Porto Velho (RO) quarta-feira, 20 de novembro de 2019
×
Gente de Opinião

Lucio Albuquerque

PREVIDÊNCIA – FALTA CORAGEM PARA COBRAR? Por Lúcio Albuquerque


 

Lúcio Albuquerque, repórter

 

            PREVIDÊNCIA – FALTA CORAGEM PARA COBRAR?

 

O Governo Federal, com apoio de grandes veículos de comunicação, médios e pequenos também, faz uma campanha cerrada e não é de agora, portanto não é coisa só do Temer, alegando que a Previdência está quebrada, que tem de subir o preço da contribuição, que se isso não acontecer a aposentadoria vai para o espaço, o papo furado que o Brasil escuta há muito tempo.
 

         De quebra também acusam o funcionalismo público de responsável pelo buraco previdenciário, uma maneira clara de botar em guerra aberta o setor privado contra aqueles que fazem a máquina do Estado funcionar. Na realidade o que falta ao governo Federal é coragem para fazer cumprir a Lei, e antes de vir com a conversa de sempre, que está tudo falido, pressionar quem deve, um grupo imenso de empresas, algumas ligadas diretamente ao setor público, multibiliardárias mas que, pelo visto, conforme o noticiado, não cumprem suas obrigações para com a previdência.

         É sério: enquanto reafirma a necessidade de reforma da previdência – o que quer dizer tirar mais dinheiro da mesa do trabalhador, o governo federal não tem coragem para fazer com que empresas e órgãos públicos recolham à Previdência 426 bilhões que, conforme o site expressaorondonia.com.br (*), “equivale a três vezes o chamado déficit da Previdência em 2016”, números levantados, conforme a mesma fonte, pela Procuradoria Geral da Fazenda Nacional.

         Aí, haja ministro, deputado, senador, governador e presidente da República querendo mudar a Previdência alegando que ela está quebrada e  etc, mas nenhum deles quer cumprir com suas obrigações.

         E nós, que pagamos a conta, tendo de encarar essa lábia e com muita gente ainda votando em outubro naqueles que está encastelados em Brasília e que se calam perante a inoperância  gerencial que este país está passando há 15 anos.

(*)  http://www.expressaorondonia.com.br/caerd-e-eucatur-estao-na-lista-dos-maiores-devedores-da-previdencia/

 

            PARA LEMBRAR

           

20 de fevereiro – Em 1944 – O Congresso Nacional recebe o Plano Rodoviária Nacional, assinado pelo engenheiro Yedo Fiúza propondo a Rodovia Acreana, ligando Rio Branco, AC a Cuiabá, MT (Vitor Hugo, Cinquenta anos do Território Federal do Guaporé).

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Lucio Albuquerque

Lúcio em três temas (*) - Unimed – Pague em dia e espere muitos dias - Até quando o descaso com o dinheiro público? - Cães e pombos: livres para crescer e multiplicar

Lúcio em três temas (*) - Unimed – Pague em dia e espere muitos dias - Até quando o descaso com o dinheiro público? - Cães e pombos: livres para crescer e multiplicar

UNIMED – PAGUE EM DIA E ESPERE MUITOS DIAS Uma das bases da relação entre   quem compra e quem vende tem duplo pilar. De um lado, a capacidade de aten

Lúcio em três temas (*)

Lúcio em três temas (*)

1. SOBRAR PARA QUEM NÃO DEVETerá razão o ex-governador Daniel Pereira, caso queira, ir à Justiça requerer ressarcimento financeiro pelo vexame a que,

Lúcio em três temas

Lúcio em três temas

Quem foi, disse ter gostado. Quem não foi, lamenta e diz que não perderá a próxima.

Sinjor abre Roda de Conversa com reflexão sobre 2018

Sinjor abre Roda de Conversa com reflexão sobre 2018

Com participação de mais de 50 pessoas, e transmissão ao vivo no facebook do site rondoniadagente.com.br, o Sindicato de Jornalistas de Rondônia, Sinj