Porto Velho (RO) quarta-feira, 5 de agosto de 2020
×
Gente de Opinião

Luciana Oliveira

Ramon Cujui é pré-candidato a prefeito da capital pelo PT


Ramon Cujui é pré-candidato a prefeito da capital pelo PT  - Gente de Opinião

A pré-candidatura foi aprovada em Encontro Municipal que contou com a participação da presidenta do Partido dos Trabalhadores, Gleise Hoffman, no domingo, 05 de julho.


Em função da pandemia, o encontro ocorreu pela internet e também serviu para aprovar as pré-candidaturas de vereadores e vereadoras.

“Estamos juntos nessa batalha. É um grande companheiro e com capacidade para transformar a cidade e a vida das pessoas como o PT faz onde governa”, disse Gleise.

Ramon Cujui preside o diretório municipal do partido em Porto Velho e na eleição de 2018 obteve 7.081 votos na disputa por uma vaga de deputado federal.

É formado em História e Direito pela Universidade Federal de Rondônia e tem pós-graduação em Direito e Processo Eleitoral. Foi também presidente do Diretório Central dos Estudantes da UNIR.

Como servidor público federal migrou do Tribunal Regional Eleitoral para a 6ª Vara da Justiça do Trabalho na capital.

Tem no histórico militante a colaboração na Rede de Educação Cidadão – RECID, com a Escola de Fé e Política da Diocese de Ji-paraná e na escola de formação do MST.

A partir de 2015 passou a fazer parte da Coordenação da Frente Brasil Popular em Rondônia, movimento de mobilização e articulação de lutas e bandeiras dos movimentos sociais e de trabalhadores e trabalhadoras,

Ramon é uma liderança nas lutas em defesa dos direitos dos trabalhadores, da democracia e da justiça social.

“Eu sou filho da esperança da classe trabalhadora. Sou filho do Seu Augusto e da Dona Marina, dois trabalhadores que fugiram da pobreza. Meus pais vieram pra cá em busca de dias melhores. Minha essência tem a ver com luta!”, diz Ramon.

O pré-candidato petista enxerga o progresso com responsabilidade e com foco no bem estar social de todos e todas.

“Porto Velho é minha cidade. Nasci aqui, estudei, vi suas transformações. Temos uma localização geográfica que favorece nosso desenvolvimento e o fortalecimento da economia do país. É uma cidade que nasceu do que havia de mais avançado do capitalismo industrial instalado na selva, a construção da Estrada de Ferro Madeira Mamoré. O problema é que não tiramos proveito disso como outras capitais. Não podemos ser só uma terra de passagem, por onde a riqueza passa deixando só buracos nas estradas, energia cara para o consumidor e destruição do meio ambiente. Não precisamos de um gerente do capital, mas de alguém que lidere essa etapa que se inaugura consciente de sua posição geográfica privilegiada e de sua importância à economia do país. Poucos lugares no mundo têm tantas oportunidades como Porto Velho, mas não podemos seguir vendo a riqueza passar sem melhorar a qualidade de vida do povo que aqui vive ”, ressaltou Cujui.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Luciana Oliveira

Brigada NINJA Amazônia lança série documental nesta sexta (17)

Brigada NINJA Amazônia lança série documental nesta sexta (17)

Depois de percorrer cinco estados, a Brigada NINJA lança a série documental que denuncia a destruição das florestas da Amazônia e do Cerrado, biomas d

OPERAÇÃO BERTHOLLETIA:  PF desmonta organização criminosa de exploração ilegal de madeira

OPERAÇÃO BERTHOLLETIA: PF desmonta organização criminosa de exploração ilegal de madeira

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta sexta-feira (17.07.2020), a denominada OPERAÇÃO BERTHOLLETIA, visando dar cumprimento a 08 (oito) mandados

Alerta: Comunidade de indígenas e quilombolas registra primeira morte por Covid-19 em Rondônia

Alerta: Comunidade de indígenas e quilombolas registra primeira morte por Covid-19 em Rondônia

A pandemia do novo coronavírus registrou a primeira vítima da comunidade tradicional multiétnica Rolim de Moura do Guaporé, onde vivem indígenas e qui

Coordenadora da Kanindé denuncia despreparo no atendimento a pacientes de Covid-19 em Porto Velho

Coordenadora da Kanindé denuncia despreparo no atendimento a pacientes de Covid-19 em Porto Velho

Ivaneide Bandeira usou as redes sociais enquanto aguardava atendimento para mostrar que não sabem como acolher pacientes do novo coronavírus na rede p