Porto Velho (RO) sexta-feira, 3 de dezembro de 2021
×
Gente de Opinião

Candiru Madeira

Tudo bem


Tudo bem que a Camila Pitanga, até pelo nome, goste de pau, mas, daí, a vetar o Código Florestal a distância é abismal! E, não digam que fui eu quem disse, mas, se, no Brasil, fofoqueiro fosse profissão até eu tava empregado e támos falado! E a Tininha ficou entusiasmada quando viu o anúncio de um circo tanto que até me falou "Olha que legal, o circo!". E, só pra encarnar nem tive dúvidas em falar: "Pra que circo querida, você já tem um palhaço só pra você". E não há dúvida que mulher é como circo: o espetáculo está sempre debaixo do pano! Vai, insano! Pensa sempre que não há quase nenhuma diferença de um japonês pra R$99,00. Afinal é tudo quase sem pau...E, como diz cumpadê Ciço “Em dia de tempestades e trovoadas, o local mais seguro é perto da sogra, não há raio que a parta!”. E tenha certeza que na vida tudo passa. Se não passar use o ferro é Black & Decker! Ou o leão adormecido, sai Silvio. E greve é na saúde. Duas pra me recuperar! Já!

Fonte: Candiru do Madeira

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Candiru Madeira

A última coluna 'Candiru do Madeira' escrita por Sued Pinheiro

A última coluna 'Candiru do Madeira' escrita por Sued Pinheiro

Há dois tipos de pessoas que só fazem perguntas inconvenientes. São as crianças e os médicos. Um exemplo. O Zézinho pergunta pra mãe:- Mamãe! Por que

E o Rondinelli

E o Rondinelli Gonzalez, hein! Que cara legal! Só não se emenda. Colocou no Face que “Pra mim toda mulher é uma rainha... e o castelo dela é a cozinha

E dizem que a morte

E dizem que a morte, lá em Cuba, bateu na porta e Fidel Castro abriu. Quando viu a Horripilante com sua foice não teve dúvidas. Apontou o dedo na dire

Que alguém disse

Que alguém disse alguém disse ( e nem preciso dizer quem) que é preciso que tudo mude para nada mudar! E Rondônia e Porto Velho são o grande exemplo: