Porto Velho (RO) segunda-feira, 25 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Luciana Oliveira

Pelo menos 21 casos de feminicídio ocorreram na primeira semana de 2019


Pelo menos 21 casos de feminicídio ocorreram na primeira semana de 2019 - Gente de Opinião

Segundo o Atlas da Violência 2018, são registradas 13 mortes violentas de mulheres por dia.

Em 2016, 4.645 mulheres foram assassinadas no país. O número representa um aumento de 6,4% no período de dez anos.

Em 2017, o Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina segundo a Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal), vinculada à Organização das Nações Unidas.

O crime aumentou 63% passando de 24 assassinatos entre julho e dezembro de 2017, para 39 no mesmo período de 2018. As tentativas de feminicídio saltaram de 2.749 para 4.018 no mesmo recorte de tempo: alta de 46%.

Pelo menos 21 casos de feminicídio ocorreram na primeira semana de 2019.

Fontes: Correio Braziliense e G1

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Luciana Oliveira

OAB: Violência contra mulher impede inscrição por falta de idoneidade moral

OAB: Violência contra mulher impede inscrição por falta de idoneidade moral

Súmula foi aprovada pelo Conselho Federal da Ordem nesta segunda-feira,18No MigalhasO Conselho Federal da OAB aprovou nesta segunda-feira, 18, súmula

Professora Joselita Félix da Silva: Avisei que ele ia me matar

Professora Joselita Félix da Silva: Avisei que ele ia me matar

Não deu tempo de “resolver na segunda-feira” tudo o que os policiais pediram, para sobreviver às ameaças do meu ex-marido.Fui assassinada a pauladas n

Economista que previu crise global de 2008 alerta, capitalismo está ‘sob séria ameaça’.

Economista que previu crise global de 2008 alerta, capitalismo está ‘sob séria ameaça’.

Na BBC – O capitalismo está “sob uma séria ameaça” porque “parou de prover as massas”.E, “quando isso acontece, as massas se rebelam contra o capitali

Especialistas dizem que discurso pró-arma é gatilho para tragédias como a de Suzano

Especialistas dizem que discurso pró-arma é gatilho para tragédias como a de Suzano

 A polícia ainda não sabe como os adolescentes tiveram acesso à arma de fogoCarta Capital – Um ataque feito por dois jovens na Escola Estadual Raul Br