Porto Velho (RO) domingo, 17 de novembro de 2019
×
Gente de Opinião

Sergio Pires

Opinião de Primeira - 22/11/13


AÇÃO DURA CONTRA OS CORRUPTOS E LAVA MÃOS SOBRE A VIOLÊNCIA

Comemora-se que um capítulo da impunidade no país está terminando. Políticos envolvidos com maracutaias já cumprem até penas de prisão. É um avanço importante,  para colocar nosso Brasil nos eixos, mesmo que, em alguns casos,  possa ter havido exagero e, quem sabe, um pouco de injustiça. Mas, outra faceta da impunidade só piora. É inacreditável como algumas tragédias que se repetem diariamente, Brasil afora, continuam sendo tratadas de forma pífia, como se eventos comuns fossem. Ver casas invadidas (a moda agora também em Porto Velho é os   bandidos aterrorizarem famílias inteiras, dentro de seus lares); crianças, mulheres, velhos e jovens sendo trucidados por criminosos e não se fazer nada, é quase que um ato criminoso. A omissão das autoridades, o lavar as mãos, o discurso ideológico vindo não só de políticos como de alguns advogados, promotores, juízes, de que é o governo  tem que dar condições para que esses "pobres copitados" não enveredem pelo mundo do crime, cria um pacote absurdo e irracional de impunidade, como se isentasse tanta brutalidade de qualquer culpa.

Todos os dias, de dentro das cadeias, bandidões comandam o crime aqui fora. Todo o mundo sabe disso, mas não há uma só ação prática, duríssima, que fizesse tremer nas pernas só o fato do bandido pensar em  cometer tal delito, porque se o fizesse, saberia que pagaria caro. Nada disso. Menores estão com carta branca para cometer qualquer atrocidade. Invasores de terras podem queimar, matar, destruir, que estão impunes. Índios podem chacinar quase 30 pessoas e nada acontece. Milhares de vidas são tiradas pela violência e a resposta é zero. Então, melhoramos um pouco em algumas coisas, mas estamos cada vez piores em outras. Como a impunidade dos facínoras, não importa que idade eles tenham...

MILHARES DE PÁGINAS

A história de um se confunde com a de outro. O Estado de Rondônia e o jornal O Estadão do Norte caminharam, durante todos estes anos, na mesma estrada da busca de uma terra prometida, melhor para todos, sob todos os aspectos. Ao chegar aos 33 anos de circulação, na maturidade, o Estadão retratou, em  milhares e milhares de páginas, todos os grandes fatos e atos do que ocorreu de mais importante nestas terras de Rondon.  Hoje, portanto, é uma data festiva. Para Rondônia. Para o Estadão. Para a imprensa, como um todo.

EDUARDO CAMPOS

Alguns políticos rondonienses já estão desistindo de apelar para o atual governo, tentando que o caso da transposição se resolva de imediato. Pelo menos um contato já foi feito com o pré candidato oposicionista à Presidência, o governador pernambucano Eduardo Campos, para que se comprometa com o assunto. Num contato com um líder do PSB do Estado, Campos teria garantido apoio à transposição, caso eleito. É que, em relação ao governo do PT, as esperanças estão se perdendo. Então, o negócio é buscar outros parceiros...

TUDO SE REPETE...

Mesmo com todas as promessas de solucionar o caso da transposição, mesmo que o Estado de Rondônia tenha cumprido rigorosamente sua parte na organização e levantamento da situação dos servidores que têm direito, mesmo com tudo feito dentro das exigências legais, agora a União está inventando outros obstáculos para não dar continuidade à contratação dos funcionários públicos rondonienses, que, aliás, já deveriam ter sido transpostos há pelo menos duas décadas. Uma vergonha inominável. E fica por isso mesmo. De novo!

EUFEMISMO

Deveria ter ocorrido há muito tempo atrás, pelo menos há algumas semanas; depois passou para o final de semana. Finalmente, alguns dos envolvidos no Escândalo Vergonhoso do Mensalão (EVM, uma sigla, já que os petistas adoram siglas), começam a cumprir suas penas. Ficarão pouco tempo atrás das grades, é verdade, mas pelo menos ficarão. Já é um pequeno sintoma da impunidade. Uma das piores coisas, depois, será ouvir os discursos deles, dizendo-se vítimas de perseguição e injustiça. No Brasil, com tanto eufemismo, até ladrão mudou de nome mesmo!

MAU SERVIÇO

Petistas de todo o país - e de Rondônia também - estão nas redes sociais protestando, vociferando e até ofendendo o presidente do Supremo, Ministro Joaquim Barbosa, que colocou a súcia de mensaleiros na cadeia. Por aqui, é o deputado federal Padre Ton quem lidera as mais duras críticas em função da condenação de seus companheiros de partido. Mas vários petistas de todos os tamanhos também entraram na dança. Todos estão, é claro, prestando um desserviço ao país.

AQUI É DIFERENTE

Essa gente toda deveria, sim, é estar aplaudindo o que fez o STF. E devia estar pedindo que outros corruptos também sejam presos, como os tucanos enrolados no criminoso superfaturamento dos trens e metrôs de São Paulo. Mas é sempre bom lembrar que aqui as coisas públicas misturam-se com as privadas. E os grandes interesses nacionais não têm grande importância, ante a ideologia e a proteção aos amigos, não importa que crime tenham cometido.

PERGUNTINHA

Qual a desculpa que a Presidente Dilma dará aos rondonienses para explicar o porquê da União estar inventando novos obstáculos para não transpor os servidores para a folha federal?

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Sergio Pires

O gasoduto volta à pauta + A CPI da Energisa já traz resultados + Muda lei de escolha dos diretores

O gasoduto volta à pauta + A CPI da Energisa já traz resultados + Muda lei de escolha dos diretores

O GASODUTO VOLTA À PAUTA: PORTO VELHO PODE RECEBER 2 MILHÕES DE METROS CÚBICOS DE GÁS POR DIAA dependência do Brasil em relação ao gás boliviano, se

Gilberto da Rima conta seu drama e o de sua empresa + Bolívia tem mulher daTV na presidência + Procurador geral pede exoneração

Gilberto da Rima conta seu drama e o de sua empresa + Bolívia tem mulher daTV na presidência + Procurador geral pede exoneração

UMA HISTÓRIA TRISTE, RECHEADA DE INJUSTIÇAS. DONO DA RIMA CONTA SEU DRAMA E O DE SUA EMPRESAÉ uma verdadeira novela, onde o vilão não é o suspeito, o

Ex policial da draco diz que prisões de operação contra a Rima foram desnecessárias + Segunda Instância: votos dos rondonienses

Ex policial da draco diz que prisões de operação contra a Rima foram desnecessárias + Segunda Instância: votos dos rondonienses

MAIS UMA BOMBA: EX POLICIAL DA DRACO DIZ EM ENTREVISTA QUE PRISÕES DE OPERAÇÃO CONTRA A RIMA FORAM DESNECESSÁRIASSurge, explosiva, mais uma  bomba, e

O fascínio pelo poder derrubou Evo Morales + César Cassol e seus investimentos na Bolívia + Em média, conta de luz quase dobrou

O fascínio pelo poder derrubou Evo Morales + César Cassol e seus investimentos na Bolívia + Em média, conta de luz quase dobrou

O FASCÍNIO PELO PODER DERRUBOU EVO MORALES. ELE ESQUECEU DA DEMOCRACIA E DA ALTERNÂNCIA NO PODERO poder escraviza, é uma tentação acima das resistênc