Porto Velho (RO) sábado, 30 de maio de 2020
×
Gente de Opinião

Osmar Silva

Pensamento livre VI - Por Osmar Silva


QUINQUÊNIO SUSPENSO POR OFÍCIO...

Em somente dois meses de governo, o prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, arranjou confusão pra mais de metro. E desagrada pela simples falta de prudência e cautela  Exemplo é o imbróglio da extinção do quinquênio que, segundo nota do Sintero “foi suspenso por 90 dias, de ofício, mas não acaba com a ameaça ao direito conquistado”. Mas, se pode suspender efeito de lei por ofício?...

 ... É MERA LIBERALIDADE...

... o ato do gestor público objetiva reduzir custos com folha de pagamento sob risco de faltar dinheiro para pagar salários em curto prazo. Há mais de 10 anos a União extinguiu essa gratificação por tempo trabalhado para novos servidores, por ser mera liberalidade do empregador público ou privado. QUINQUÊNIO NÃO É OBRIGATÓRIO.

===================================================================

NÃO FAÇO O QUE DIGO...

Hildon prometeu enfaticamente, na campanha, um secretariado de excelências e não prejudicar servidor. Não fez nem uma coisa nem outra. E em menos de 60 dias trocou secretário e, sabe-se, pensa trocar outros, e deve. Alguns estão levando-o para o buraco. Salva-o as exceções a exemplo de Alexandre Porto, Fernando Ocampo, Guilherme Erse e ...tem mais?

...E FAÇO O QUE NÃO DIGO

Prometeu também gestão rigorosa, eficiente para sobrar dinheiro e poder investir nas demandas da cidade. Fez até poesia de amor a Porto Velho: “Quero cuidar de você”. Mas o que se vê é o contrário. Nomear 1.700 pessoas em cargos comissionados, dos quais 500 só em seu gabinete! Isso, ele não disse que faria. E acaba de criar mais duas superintendências com mais 50 cargos em comissão. Onde está a economia? Tá faltando dinheiro ou não?

 ==================================================================

[email protected] – Jornalista – Presidente da Associação da Imprensa de Rondônia-AIRON.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Osmar Silva

Moro sai e o diabo dá cambalhotas

Moro sai e o diabo dá cambalhotas

O rombo no casco do navio do governo do presidente Jair Bolsonaro é grande. A saída do ministro da Justiça e da Segurança Pública, o jurista Sérgio

Mundo de ponta cabeça

Mundo de ponta cabeça

Quem imaginaria ver as praças de Roma, os bares e as gôndolas de Veneza, os cafés de Paris, os estádios e as igrejas centenárias do mundo, vazias?

Tempos estranhos no Estado burro

Tempos estranhos no Estado burro

Estamos vivendo tempos estranhos. Saímos do governo do ‘dou um tostão, levo um milhão” e embarcamos noutro que vem protagonizando várias confusões. Em

Lixo, merda e água contaminada não é ‘missão de Deus’

Lixo, merda e água contaminada não é ‘missão de Deus’

- Governar é missão de Deus! Disse o governador de Rondônia, Marcos Rocha, em recente evento público. A sentença é correta, segundo os princípios cr