Porto Velho (RO) quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020
×
Gente de Opinião

Osmar Silva

OS TROUXAS


OS TROUXAS - Gente de Opinião

Que os eflúvios do Dia das Mães nos dêem, na semana que se inicia, merecidas vitórias. Pois, a semana passada, foi só de derrotas.

O Supremo Tribunal Federal, com o seu comportamento ultimamente, passou a seguinte mensagem a todos os criminosos: fiquem tranquilos. Não vamos deixá-los na cadeia! No Natal vocês vão para casa, viu!

O Congresso Nacional correu e também fez sua parte. E como! Mandou duas mensagens para todas as organizações criminosas e seus membros, fora e dentro dos Poderes. Principalmente, aos da própria Casa.

Na primeira, já informa de forma reta: fiquem ligados, acabamos de tirar o Coaf das mãos da Justiça do Sérgio Moro. Lá na Economia ele não nos incomodará.

Na segunda, o recado é mais claro ainda: aí moçada, tirem essa cara de medo. Está tudo dominado. Aqueles auditores abelhudos, que estavam se achando os heróis da corrupção, agora estão de pés e mãos atadas. Acabou o perigo. Vamos ao ‘trabalho!’

Foi desse jeito que eles humilharam o Brasil e o povo brasileiro na semana passada. Fazendo tudo contra a boa educação, os bons princípios, as boas práticas, os bons costumes. Tudo contra a honestidade, a decência, o bom caráter, a vergonha, a honra.

As famílias dizem aos seus filhos: não roube, não mate, não trafique, não pegue o que não é seu. Não minta. Não cometa crimes, respeite as leis. Seja honesto, seja honrado. Respeite os mais velhos e tema a Deus. Ele está em toda parte e ver tudo. Mas, se errar, assume o que fez.

Mas as mensagens que ‘eles’ passam para a sociedade vão na contramão de tudo isso. Elas dizem simplesmente: o crime compensa.

E nós ainda lhes pagamos a lagosta e o vinho. Somos é uns trouxas, isso sim!

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Osmar Silva

Tempos estranhos no Estado burro

Tempos estranhos no Estado burro

Estamos vivendo tempos estranhos. Saímos do governo do ‘dou um tostão, levo um milhão” e embarcamos noutro que vem protagonizando várias confusões. Em

Lixo, merda e água contaminada não é ‘missão de Deus’

Lixo, merda e água contaminada não é ‘missão de Deus’

- Governar é missão de Deus! Disse o governador de Rondônia, Marcos Rocha, em recente evento público. A sentença é correta, segundo os princípios cr

Imprensa e comunicação, o desafio

Imprensa e comunicação, o desafio

Diversos eventos movimentaram a imprensa e os comunicadores de Rondônia no segundo semestre do ano passado. Boas iniciativas de discussão e reflexão

Ética do cidadão e do político

Ética do cidadão e do político

E a política da prosperidade vence mais uma vez.