Porto Velho (RO) quarta-feira, 3 de junho de 2020
×
Gente de Opinião

Luiz Felipe

Será que vivemos em dias de inversão de valores?




Luiz Felipe da Silva Andrade
OAB/RO 686-E


Hoje as instituições da República vivem em cárcere permanente do câncer gerado pela corrupção, o qual está enraizado nos mais profundos seios de nossa amada República, hoje podemos ver Juízes, Desembargadores e Tribunais vitimizados e acuados diante de atos e condutas antirrepublicanas.

Distintos senhores, apoiados pela mídia de massa, transformam os agentes do estado-juiz em bandidos de capa preta... Diante destes fatos tão lastimáveis acabo relembrando, muitas vezes sem querer, do saudoso tempo dos meus avós onde os Magistrados eram instrumento de Justiça e, faziam disso um verdadeiro sacerdócio; onde as instituições eram respeitadas como deviam ser; onde os distintos senhores de beca honravam as vestes talares e eram exemplo de retidão e caráter.

Recentemente uma Juíza foi vítima de um ato covarde e atentatório (não só a sua integridade, mas a integridade da instituição que ela representa); não tão recentemente assim, um bicheiro (sim é isso que ele é - os que o chama de empresário, muito provavelmente devem ter se posto a venda) mostrou como os valores de antigamente foram esquecidos e foram simplesmente substituídos por preço, um preço viu e pecaminoso que contamina toda uma República; e, já nos finalmente, e já há algum tempo atrás, um grupo de representantes do povo se cercaram de um, SUPOSTO, esquema criminoso a fim de adquirir vantagens de forma egoísta e antirrepublicana.

E neste país senhores que estamos a viver, ou melhor, que estamos a sobreviver pois diante desta conjuntura só é possível a sobrevida, só é possível a existência de cidadãos marginalizados e esquecidos, onde seus representantes escarnecem de suas vontades e os massacram a fim de se manter no poder - assim como um prostituta vende seu corpo por dinheiro, estes distintos representantes vendem a alma e a probidade por vultuosas quantias ou benefícios.

Existem aqueles que não querem ver ou perceber, mas sinto-lhes informar que estamos em uma crise, uma crise Republicana que se perdurar poderá ferir de morte nossa liberdade e nossos direitos e garantias fundamentais.

Uma vez, se instaurou a ditadura sob a escusa de se oprimir a corrupção e, se estabelecer um governo probo e justo... Pergunto-lhes, se essa crise continuar a assolar-se nas entranhas da República, quanto tempo irá demorar para que isto volte a ser nossa realidade?

E aqueles que se perguntam o porquê destas linhas e palavras. Apenas digo que são para evitar a morte dos sentimentos de revolta deste subscritor... E, aos que não tenham o interesse de ver a verdade peço-os desculpas.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Luiz Felipe

PRECISAMOS FALAR SOBRE LIBERDADE ARTÍSTICA, CULTURA DO ESTUPRO E O BOM SENSO

PRECISAMOS FALAR SOBRE LIBERDADE ARTÍSTICA, CULTURA DO ESTUPRO E O BOM SENSO

PRECISAMOS FALAR SOBRE LIBERDADE ARTÍSTICA, CULTURA DO ESTUPRO E O BOM SENSO Por: Luiz Felipe da Silva Andrade[1] Confesso que o funk brasileiro (ou c

Programa de Redução de Litígios Tributários – PRORELIT sofre a primeira derrota na Justiça Federal.

Programa de Redução de Litígios Tributários – PRORELIT sofre a primeira derrota na Justiça Federal.

   Por: Erika Gehardt e Luiz Felipe da Silva Andrade   Nos dias atuais, vivemos uma crise geral. E, justamente nesses tempos que o Estado mostra sua f