Porto Velho (RO) segunda-feira, 18 de outubro de 2021
×
Gente de Opinião

Candiru Madeira

Todo mundo


Todo mundo diz que me queixo demais. E me dizem que tenho muito prestígio. É verdade, mas, pelo que sei, Prestígio só dá dinheiro como chocolate da Nestlé. E faz tempo que o peixim nada de palpável sente (R$), quanto mais vê! E, como não sou baú vou contar, o MV é muito bonzinho! Olha que atravessou a cidade inteirinha só pra ajudar no natal do Zé com o peru e a camisinha! E ainda disse todo feliz: -Não podia deixar a mãezinha do Zézinho sem o peru de natal! Uau! E outro com um fim de ano feliz, e que não conta nada, nem pra ninguém, é o nosso amigaão, oo bão! Não digo que seja oficial, mas, é fato, que subiu da 8ª pra 9ª vara! É o cara! Até vi ele atrás do peru de natal lá no Centronorte! O peru de lá, aliás, tava bem congelado! Uma decepção para muitos...cozinheiros! E vou já avisando pro seu Nazif: pra dar certo tem que contratar o peixim! Sem maldade, gente! Embora, seja verdade, que o peixim seja mau como pica-pau! Não deixe o buraco aberto, uau!
 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Candiru Madeira

A última coluna 'Candiru do Madeira' escrita por Sued Pinheiro

A última coluna 'Candiru do Madeira' escrita por Sued Pinheiro

Há dois tipos de pessoas que só fazem perguntas inconvenientes. São as crianças e os médicos. Um exemplo. O Zézinho pergunta pra mãe:- Mamãe! Por que

E o Rondinelli

E o Rondinelli Gonzalez, hein! Que cara legal! Só não se emenda. Colocou no Face que “Pra mim toda mulher é uma rainha... e o castelo dela é a cozinha

E dizem que a morte

E dizem que a morte, lá em Cuba, bateu na porta e Fidel Castro abriu. Quando viu a Horripilante com sua foice não teve dúvidas. Apontou o dedo na dire

Que alguém disse

Que alguém disse alguém disse ( e nem preciso dizer quem) que é preciso que tudo mude para nada mudar! E Rondônia e Porto Velho são o grande exemplo: