Porto Velho (RO) sexta-feira, 29 de maio de 2020
×
Gente de Opinião

Osmar Silva

STF com DNA defeituoso


STF com DNA defeituoso - Gente de Opinião

Parece uma condenação. Daquelas marcadas a ferro e fogo. Não dá para esconder nunca mais. Nem disfarçar, é possível. Logo cai a máscara. E a verdadeira identidade surge com todo o DNA. Esta parece ser a sina de alguns ministros do Supremo Tribunal Federal. Entre eles, notadamente, Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Rosa Weber.

Esta gente, que não aceita o tratamento de ‘você’, trabalham descaradamente em favor do crime e de criminosos. Mas não do meliante pé-de-chinelo. Não! Não mesmo! Suas ‘excelentíssimas” atenções se voltam em favor dos criminosos de ‘colarinho branco’.

Estão comprometidos e contaminados com o pior. As quadrilhas estão se refestelando em brindes de puro malte e a mais legítima Champagne. Comprados com o dinheiro roubado do povo brasileiro. Se comprazem em suas ignomínias e nos envergonham e humilham.

Suas interpretações da Constituição e das leis, e suas decisões não têm a linha reta e imparcial da justiça. Mas as curvas, alargamento e estreitamento, de suas hermenêuticas políticas.

Moucos ao clamor da Nação, optam pela parcialidade em função de interesses escusos inconfessáveis, mas percebíveis.

O DNA destas pessoas está contaminado na origem.

Postados no ‘cume do sistema”, com disse Gilmar Mendes em recente entrevista, não tem quem os controle. Com debochado sorriso, apontou alternativa difusa: “o povo”. E sabem que ele tem razão? O povo não conta com nenhum instrumento de ação direta contra o Poder Judiciário. Mas tem o poder indireto, através do Congresso Nacional.

Tanto é verdade, que o senhor Toffoli, dando uma de Pilatos, lavou as mãos, declarando que só estava respeitando artigo da lei penal aprovada pelo Congresso. Legalista, sim senhor!

Para parar a sanha desses contaminados senhores das cortes brasileiras em favor do crime e de criminosos, principalmente os do STF, temos que pressionar cada deputado federal e cada senador, para mudar o sistema de seleção e posse dos ministros dos tribunais superiores.

O notório saber e a conduta ilibada tem que ser comprovada tecnicamente. Tem que acabar com a vitaliciedade e estabelecer mandato, renovável uma única vez. E a escolha tem que ser pelo voto de todos os operadores do direito. Só assim a democracia chegará no Poder Judiciário. Só assim eles serão, se sentirão e se comportarão como ‘servidores públicos’.

Esta gente do atraso, que enoja a opinião pública, precisa respeitar o sentimento majoritário da Nação brasileira que não aceita mais a corrupção nem os corruptores.

Em um sistema de escolha por sufrágio público e transparente, o compromisso dos candidatos a uma cadeira nos tribunais superiores, passa a ser com a Nação. E não com criminosos do Senado, a quem vão beijar a mão e assumir compromissos antirrepublicanos para obter aprovação.  

Basta de vergonha, de humilhação, de escárnio! Basta de arrogância e privilégios! É preciso por freios nestes senhores de pose imperial. E o caminho é o Congresso Nacional.

 

Osmar Silva – Jornalista – Presidente da Associação da Imprensa de Rondônia – WhatsApp 69.99265.0362.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Osmar Silva

Moro sai e o diabo dá cambalhotas

Moro sai e o diabo dá cambalhotas

O rombo no casco do navio do governo do presidente Jair Bolsonaro é grande. A saída do ministro da Justiça e da Segurança Pública, o jurista Sérgio

Mundo de ponta cabeça

Mundo de ponta cabeça

Quem imaginaria ver as praças de Roma, os bares e as gôndolas de Veneza, os cafés de Paris, os estádios e as igrejas centenárias do mundo, vazias?

Tempos estranhos no Estado burro

Tempos estranhos no Estado burro

Estamos vivendo tempos estranhos. Saímos do governo do ‘dou um tostão, levo um milhão” e embarcamos noutro que vem protagonizando várias confusões. Em

Lixo, merda e água contaminada não é ‘missão de Deus’

Lixo, merda e água contaminada não é ‘missão de Deus’

- Governar é missão de Deus! Disse o governador de Rondônia, Marcos Rocha, em recente evento público. A sentença é correta, segundo os princípios cr