Porto Velho (RO) quinta-feira, 13 de maio de 2021
×
Gente de Opinião

Luciana Oliveira

Dificuldades: classe artística pede à SEJUCEL prorrogação do prazo de execução dos projetos da Lei Aldir Blanc


Dificuldades: classe artística pede à SEJUCEL prorrogação do prazo de execução dos projetos da Lei Aldir Blanc - Gente de Opinião

O pedido protocolado nesta quinta-feira (18) e reúne mais de 160 assinaturas. Os artistas apontam as dificuldades com o agravamento da pandemia no estado para finalizar os projetos.

Confira o pedido:

Senhor Superintendente de Esporte, Cultura, Juventude, Esporte e Lazer do estado de Rondônia, Este Coletivo de Cultura, que não obstante, foram premiados por esta Superintendência através dos 08 (oito) editais de Premiações e Chamamentos Públicos que atendem a execução da Lei Aldir Blanc no estado de Rondônia, vem através desta, solicitar AUMENTO DE PRAZO DE EXECUÇÃO das ações previstas nos projetos culturais e artísticos, tendo em vista o momento de Calamidade Pública com a pandemia da COVID19 no país e, especificamente no estado de Rondônia.

Considerando que, entramos no terceiro mês no ano de 2021, e o país tem um agravamento da doença e, sobretudo, o estado de Rondônia, que ainda permanece na fase 01, considerada vermelha, do enfrentamento da doença. Rondônia teve nas últimas 24h mais de 46 (quarenta e seis) mortes pela COVID em mais de 1675 novos casos, e ainda permanece sem 100% dos leitos de UTIs em lotação em todo o território (. Ocorre, que o prazo estipulado para execução das ações previstas, que atendem aos objetos destes editais são de até 120 (cento e vinte dias), uma média de ações artísticas e culturais nos 04 (quatro) primeiros meses do ano.

Destarte, senhor superintendente, muitas ações culturais já estão ocorrendo em meio ao caos instaurado por esta doença, colocando em risco, muitos artistas e produtores fazedores da cultura em nosso estado. Vale ressaltar, que para uma ação artística acontecer, mesmo que considerada em pequeno porte, há um grupo de pessoas envolvidas nas ações de transmissões, execução, gravação e afins. Há de considerar, que para qualquer ação prevista, movimenta uma estrutura e logística com pessoas que se organizam para realizar. Ademais, o DECRETO N° 25.853, DE 02 DE MARÇO DE 2021, que institui o Sistema de Distanciamento Social Controlado para fins de prevenção e enfrentamento à epidemia causada pelo novo coronavírus, no âmbito do estado de Rondônia, reitera a declaração de estado de calamidade pública em todo o território estadual e revoga o Decreto n° 25.782, de 30 de janeiro de 2021, estabelece ainda mais a limitação da circulação de indivíduos e de atividades empresariais, excepcionando a realização das necessidades imediatas de alimentação, cuidados de saúde e/ou exercício de atividades essenciais. Muito embora, os artistas têm sido diretamente atingidos, os primeiros a parar, e sem saber ainda quando retornaremos, a execução da Lei Aldir Blanc, é um grande alento e alívio para este momento, e deu um grande ânimo a classe artística.

No estado inteiro, estão com grandes e importantes ações culturais acontecendo, das mais diversas, com transmissões de festivais, mostras, 1 oficinas, rodas de conversas, sabemos que estamos realizando em meio a um grande risco com aumento de casos em nosso estado. 2 Cabe considerar que o audiovisual é uma das linguagens mais afetadas, pois precisam capturar imagens, depoimentos, ações muitas vezes externas. Os festivais e mostras movimentam uma equipe de pelo menos 15 (quinze) pessoas em todas logística e estrutura para a sua realização. As gravações de Álbuns de Músicas, EPS, clipes musicais, da mesma forma. Como confinar uma equipe dentro de estúdio de música, neste momento, por exemplo?? Outrossim, para qualquer transmissão dos projetos, é necessário pelo menos 05 (cinco) pessoas envolvidas.

E, considerando este novo decreto, ficamos impossibilitados mais uma vez de realizar as ações previstas dentro de um cronograma que atenda ao solicitado nos editais de cultura do estado. Declarações recentes do senhor Governador do estado Coronel Marcos Rocha e, ainda do secretário estadual de saúde Dr. Fernando Máximo, foram noticiadas em rede nacional, relatando a situação agravante do estado em meio ao enfrentamento da pandemia. O artigo 2º do Decreto estabelece que: “III – atividades essenciais: aquelas definidas como indispensáveis ao atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade, assim consideradas aquelas que, se não atendidas, colocam em perigo a sobrevivência, a saúde, a segurança ou a dignidade da pessoa humana”.

