Porto Velho (RO) terça-feira, 21 de setembro de 2021
×
Gente de Opinião

Osmar Silva

A hora é essa



Bom, acabou o carnaval. Agora o ano vai realmente começar. É hora de arregaçar as mangas, trabalhar, produzir e enfrentar os problemas. Mas a folia de Momo serviu para lembrar, insistentemente, que a Capital de Rondônia precisa, com urgência, de espaços apropriados de lazer. Com quase meio milhão de habitantes, não dá mais para virar as costas a esse direito do povo.

Nos últimos anos, quando se aproxima as grandes festas do calendário cultural da cidade, como o Carnaval, a Flor do Maracujá e os carnavais fora de época, por exemplo, as próprias autoridades públicas do estado se debatem diante do problema de onde realizar o evento. A Flor do Maracujá não tem mais lugar na esplanada das secretarias. Onde acontecerá esse ano? Pode perguntar a qualquer autoridade que não ouvirá uma resposta conclusiva.

E o Carnaval? Já passou pela Avenida Farquar, Jorge Teixeira e, últimamente, na Migrante. Mas chegou-se a anunciá-lo na Rio de Janeiro, já na Zona Leste da cidade. O próximo será aonde? E os fora de época com seus blocos pulando por três dias? Já passaram pela Jorge Teixeira, Carlos Gomes e parque de exposições agropecuárias. E os próximos, onde serão? Te asseguro, caro leitor, ninguém ainda tem a resposta.

A ausência de espaços apropriados para as grandes concentrações públicas é um desafio para os planejadores do estado e da cidade. Da mesma forma que falta um auditório ou um centro de convenções que abarque as demandas dos congressos, seminários e exposições. Assim como ainda nos falta um teatro, - que caminha para duas décadas em construção -, e um parque agropecuário condizente e compatível com a importância da cidade e do estado. O que aí está já se exauriu. Está obsoleto.

Esse é o momrnto para resolver estas dívidas com Porto Velho. A cidade conta, agora, com uma bancada de seis deputados estaduais, dois federais e um governador comprometido com seu povo. Isso constitui um ambiente favorável à resolução destas questões que não podem mais ser postergadas. Ou vamos condenar a população a encher a cara nos botecos por falta de opções saudáveis? Esse, com certeza, não é o destino que a boa gente de Porto Velho merece e constrói.


Gente de Opinião

Fonte: Jornalista Osmar Silva/DRT 1035 - [email protected]

Gentedeopinião / AMAZÔNIAS / RondôniaINCA / OpiniaoTV / Eventos
Energia & Meio Ambiente
/ YouTube / Turismo / Imagens da História


 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Osmar Silva

O Brasil está incendiado

O Brasil está incendiado

É isto mesmo! O Brasil está pegando fogo. E não é incêndio na floresta. É entre os poderes. A harmonia entre os três pilares da Democracia está romp

Retratos do Brasil – Para confundir qualquer um

Retratos do Brasil – Para confundir qualquer um

Temos na presidência do Brasil um ex-Capitão e ex-deputado federal, por cinco mandatos, apontado pela Oposição como anti-democrático, ditador e geno

Aleluia – Tempo de Esperança

Aleluia – Tempo de Esperança

Certo tempo atrás, no mundo onde fui criado e educado, o Sábado de Aleluia era o dia mais esperado e também o mais temido da Semana Santa. Um dia es

A hora, governador, é de atitude

A hora, governador, é de atitude

O coronel Marcos Rocha, governador de Rondônia, gravou e publicou neste sábado, 27, um vídeo para chamar a atenção do povo rondoniense à gravíssima