Porto Velho (RO) quinta-feira, 17 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Lucio Albuquerque

CONTA-GOTAS 15/01


ESCOLHA O EPÍTETO
Um juiz que condenou um banqueiro a 21 anos de prisão foi chamado de "malvado" pelo advogado do banqueiro, aliás um dos escritórios de advocacia mais caros do país. Como chamar o juiz que condenou a 4 anos em regime semi-aberto aquela mulher que levou uma lata de manteiga da prateleira de um supermercado paulistano? Dê sua opinião.
 
MOMENTO
O parlamento brasileiro que assume no dia 1º de fevereiro vai ter a oportunidade de mudar muito na atual visão que o cidadão tem do nosso parlamento. Mas, pelo visto, vai continuar aquele mesmo lenga-lenga do "é dando que se recebe" e, aí, é bom lembrar daquele livro cujo título é "Nada de novo no Front", afora que quem paga a conta somos nós. Mas isso também não é novidade.
 
PLACAS
O que tem de placa anunciando "Esta é mais uma obra para você"  é coisa de doido. Em qualquer espaço da cidade lá estão elas, com o fundo em vermelho, claro, pagas com dinheiro do contribuinte e, em muitos casos, sem que o contribuinte consiga enxergar a obra.
 
CURSOS
A Escola do Legislativo inicia nesta segunda-feira seu programa de cursos para 2007. Informações pelo fone 3216-2849.
 
TEATRO
Enquanto o teatro não é erguido em Porto Velho e ninguém fala onde foi o dinheiro que anunciaram ter chegado para suas construção - iniciada e abandonada - Geovani berno anuncia o retorno de duas peças teatrias de grande sucesso. Avoar e Espermatozóide Careca.
 
ABANDONO
Apesar das placas lembrando que a área está recebendo obras de revitalização, a região da extinta estação central da extinta Estrada de Ferro Madeira-Mamoré c ontinua em pleno abandono. Lama, sujeira, um convite constante para ninguém ir por lá.
 
PÚBLICO
Mas, apesar de todo descaso oficial com nosso maior patrimônio histórico-cultural, o público visitante do museu tem sido enorme. Segundo funcionários, apesar de em torno de 50% dos visitantes não assinarem o livro específico, este ano, até este domingo, já estiveram lá, assinando o livro, mais de 1.700 pessoas. Ou em torno de 122 pessoas/dia, isso mesmo sem qualquer estrutura de apoio, informação ou o que valha.
 
NATAL
Para os responsáveis pelo palácio presidente Vargas ainda é período de ornamentação natalina. Ficou bonito, não nego, mas ainda sábado, dia 13, sete dias depois da data tradicional (Dia de Reis) para retirada dos enfeites, eles continuavam lá. Quanto à conta de luz, certamente nós vamos continuar pagando.
 
POLUIÇÃO
Em São Paulo a Prefeitura está aplicando a Lei e mandando retirar a publicidade exposta em faixas, baneres, cartazes, out-doores e similares nas ruas da capital paulista. Por aqui, nossos vereadores,e a própria prefeitura, parecem nem se tocar que poluição visual é prejudicial.
 
Inté outro dia, se Deus quiser!

Lúcio Albuquerque
jotalucio@bol.com.br
nmarielle@terra.com.br
 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Lucio Albuquerque

O país foi herdado de modo tão esculhambado

O país foi herdado de modo tão esculhambado

Uma evangélica assume um Ministério – pronto, o mundo desaba, ninguém considera seu currículo

FOGO AMIGO PODE PREJUDICAR, E MUITO, BOLSONARO

FOGO AMIGO PODE PREJUDICAR, E MUITO, BOLSONARO

Há algumas colunas anteriores escrevi que o então candidato Jair Bolsonaro tinha problemas muitos, e que não eram apenas os adversários. Citei que um

EM 1981 O ESTADO CONSTRUÍDO A MUITAS MÃOS (III) (Alguns) personagens da (anti) História de Rondônia

EM 1981 O ESTADO CONSTRUÍDO A MUITAS MÃOS (III) (Alguns) personagens da (anti) História de Rondônia

Nos dois artigos anteriores comentei sobre o fato da nossa História estar concentrada em três nomes – Rondon, Aluízio Ferreira e Jorge Teixeira, com

RO PAGA MAIOR AUXÍLIO MORADIA DO PAÍS E MARINHA DE VOLTA

RO PAGA MAIOR AUXÍLIO MORADIA DO PAÍS E MARINHA DE VOLTA

ECONOMIAO PT e aliados anunciaram que não irão à posse do Bolsonaro. Pelo menos vamos economizar por três lados: 1) sem eles o erário vai patrocinar m