Porto Velho (RO) segunda-feira, 27 de junho de 2022
×
Gente de Opinião

Jéssica Frocel

Breves contribuições do pensamento Arendtiano para os tempos contemporâneo


Jéssica Frocel - Gente de Opinião
Jéssica Frocel

Hannah Arendt foi autora de com grande importância para os mais diversos campos da ciência, tendo elaborado diversas obras de renome, podendo ser observadas, 3 significativas contribuições teóricas reunidas a partir destas:


1. Teoria do ato e das promessas, a qual influiu grandemente para a compreensão do comportamento humano e, em especial para o desenvolvimento da psicanálise;


2. Teoria sobre a banalização do mal, a qual permitiu compreender as ações dos agentes públicos como indivíduos alheios à humanidade, como se integrassem a máquina pública, servindo ativamente ao estudo da Ciência Política;


3. Teoria dos problemas educacionais, na qual a autora compreende que o ensino possui 3 obstáculos, o primeiro diz respeito a não individualização dos alunos, os quais, tratados meramente em coletivo, não podem desenvolver ativamente o seu pensamento, o segundo trata da mecanização do ensino que prende o professor (não autoritário) ao saber restrito das diretrizes de ensino (ex., apostilas e questionários) e, o terceiro é a desvalorização do saber teórico em prol da prática.


Nestes termos, é difícil dizer qual a maior contribuição de Hannah Arendt para o mundo contemporâneo, visto que, apesar de certo decurso do tempo, suas obras permanecem atuais, quanto as mazelas sociais observáveis.


O ser humano, permanece agendo em atos, sob a outorga de um líder, a educação permanece despersonalizando o aluno (apesar de existirem escolas consideravelmente progressistas), e o agente público, continua banalizando as mortes, que mesmo que não aconteçam em campos de concentração, podem ser observadas nas unidades de saúde, onde se deixa de morrer o ser humano e se passa à contabilização de um dado em um índice estatístico.


Através destas teorias a autora proporciona, muito além de uma parca descrição de fenômenos, mas possibilita sua compreensão de maneira profundo, proporcionando que se assuma postura combativa a estes problemas que se manifestam no corpo social, na política e, se entranham na educação.


Nestes termos, a ‘luta’ para enfrentar estes problemas estruturais, denota-se, a partir do ponto de vista da autora, pode ser através de um mecanismo de estado, as políticas públicas, no entanto, há de se convir que o problema essencial da política e da execução de planos estatais, passa, primeiramente pelo problema da liderança e dos atos mencionados pela teórica.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Jéssica Frocel

A ética e influência intergeracional.

A ética e influência intergeracional.

A ética, como uma orientação moral teve papel importante em todas as grandes mudanças percebidas ao longo da história, tendo sido responsável pelas

Parabéns e Outras Felicitações

Parabéns e Outras Felicitações

Parabéns, meus amigos! Sobretudo, parabéns a todas as pessoas com baixa renda.

Breves considerações sobre a pena e sua aplicação

Breves considerações sobre a pena e sua aplicação

1. Etimologia e natureza da pena A palavra pena é repleta de controvérsias, sua origem exata é desconhecida, mas em de um aspecto geral entende-se q

Modelo de Análise Hermenêutica

Exemplos das formas mais simples