Porto Velho (RO) quinta-feira, 28 de maio de 2020
×
Gente de Opinião

Lucio Albuquerque

Conta-Gotas 06/12


O que está acontecendo com a aviação comercial brasileira? Por que o
sistema, que antes funcionava normalmente e agora está essa zorra? E por que
aos poucos estão querendo empurrar a responsabilidade para o lado mais fraco
dessa equação: o controlador de vôo.

Vamos por partes: nós tínhamos uma oferta de serviço grande para uma demanda
crescente, apesar dos altos preços das passagens aéreas e da notória queda
de atendimento e serviços.

Aí entra um fator fundamental, a desprofissionalização dos serviços
gerenciais do sistema aéreo civil brasileiro, ao lado da insensibilidade no
tratamento da questão por parte do Governo Federal. No lugar do DAC foi
criada uma agência, a ANAC - Agência Nacional de Aviação Civil e, lógico, aí
deve ter ocorrido aquele fenômeno comum no Brasil onde o apadrinhamento
político supera a competência no gerenciamento da coisa pública.

E aí quem paga a conta somos nós, usuários, que pagamos proporcionalmente a
maior taxa de impostos do mundo e temos um dos piores sistemas de serviços
públicos em retorno - e não por culpa do funcionalismo, mas porque os
gestores o que menos se preocupam é com a qualidade.

No caso da aviação civil brasileira temos aí um jogo de empurra: segundo
fontes dos sargentos que são a grande maioria dos controladores eles ganham
pouco, dão expediente normal e ainda, sob a alegação de serem militares,
ainda "pagam" desfiles, formaturas e serviços de guarda. Não se leva em
conta que a responsabilidade de qualquer dos controladores é muito maior do
que um graduado similar que apenas trate direto com a tropa. E, por isso,
aquele grupo merece um tratamento especial, inclusive salarial.

O que não é justo é a população levar o prejuízo, é estarem usando como "boi
de piranha" um grupo de profissionais que não têm culpa dos erros gerenciais
e a omissão total do maior responsável pela gestão do país, o presidente da
República que procura, como aconteceu quando da denúncia do mensalão, fazer
de conta que não tem nada a ver com isso. Prefere anunciar medidas
paliativas, como a de comprar um equipamento reserva para instalar num
aeroporto em São Paulo, como se isso fosse a salvação da lavoura.

Só nos resta rezar. E muito!

SEMINÁRIO
Desta quarta-feira até a sexta, dia 8, a Escola do Legislativo realiza o
seminário Rondônia da EFMM ao século XXI. Nesta quarta a partir das 18 horas
e quinta e sexta-feira das 14 horas às 19. Temas de grande importância para
o Estado estão na pauta.

OPÇÕES
A noite portovelhense tem várias boas opções. É só uma questão de escolher.
Quem gosta de apenas ouvir um som é só aparecer no Mirante três, atrás da
igreja Nossa Senhora do perpétuo Socorro, de quinta a sábado. No Mandacaru
(av. Guanabara) e no Ferroviário Clube o som rola aos sábados.

ECA
Que tal nossos legisladores começarem a repensar a sério o Estatuto da
Criança e do Adolescente?

MODELOS
Taí, recebi mais de 30 e-mail de leitores sobre aquele comentário relativo à
Lei dizer que nenhum menor de 14 anos pode ser contratado para trabalhar,
mas as agências de modelos têm de 13 anos. Um dos e-mail foi de uma pessoa
que disse ser responsável por uma agência dessas e perguntou o que eu tenho
contra o trabalho de modelo. Eu garanto que não tenho nada contra, mas se o
artigo 60 do ECA estabelece uma coisa, por que não vale para todos? O que eu
quero é ver a lei cumprida - o que no Brasil é autêntica utopia.

Inté outro dia, se Deus quiser!


* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Lucio Albuquerque

1964 em RO (2) - Um lugar onde todos sabiam tudo sobre todos

1964 em RO (2) - Um lugar onde todos sabiam tudo sobre todos

Porto Velho 70 mil habitantes. Guajará-Mirim em torno de 20 mil. Conforme o censo do IBGE, em 1960, rondava por aí a população do então Território Fed

28 de maio – BOM DIA! Comemora-se: 1810

28 de maio – BOM DIA! Comemora-se: 1810

1810 – D. João VI assina um decreto que reconhece a necessidade da construção de "teatros decentes" (deu origem o teatro nacional). dia mundial do ham

27 de maio – BOM DIA! RONDÔNIA

27 de maio – BOM DIA! RONDÔNIA

Em 1983 – Criado a 31 de janeiro de 1983, o Tribunal de Contas do Estado começa a funcionar. COMEMORA-SE: Dia do Serviço de Saúde. Dia do Profissional

26 de maio – BOM DIA! COMEMORA-SE

26 de maio – BOM DIA! COMEMORA-SE

Dia Nacional de Combate ao Glaucoma. Dia do Revendedor Lotérico. Católicos lembram Nossa Senhora do Caravaggio, São Filipe Neri e Santa Mariana de Jes