Porto Velho (RO) domingo, 27 de maio de 2018
×
Gente de Opinião

Osmar Silva

Ainda acredito - Por Osmar Silva


 

O prefeito Hildon Chaves está devendo muito ao povo de Porto Velho. Como quem deve muito muito tem que trabalhar senão não paga o que deve, o ex-promotor de justiça não tem mais tempo para errar, não tem mais tempo a perder, se quiser honrar o princípio básico de sua profissão primeira: promover justiça. E só promove justiça quem honra o que fala e faz o que prega e entrega o que prometeu. Honra a palavra e a assinatura.

Eu lhe dei meu voto, como a maioria do povo portovelhense. Mas, como todos, vejo que um ano de mandato já se foi e pouco, pouco mesmo, pode ser mostrado como coisa realizada. Entramos no segundo ano ainda falando de parcerias públicas privadas como alternativa de solução para os grandes problemas da cidade. Nesse campo, nada de concreto pode ser exibido. Só existem previsões, ainda nas nuvens.

Foi-se o tempo de conhecer ‘a máquina’, foi-se o tempo para adequar seu compromisso de fazer com um ‘orçamento feito por outros’ e foi-se o tempo de ‘arrumar a casa’. Tudo isso já foi. É passado. Não dá mais para ficar trocando secretários à média de um por mês. Se continuar assim, o atestado de incompetência vai para quem nomeia e não para o nomeado.

A hora é de trabalhar. De fazer, e de fazer muito. Os dias de carnaval poderiam ser aproveitados, por exemplo, para um grande mutirão de tapa buracos de ruas e avenidas da cidade, traiçoeiras e perigosas, danificadas pelo rigor do inverno. Aproveitando a mínima brecha que a chuva der e qualquer raio de sol que apareça. Recolher lixo, desentupi bueiros, valas, dutos ou qualquer caminho que tire as águas de dentro das lojas e casas das pessoas.

Não vejo nem ouço qualquer movimento nesse sentido. Certamente, a quarta feira de cinza chegará com a cidade um pouco pior, para a tristeza dos seus moradores. Talvez seja melhor tomar todas para esquecer que moramos na pior e mais feia cidade de Rondônia.

Apesar de começarmos o ano com IPTU mais caro, com taxa de iluminação mais cara, com nebulosas tratativas na substituição de segurança privada por eletrônica e no pagamento de precatórios milionários, sinalizando ligações e compromissos nada republicanos, possivelmente envolvendo velhos e conhecidos mestres da corrupção, ainda acredito que o prefeito de Porto Velho possa dá conta do recado.


- A fé não costuma faiá!  

OsmarSilva – Jornalista, presidente da Associação da Imprensa de Rondônia-AIRON, WhatsApp 69.99265.0362, email sr.osmarsilvagmail.com

 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Osmar Silva

A TERCEIRA FORÇA - Por Osmar Silva

A TERCEIRA FORÇA - Por Osmar Silva

No Brasil, conforme avança o calendário eleitoral as coisas vão tomando rumo e ganhando definições.

EU PRA TU E TU PRA MIM - Por Osmar Silva

  Parece que, finalmente, os caciques do MDB de Rondônia se entenderam. Segundo se relata por aí, Confúcio, Raupp e Maurão em conversa franca, alinhar

A força da lei - Por Osmar Silva

A força da lei - Por Osmar Silva

A força da lei Fico intrigado e decepcionado quando vejo o senador mineiro Aécio Neves na televisão. Que imagem patética, insegura e desesperada ele p

EU NÃO DISSE? Por Osmar Silva

EU NÃO DISSE? Por Osmar Silva

”O médico de Ariquemes não rasgará sua biografia partidária nem trairá o ideário que comungou com Jerônimo Santana, seu preceptor político”. Eu disse