Porto Velho (RO) domingo, 5 de julho de 2020
×
Gente de Opinião

Lucio Albuquerque

CONTA GOTAS - Apadrinhamento perigoso


 

leia no pé da coluna o comentário "Apadrinhamento perigoso"

PAUTA

Vai chover programete de baixo nível na TV esta semana que vem, com muita gente palpitando sobre o caso daquele seqüestro de São Paulo. Agora é fácil falar, acusar, dar sugestões, achar que se tinha a solução, etc. Aliás, será que as entidades de direitos humanos já foram consolar as famílias das duas jovens?. Ou, como é notório, com a vítima e sua família essas entidades parecem querem estar bem distantes.

PERGUNTE A SEMTRAN

"Por que motoqueiros e bicicleteiros fazem o que querem no trânsito", pergunta um internauta, em e-mail mandado a este aprendiz de repórter de província. Convenhamos, não só eles, mas mais eles. É só dar uma volta na cidade, qualquer local, que o fato salta aos olhos: inexiste responsabilidade de motoqueiros e bicicleteiros, da mesma forma que não se observa isso de parte das autoridades responsáveis pela segurança do trânsito. Portanto, minha sugestão é: "Pergunte a Semtran".

VIROU ZONA

Usando um termo um pouco chulo, não tenho dúvida em afirmar que o trânsito em Porto Velho virou uma autêntica zona. E, creio, estou cometendo uma injustiça com as zonas de prostituição, onde regras existem e são obedecidas. No trânsito de Porto Velho, regras há, mas nem as autoridades obedecem. Autêntico estado de anomia.

E PERGUNTE A SEDUC

De outro internauta recebo a pergunta: "Por que acabaram com as aulas de Moral e Cívica?". Taí, pergunte a Seduc, a Semec, ao Conselho Estadual de Educação, e por aí afora. O certo é que temas como ética, respeito e civismo estão bem longe depois que tiraram a EMC do mapa escolar.

MOBRAL

Esse governo brasileiro que está aí deveria ser processado por apropriação indébita. Lembram do Mobral, aquele programa de alfabetização de adultos das décadas de 60 e 70? Pois é, agora é apresentado com novo nome.

APADRINHAMENTO PERIGOSO

Eu torço que não seja verdade, mas é bem simples a apresentação do fato: um determinado curso superior na região central do interior rondoniense, que já vinha tendo problemas para se manter, só teria conseguido continuar funcionando graças ao apadrinhamento de um importante político que tem base eleitoral maior justamente naquela região.

Pode ser – e, certamente que até acredito que seja realidade - que haja outros em situação similar, mas de qualquer forma o apadrinhamento é altamente perigoso e, confirmando o fato citado no parágrafo anterior, vamos verificar que isso estará em total contra-mão do interesse maior da política de educação de qualquer país, que é da busca da qualidade.

Apenas para demonstrar o interesse da busca da qualidade, é que a Ordem dos Advogados do Brasil mantém uma comissão de Acompanhamento dos Cursos Jurídicos, responsável pela "canetada" que pode reduzir vagas e até suprimir cursos de formação de novos bacharéis.

Espera-se, apenas, que esse trabalho da OAB não comece a ser parado em razão de novos interesses políticos, de apadrinhamentos irresponsáveis e que atentam contra qualquer discurso de interesse de qualidade.

E é preciso que a sociedade se mobilize, chutando para a cesta de lixo quem quer que atente contra a qualidade no ensino, ainda que se esconda atrás de um mandato conquistado com um discurso inteiramente diverso da prática quando no mandato. 

Inté outro dia, se Deus quiser!

Lúcio Albuquerque
[email protected]

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Lucio Albuquerque

1964 em RO (10) - Voto distrital à moda rondoniense, e como fazer um deputado em 20 dias

1964 em RO (10) - Voto distrital à moda rondoniense, e como fazer um deputado em 20 dias

Em 1969, com dois municípios, houve eleição no Território, para as Câmaras, no caso de Porto Velho, que escolheria, mais de 40 anos depois da última e

05 de julho – BOM DIA! RONDÔNIA

05 de julho – BOM DIA! RONDÔNIA

Em 2019 – Falece em Porto Velho, aos 87 anos, o historiador, jornalista,  professor, e Doutor Honoris-Causa/UNIR Abnael Machado de Lima, fundador e de

04 de julho. BOM DIA! RONDÔNIA

04 de julho. BOM DIA! RONDÔNIA

Em 1878 – A construtora P. & T. Collins faz circular a primeira locomotiva na Amazônia, num trecho inicial da Madeira-Mamoré. A máquina foi batizada c

03 de julho. BOM DIA! RONDÔNIA

03 de julho. BOM DIA! RONDÔNIA

Em 1962 – Milton Lima toma posse como governador do Território, é o 14º desde quando foi  criado o Território em 1943. COMEMORA-SE: Dia do Ministério