Porto Velho (RO) segunda-feira, 22 de abril de 2019
×
Gente de Opinião

Lucio Albuquerque

Os reeleitos desde a primeira disputa estadual


Pesquisa e texto: Lúcio Albuquerque
(Fontes: Francisco Matias Pioneiros e Lúcio Albuquerque 20 Anos da Nossa História)

Realizada em 1982, a primeira disputa em nível estadual em Rondônia não teve
votação para governador, porque a Lei Complementar 41/1981 que criou o
Estado determinou que o ocupante do cargo continuaria nomeado e só haveria
disputa ao Governo em 1986 - quando o ex-deputado federal Jerônimo Santana,
derrotado ao Senado em 1982 foi eleito governador.

FEDERAIS REELEITOS

Dos oito deputados federais por Rondônia desde 1982, só foram reeleitos os
seguintes:
1986 - Rita Furtado, Francisco Sales e Assis Canuto.
1990 - Raquel Cândido (nesta legislatura aconteceram dois fatos únicos: 1º -
Todos oito eleitos eram da coligação Vontade do Povo que foi a única a
alcançar o cociente eleitoral); 2º - Três dos eleitos (Raquel Cândido, Nobel
Moura e Jabes Rabelo foram cassados pela Câmara Federal).
1994 - Carlinhos Camurça.
1998 - Confúcio Moura e Marinha Raupp.
2002 - Marinha Raupp, Confúcio Moura, Nilton Capixaba, Agnaldo Muniz e
Sérgio Carvalho.

ESTADUAIS REELEITOS

1986 - Foram sete: Amizael Silva, José do Prado, Manoel Messias, Osvaldo
Piana, Silvernani Santos e Heitor Costa.
1990 - Foram quatro: João Batista, Odaísa Fernandes, Silvernani Santos e
Vicente Homem.
1994 - Foram quatro: Dedé de Melo, João Batista, Lúcia Tereza e Renato
Velloso.
1998 - Foram 10: Carlão de Oliveira, César Cassol, Daniel Pereira, Dedé de
Melo, Marcos Donadon, João da Muleta, Mileni Mota, Suely Aragão e Renato
Veloso.
2002 - Foram 13: Carlão de Oliveira, Chico Paraíba, Emílio Paulista, Everton
Leoni, Haroldo Santos, Kaká Mendonça, João da Muleta, Maurão de Carvalho,
Paulo Moraes, Renato Velloso, Marcos Donadon, Edézio Martelli  e Ronilton
Capixaba.

 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Lucio Albuquerque

1968: 25 de março começou o “ano que nunca acabou”

1968: 25 de março começou o “ano que nunca acabou”

O ano novo de 1968, data comum à maioria da Humanidade, começou, como todos os outros denominados historicamente de D.C, a 1º de janeiro. O “ano do ho

O QUE SE FALA EM SEGREDO DEVE SER COMENTADO?

O QUE SE FALA EM SEGREDO DEVE SER COMENTADO?

(Ou como distorcer, para criticar, uma resposta)

RELEITURA DA HISTÓRIA PODE DAR RAZÃO A BOLSONARO

RELEITURA DA HISTÓRIA PODE DAR RAZÃO A BOLSONARO

Que o presidente Jair Bolsonaro precisa levar uma espécie de “puxão de orelha” em relação a falas fora de tempo, ou permitir que seus filhos interfira

LAMENTO. MAS, MESMO NÃO SENDO ELEITOR DO LULA, EU CONDENO!

LAMENTO. MAS, MESMO NÃO SENDO ELEITOR DO LULA, EU CONDENO!

Não tenho, nunca tive e nem pretendo ter filiação partidária. Quem me conhece sabe que eu nunca me posicionei a favor de Lula (até quando encaro um pr