Porto Velho (RO) sexta-feira, 23 de abril de 2021
×
Gente de Opinião

Robson Oliveira

Há 6 meses ninguém acreditaria que o PT chegaria nas eleições nacionais com a força que ostenta em cada pesquisa divulgada.- Por Robson Oliveira


IBOPE – Nas próximas horas o Ibope deverá divulgar a primeira pesquisa de intenção de voto sem o nome do ex-presidente Lula entre os candidatos a presidente, depois que o Tribunal Superior Eleitoral cassou todas as possibilidades da candidatura do petista.
 

SUBSTITUIÇÃO - Embora o PT mantenha Lula em seus programas destinados aos candidatos, é consenso entre os petistas que está chegando a hora do PT e PCdoB formalizarem o nome de Fernando Haddad em substituição a Lula. O prazo final é dia 11 (data em que as torres gêmeas foram abatidas), conforme decisão do TSE.


TÁTICA – Enquanto não anuncia a mudança de candidato, o PT vai usar o quanto puder a imagem do ex-presidente como vítima de uma armação, enquanto os adversários patinam nas próprias pernas. Esta primeira pesquisa é muito aguardada para verificarmos para onde vão os eleitores de Lula. Embora seja cedo para uma avaliação mais acertada já que a tática petista em vitimizar Lula tem dado certo.


FORÇA – Há seis meses ninguém acreditaria que o PT chegaria nas eleições nacionais com a força que ostenta em cada pesquisa divulgada. Em três estados (Ceará, Piauí e Bahia), por exemplo, caminha para resolver as eleições no primeiro turno. Em outros três estados está coligado e coloca em primeiro lugar o candidato a governador (Maranhão, Alagoas e Acre). Pelos números apurados até agora dificilmente deixe de estar no segundo turno das eleições presidenciais. Mesmo os mais beligerantes sabem a força que o petismo emergiu das sombras. E não é bom negócio subestimar.


SENADO – Todos os prognósticos anteriores feitos pelos observadores políticos em Brasília (basta uma rápida pesquisa no Google) indicavam que a bancada petista no Senado iria sucumbir nas urnas. Não é o que as pesquisas estão indicando pelo país afora. É cedo para algum partido cantar vitória, visto que política muda que nem nuvem, mas é fato incontroverso que o PT elegerá uma bancada senatorial bem maior do que esperava. Assim como na Câmara Federal. Esta é uma campanha atípica que está provocando muito debate entre os cientistas políticos que, invariavelmente, erram mais do que acertam em seus prognósticos.


IMPUGNADOS - O Tribunal Regional Eleitoral começa a julgar os registros dos candidatos com pedido de impugnações. Alguns vão conseguir escapar, mas a situação do deputado federal Nilton Capixaba (PTB) é uma das mais complicadas. Além da impugnação, é possível que a qualquer momento o parlamentar tenha que iniciar o cumprimento da pena de condenação imposta pelo STF, visto que seus embargos já foram denegados. Capixaba insiste na candidatura, embora todos saibam antecipadamente que não se sustenta pela lei da ficha limpa.


TORCIDAS - Quanto a candidatura a governador de Acir Gurgacz (PDT), também suscitada, mesmo que na hipótese de que seja impugnada, deverá permanecer na campanha, bastando que interponha os recursos devidos já que possuem efeitos suspensivos. Ao contrário do que falam por ai, não precisará buscar uma liminar para continuar pedindo votos. A torcida para que ele desista é enorme nas imediações do Palácio Rio Madeira. O calendário eleitoral é muito curto e eventuais substituições tem data de validade. Para desespero das "danielitas".

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Robson Oliveira

Filiações para eleições de 2022 + Hildon Chaves desconversa + Marcos Rocha inerte + Zé do Gorro

Filiações para eleições de 2022 + Hildon Chaves desconversa + Marcos Rocha inerte + Zé do Gorro

FILIAÇÕES Com  a proximidade das eleições de 2022 os caciques começam a arregimentar filiados com possibilidades eleitorais para garantir o coeficie

Perplexidade é pouco + Marcos Rocha seria um  usuário do kit covid + uma suposta ruptura constitucional

Perplexidade é pouco + Marcos Rocha seria um usuário do kit covid + uma suposta ruptura constitucional

PERPLEXIDADE Ouvi atentamente uma entrevista concedida por um médico de São Paulo a uma emissora de rádio e TV da capital sobre o tratamento precoce

Eleições de 2022 + Vacinação + ANVISA + O lockdown não é a solução

Eleições de 2022 + Vacinação + ANVISA + O lockdown não é a solução

2022 Ao subir o tom das críticas contra a administração estadual e a municipal da capital em defesa das providências para conter o coronavírus, o de

Desprezo de Cassol + Animosidade entre Marcos Rocha e Leo Moraes + Prefeitos boquirrotos

Desprezo de Cassol + Animosidade entre Marcos Rocha e Leo Moraes + Prefeitos boquirrotos

DESPREZO Viralizou nas redes sociais um vídeo com o ex-senador Ivo Cassol (PP), supostamente ao lado de um cidadão acometido com Covid, manipulando