Neste momento, muitas das ações propostas, ficam expostas a circulação, e mesmo muitas ações acontecendo de forma remota, transmitida pela internet, temos que minimamente, aglomerar um grupo para a produção destas ações. Nos colocando, muitas vezes em risco, para cumprir de maneira precisa e assertiva as ações previstas em nossos projetos. Diante do exposto, solicitamos de Vossa senhoria, o aumento de prazo para execução das ações previstas nos editais de premiações e chamamento público, de mais 60 (sessenta) dias, considerando a partir do prazo já estabelecido, para que desta forma, possamos, não nos colocar em risco, ou nos afligir em realizar o cronograma. Mas, sobretudo, permanecer em atenção aos cuidados sanitários estabelecidos pelo governo do estado de Rondônia, quanto à quarentena, e ações de prevenção do agravamento desta terrível doença em todo o estado.

Certos de contarmos com vossa compreensão e deferimento, nos colocamos á disposição para qualquer dúvida ou esclarecimentos. Porto Velho, 04 de março de 2021.

Assinam esta solicitação grupos e artista premiados pela execução da Lei Aldir Blanc no estado de Rondônia através dos editais de premiação e chamamento público e apoiadores.

1 – Amazônia (UNIR) e – UNIR INCOOP UNIR – Incubadora de Cooperativas Populares da UNIR

2 – Adailtom Alves – PoéticoVisual

3 – Alberto Bertagna/ Prêmio Jair Pistolino

4 – Andréa Melo – Coletivo Gaia – Porto Velho/RO

5 – Andressa Christiny do Carmo Batista / Partidas e mecânicas da cena

6 – Andressa da Silva/ Performance Vácuo

7 – Akilas Corrêa Moreira- Músico/Banda Quilomboclada

8 – Berenice Perpetua Simão – Conselheira do Conselho Municipal de Pol. Culturais de PVh – Set. Dança

9 – Bira Lourenço/Projeto criação de site

10 – Carol Allen/ Média- metragem-Vozes da Memória

11 – Cantadô Produções Artísticas- Canta Zezinho

12 – Carolina Zemuner dos Santos – PPKast – Edital Marechal Rondon

13 – Chicão Santos / Ator, Palhaço, Diretor e Produtor

14 – Daniele Silva dos Santos (Fada Inad Produtora Cultural)

15 – Daniel Yago Gonçalves- Músico/Banda Quilomboclada

16 – Ederson Lauri Leandro – O Divino Guaporé (Edital 78)/ Rondônia: Afetividade poética do lugar (Edital 86)

17 – Eliane Borges do Nascimento – Artesanato

18 – Eliane Viana Araújo – Agenda Porto Velho

19 – Elias Fernando Ribeiro. – contemplado nos editais: 77/2020/Maricyane. 80/2020/Marechal Rondon

20 – Erlândia Ribeiro da Silva / Clube das Escritoras de Rondônia

21 – Fátima Sobrinho- Coletivo Casarão do Boneco/Coletivo Casarão do Boneco

22 – Flammareon Jackson Farias Cruz – Músico/ Produtor Cultural e Conteúdo Digital/ Educador/Banda Quilomboclada

23 – Gleyciane Prata Artes Plásticas

24 – Izabela Lima – Festival Sonora Porto Velho

25 – Jamile Soares – Festival Palhaçaí

26 – Josenir Lopes Dettoni – GEA – Grupo de Ética da Amazônia / UNIR

27 – Juliana Rossato Santi/ Departamento de Arqueologia/UNIR

28 – Juraci Oliveira Campos Júnior / Prêmio Jair Pistolino

29 – Justino Alves Barbosa -Músico/produtor/agroflorestor/Quilomboclada e Agrotropical Amazônia

30 – Kelven Félix – Porto Velho/RO 3 4

31 – Kenny Frazão – Atriz, Arte Educadora e Produtora Cultural/Banda Quilomboclada

32 – Lauriano cleto Gonçalves- Músico/Produtor Cultural/Banda Quilomboclada

33 – Lilian Maria Moser – Departamento de Historia – UNIR

34 – Luciano Flávio de Oliveira – Projeto e-book Fegues

35 – Luiz Lerro – “Barranco Porto Velho: um tabloide virtual de ousadas webformances”

36 – Márcia Machado de Lima – Devir Amazônia – Grupo de Pesquisa em Literatura, Educação e Interculturalidade

37 – Maria Luzia Ferreira Santos/ Edital Alejandro Bedotti

38 – Mira mundo Produções Culturais – São Luis/MA

39 – Patrícia Morais das Neves / “Do Cangaço ao Seringal” / edital Pácaas novos

40 – Patrícia Morais das Neves/ Álbum “Do forró ao Carimbó”. Edital Marechal Rondon

