Governo do Estado. Não se sabe ainda se a sério ou apenas para saber como anda seu prestígio, Maurão tem comentado com amigos e com jornalistas que está pensando seriamente na possibilidade de disputar o Palácio Presidente Vargas. Disse isso textualmente, na semana passada, ao encontrar o apresentador e jornalista Léo Ladeia. E tem repetido a mesma intenção ao conversar com outras pessoas. Será que Maurão vai mesmo?

ARROZ DE FESTA

Pelo entusiasmo com que falou na mídia nesta final de ano, pela forma como vem apresentando os resultados do seu governo, que chega ao terceiro ano, agora não existe mais nenhuma dúvida: Confúcio Moura, embora evite falar abertamente sobre o assunto, está mais do que pronto para disputar a reeleição. No final de ano, sua assessoria da área de imprensa, propaganda e marketing garantiu gordos espaços na mídia, para que Confúcio abrisse o verbo. E ele foi arroz de festa nas TVs, rádios e jornais. Agora, tira uns dias de descanso, para quando voltar, já começar a preparar sua campanha para 2014.

UM POUCO DE PAZ

Depois de dias de medo e pânico em Porto Velho, principalmente, ao que tudo indica a paz voltou a reinar na Capital. E, por justiça, deve-se dizer que a violência, ao menos no período pré e pós Natal, deu uma aliviada em todo o Estado. Polícia nas ruas, muitas viaturas e até helicópteros, presença ostensivo e combate duro ao crime, trazem resultados práticos. O que ainda não tem controle é o crime organizado que domina os presídios e de lá comanda ataques, ameaças e violência nas ruas. Para isso, não tem ainda o que se fazer.

MEIA LUZ

A iluminação de Natal na Capital tem sido motivo de duras críticas dos menos bem humorados e de brincadeiras, piadas e ironias, dos que já levam as coisas mais no espírito de gozação. A verdade é que, pelo alto custo - mais de 800 mil reais, segundo a própria Prefeitura - seria possível fazer muito mais. Afora o CPA (Palácio Rio Madeira); o Palácio Presidente Vargas, algumas áreas perto da Prefeitura e uma árvore na Jorge Teixeira, o restante deixou muito a desejar. A atual administração precisa agir rápido, para corrigir essas coisas, antes que seja tarde demais para recuperar a credibilidade perante a opinião pública.

PERGUNTINHA

Para manter a paz e a tranquilidade, não seria possível as polícias fazerem, durante o ano inteiro, o mesmo sistema de policiamento feito nestes dias depois dos ataques dos criminosos?

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Sergio Pires

Dória cai fora da sucessão + Republicanos traz Damares+ Porte de armas para vigilantes

Dória cai fora da sucessão + Republicanos traz Damares+ Porte de armas para vigilantes

ELEITO NA ESTEIRA DO SUCESSO DE BOLSONARO, DÓRIA SE TORNOU UMA FIGURA PATÉTICA NA POLÍTICA NACIONAL E CAI FORA DA SUCESSÃO  Houve, claro, alguma su

A grandeza do agronegócio rondoniense + Vaga ao senado + Dez mulheres mortas

A grandeza do agronegócio rondoniense + Vaga ao senado + Dez mulheres mortas

COMEÇA UMA FEIRA GIGANTE QUE RESUME TODA A GRANDEZA DO AGRONEGÓCIO RONDONIENSE Rondônia tem sido, nos últimos anos, uma ilha de prosperidade, com nú

Um assassinato brutal + Governo e o salário de maio + STF usa bom senso + Crimes violentos em Rondônia

Um assassinato brutal + Governo e o salário de maio + STF usa bom senso + Crimes violentos em Rondônia

SERIA UMA LINDA HISTÓRIA DE RECOMEÇO, CASO NÃO HOUVESSE, NO CAMINHO, UM ASSASSINATO BRUTAL           Seria uma história simples, de uma mulher bras

Campanha Denorex + Dívidas da Santo Antônio Energia + Raniery Coelho reeleito

Campanha Denorex + Dívidas da Santo Antônio Energia + Raniery Coelho reeleito

UMA CAMPANHA DENOREX: SÓ PARECE, MAS NÃO É! ELEIÇÃO EM RONDÔNIA TERÁ AINDA GRANDES SURPRESASOs que não são mais tão jovens, não esquecem do comercia