Porto Velho (RO) quarta-feira, 16 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Luciana Oliveira

OAB recomenda o afastamento de Moro e Dallagnol


OAB recomenda o afastamento de Moro e Dallagnol - Gente de Opinião

O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e o Colégio de Presidentes de Seccionais, por deliberação unânime, manifestam perplexidade e preocupação com os fatos recentemente noticiados pela mídia, envolvendo procuradores da república e um ex-magistrado, tanto pelo fato de autoridades públicas supostamente terem sido “hackeadas”, com grave risco à segurança institucional, quanto pelo conteúdo das conversas veiculadas, que ameaçam caros alicerces do Estado Democrático de Direito.

É preciso, antes de tudo, prudência. A íntegra dos documentos deve ser analisada para que, somente após o devido processo legal – com todo o plexo de direitos fundamentais que lhe é inerente –, seja formado juízo definitivo de valor.

Não se pode desconsiderar, contudo, a gravidade dos fatos, o que demanda investigação plena, imparcial e isenta, na medida em que estes envolvem membros do Ministério Público Federal, ex-membro do Poder Judiciário e a possível relação de promiscuidade na condução de ações penais no âmbito da operação lava-jato. Este quadro recomenda que os envolvidos peçam afastamento dos cargos públicos que ocupam, especialmente para que as investigações corram sem qualquer suspeita.

A independência e imparcialidade do Poder Judiciário sempre foram valores defendidos e perseguidos por esta instituição, que, de igual modo, zela pela liberdade de imprensa e sua prerrogativa Constitucional de sigilo da fonte, tudo como forma de garantir a solidez dos pilares democráticos da República.

A Ordem dos Advogados do Brasil, que tem em seu histórico a defesa da Constituição, da ordem jurídica do Estado Democrático e do regular funcionamento das instituições, não se furtará em tomar todas as medidas cabíveis para o regular esclarecimento dos fatos, especialmente junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), Procuradoria-Geral da República (PGR), Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e Conselho Nacional de Justiça (CNJ), reafirmando, por fim, sua confiança nas instituições públicas.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Luciana Oliveira

Ambientalistas criticam deputado federal Kataguiri por PL que muda licenciamento ambiental

Ambientalistas criticam deputado federal Kataguiri por PL que muda licenciamento ambiental

Deputado do DEM é relator de projeto que flexibiliza emissão de licenças; ‘Deixou-se de lado o equilíbrio e o consenso para dar lugar a entendimentos

Observatório da violência contra os povos indígenas no Brasil

Observatório da violência contra os povos indígenas no Brasil

Caci, sigla para Cartografia dos Ataques Contra Indígenas, é uma plataforma que mapeia os assassinatos de indígenas no Brasil nas últimas décadas. A p

Reunião que inclui a participação de nossos ‘parentes’ no grande BAZAR DA SOLIDARIEDADE.

Reunião que inclui a participação de nossos ‘parentes’ no grande BAZAR DA SOLIDARIEDADE.

Vai ter artesanato, pintura, exposição, muita cultura indígena.

Rondônia: Aumentam invasões e perigo de conflito armado em terras indígenas

Rondônia: Aumentam invasões e perigo de conflito armado em terras indígenas

Voltamos ao território indígena Uru Eu Wau Wau, onde invasores se atrevem cada vez mais e dizem agir por estímulo dos discursos do presidente Jair B