41 – Rafael Altomar / beradelia

42 – Rafael Christofolleti – DIPSA – Diferença e Processos de subjetivação na Amazônia (UNIR)

43 – Raíssa Dourado Ribeiro de Lima/ Eldorado Filmes

44 – Ramon Alves / Desmanche o Selo

45 – Rosangela A. Hilário Grupo de Pesquisa Ativista Audre Lorde

46 – Sabrynne Sena- musicista, regente e produtora cultural

47 – Samuel Pessoa da Silva – Músico/Produtor Cultural/Banda Quilomboclada

48 – Selma Cristina Pavanelli – Produtora, palhaça e atriz

49 – Silvana Zuse– Núcleo de Ciências Humanas/ Universidade Federal de Rondônia- NCH/UNIR

50 – Stephanie Caroline Matos Dantas – Gritos do Cotidiano 51- Suely Rodrigues -Associação Cultural Raízes do Porto

52 – Taiane Sales Nunes / Dicas da Palhaça Firmina

53 – Tainá Sousa Oliveira – Patrimônio Edificado e Migração/Edital Alejandro Bedotti

54 – Thaiz Lucksis – Associação Cultural Waraji/ACW

55 – Thiago Maziero – Produtor Musical do Ecos da Oca

56 – UNIR INCOOP UNIR – Incubadora de Cooperativas Populares da UNIR

57 – Valdete Sousa – CEPC

58 – Valéria Frota- Canta Zezinho/Rascunhos

59 – Vicente Eduardo Ribeiro Marçal – Departamento de Filosofia – UNIR

60 – Vitória Morão / artista visual

61 – Yan Patrick Morais Gil / Edital Mary Cyanne

62 – Yan Patrick Morais Gil/ Ep “Equilibrium”. Edital Marechal Rondon

63 – Walterlina Brasil – Núcleo de Ciências Humanas/ Universidade Federal de Rondônia- NCH/UNIR

64 – Zaine Diniz – Atriz 4

65 – Arvore Casa das Artes – Vitória/ES 5

66 – Bando GolíardXs – São Paulo/SP

67 – Bonita Lampião – São Paulo

68 – Bojiganga de Artes – São Paulo- SP

69 – Brava Companhia – São Paulo/SP

70 – Centro de experimentação artístico e Cultural encanto dos alagados-AP.

71 – CHAP – RJ

72 – Cia. Bornal de Bugigangas – Assis/SP

73 – Cia Circunstancia – Belo Horizonte/MG

74 – Cia Colcha de Retalhojs SP/SP

75 – Cia de Teatro Madalenas – Belém-PA

76 – Cia de Teatro Nu Escuro/Goiana-GO

77 – Cia de Teatro Soluar – João Pessoa/PB.

78 – Cia Estável de Teatro – São Paulo/SP

79 – Cia. Fábrica SP – Peruíbe/SP

80 – Cia LaCasa – Maceió/AL

81 – Cia Lamparim de Circo e Teatro – Quixeramobim – CE

82 – Cia Mundu Rodá- são Paulo

83 – Cia Teatro Em Cordel – Edmilson Santini – RJ

84 – Cia. Visse e Versa de Ação Cênica – Rio Branco – Acre

85 – Cia Vulcânicas – São Paulo – SP

86 – Circo Pratodos.- Mariana/MG

87 – Circo Teatro Capixaba – Divino de São Lourehnço/ES 88 – Circo Teatro Palombar

88 – Circovolante – Mariana/MG

89 – Cirquinho do Revirado Criciúma SC

90 – Como La em Casa Teatro & Cia Bella – São Paulo

91 – Companhia Opinião – SP

92 – Coletivo de artistas produtore e técnicos em Teatro do Amapá-CAPTTA

93 – Coletivo Fulô – Crato – CE

94 – Companhia Cultural Ciranduís – Janduís/RN

95 – Corpos & Sombras – teatro e circo – São Leopoldo-RS

96 – Esquadrão da Vida – DF

97 – ERRO Grupo – Florianópolis – SC

98 – Escarcéu de Teatro- Mossoró/RN;

99 – Fátima Sobrinho- Belém/Pa

100 – Flor e Espinho – Campo Grande/MS

101 – Gira Cia Andante – Migu el Pereira/RJ

102 – Grupo A Pombagem / Salvador-Ba

103 – Grupo Casa3/Guarujá-SP

104 – Grupo Cutucurim – Angra dos Reis-RJ

105 – Grupo de teatro De Pernas Pro Ar – Canoas/RS

106 – Grupo de Teatro Quem Tem Boca é Pra Gritar – João Pessoa-PB 5

107 – Grupo Experimental de Artes Vivartes Acre e Casa de Cultura Vivarte – 6 Acre

108 – Grupo GRUTTA – Tangará da Serra/MT

109 – Grupo Mãe da Rua – São Paulo

110 – Grupo Manjericão – Porto Alegre/RS

111 – Grupo Máscaras – Guaranésia – MG

112 – Grupo OffSina Rio de Janeiro- RJ

113 – Grupo Olho Rasteiro – Curitiba/PR

114 – Grupo Pombas Urbanas – São Paulo/SP

115 – Grupo Put’s de Teatro – Toledo/PR

116 – Grupo Rosa dos Ventos- Presidente Prudente SP

117 – Grupo TAMTAN – Tanquinho-Bahia

118 – Grupo Teatral De 4 No Ato – Rio de Janeiro/RJ

119 – Grupo teatral Hemisfério

120 – Grupo Teatro de Caretas / CE

121 – Grupo TIA / Canoas-RS 122 – Grupo Xingô – São Paulo/SP

123 – Ivanildo Piccoli Brincantuar CNPq Ufal

124 – Lacarta Circoj Teatro de Rua – ES

125 – Licko Turle PELE NEGRA – Salvador/BA

126 – Mamulengo rasga estrada – Presidente Prudente – SP

127 – Mamulengo Sem Fronteiras – DF

128 – MARL – Movimento de Artistas de Rua de Londrina / PR

129 – MiraMundo Produções Culturais (MA)

130 – Nativos terra rasgada – Sorocaba/SP

131 – Núcleo aclowndemia de palhaçaria – Sorocaba/SP

132 – Núcleo Pavanelli/SP

133 – Núcleo Sem Drama Na Cia da Cabra Orelana – São Paulo SP

134 – O Buraco d’Oraculo – São Paulo/SP

135 – OIgalê Cooperativa de Artistas Teatrais

136 – Os Mamatchas – Morón/Buenos Aires

137 – Palhaço Piruá – Natal – RN

138 – Palhaços Trovadores -Belém/Pa

139 – Povo da Rua – Porto Alegre/RS

140 – Rué La Companhia- Guarulhos/SP

141 – Salmonela Urbana Cia- Curitiba-PR

142 – Será O Benedito?! / RJ

143 – Som na Linha – P. Prudente/SP

144 – Teatro de Rocokóz – SP/SP

145 – Teatro de Trincheira / Caraguatatuba – SP

146 – Teatro em Trâmite – Florianópolis/SC

147 – Teatro Itinerante RJ (Marcondes Mesqueu)

148 – Teatro Imaginário Maracangalha – Campo Grande MS 6

149 – Teatro Widia – Santos/SP 7

150 – Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveis- Poa/RS

151 – Trupe Arlequin/ PB

152 – Trupe Circuluz – Olinda – PE

153 – Trupe será o Benedito- Caicó/RN

154 – Trupe Olho da Rua /Santos-SP

155 – Gicele Sucupira Fernandes

156 – Arthemiza Evangelista Sansão

157 – Carlos César Neves da Silva/Comunidades Quilombolas do Vale do Guaporé: Tradição, Extrativismo e Fé.

158 – Aparecida Paula Silva Rebolo – Projeto : Ritmos do Brasil.

159 – Produz Conteúdos Eireli ME/ A lenda da Criação do Homem para os Suruí Paíter

160 – Proponente: Mario Sergio Freitas Filho Projeto: BR 364 – Rondônia.

161 – ASELCI – Associação Semeando Letras e Cidadania/ Da Grécia à Amazônia: Mitos e Lendas no Auto do Boi de Gaia.

162 – Associação Cultural Pirarucu do Madeira

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Luciana Oliveira

Mostra Musical traz vida e obra de Zezinho Maranhão

Mostra Musical traz vida e obra de Zezinho Maranhão

Serão três apresentações, nesta quarta, quinta e sexta, a partir das 20 horas, transmitidas no canal no Youtube da Cantadô Produções.O projeto foi con

Projeto Canta Mulher completa 29 anos com edição virtual

Projeto Canta Mulher completa 29 anos com edição virtual

O projeto Canta Mulher em Porto Velho (RO) já faz parte da agenda cultural da cidade. O evento é realizado pelo Fórum Popular de Mulheres, com a colab

Performance Vácuo provoca reflexão sobre naturalização da violência contra a mulher

Performance Vácuo provoca reflexão sobre naturalização da violência contra a mulher

Vácuo é o corpo feminino que reflete os olhares, falas, pensamentos e ações de uma sociedade adoecida por uma cultura machista, misogina e sexista, qu

Painel em homenagem à vítimas da Covid é alvo de ataque em Porto Velho

Painel em homenagem à vítimas da Covid é alvo de ataque em Porto Velho

Os banners com mensagens e mais de duas mil fitas foram colocados no último sábado ao lado do ginásio Cláudio Coutinho.Do local sairia no domingo, 7,