Porto Velho (RO) quinta-feira, 15 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Candiru Madeira

Tempos de queda


Em Porto Velho tá caindo tudo: casa, raio duas vezes, operações, mensalões, sanguessugas, pedras e até jato peruano! Passa o pano! E o aviãozinho era conhecido por “sapito”! Os tucanos achando bonito: agora só falta o sapo! E há, lá em Brasília, uma caverna maravilhosa que tem um eco fantástico. Dizem as fontes bem informadas que é só chegar na boca da caverna (onde se supõe morou Ali Babá) e gritar:-Lula lá! Lula lá! Que se houve o eco:-ão!ão!ão! Deve ser anão, é claro! Hoje em dia, como não se sabe de nada, não se ouve nada, nem se vê nada, acontecem injustiças como com a Serys, o Ney Suassuna e o Magno Malta enquadrados, injustamente, no relatório do senador Amir (desfi) Lando. Malta já disse que vai processar Amir, que nem dorme de tanta preocupação. Nenhum diz: -Eu não sou ladrão! Nem diz ele é o chefe! Não só sou liso como deslizo. Não quero lixo nem luxo. Só Sagaratiba no bucho! Desce uma!

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Candiru Madeira

A última coluna 'Candiru do Madeira' escrita por Sued Pinheiro

A última coluna 'Candiru do Madeira' escrita por Sued Pinheiro

Há dois tipos de pessoas que só fazem perguntas inconvenientes. São as crianças e os médicos. Um exemplo. O Zézinho pergunta pra mãe:- Mamãe! Por que

E o Rondinelli

E o Rondinelli Gonzalez, hein! Que cara legal! Só não se emenda. Colocou no Face que “Pra mim toda mulher é uma rainha... e o castelo dela é a cozinha

E dizem que a morte

E dizem que a morte, lá em Cuba, bateu na porta e Fidel Castro abriu. Quando viu a Horripilante com sua foice não teve dúvidas. Apontou o dedo na dire

Que alguém disse

Que alguém disse alguém disse ( e nem preciso dizer quem) que é preciso que tudo mude para nada mudar! E Rondônia e Porto Velho são o grande exemplo: