Porto Velho (RO) sábado, 16 de outubro de 2021
×
Gente de Opinião

Candiru Madeira

Se o Cachoeira


Se o Cachoeira chamava propina de “assistência social”, logo, o que rolava em caixinhas no TRT era isto. E a minha? Ou será que é restrita a advogados e juízes? É poristo que dizem que “só os de Direito são felizes”! Sei não. Sei que é de cortar o coração tanta corrupção e o peixim durim, durim atrás de um empreguim! Não dá mais pra empurrar com a barriga. Vou entrar na briga e organizar, de vez, o Partido dos Desempregados do Brasil, o PDB. Ainda mais com a perseguição que fazem aos comissionados. Ganhamos novos quadros incorporados ao nosso movimento. Sem contar com o alento da queda da criação do emprego. Não tenho medo de dizer que nosso partido já nasce grande. É claro, que antes, precisa da sua contribuiçãozinha preciosa que, em breve, será fácil de fazer com a conta e a campanha on-line que lançaremos. E a certeza de nosso crescimento vem do nosso lema “Bolsa para todos”! Por enquanto só preciso mesmo o da cachaça. Uma baixa!

Fonte: Candiru do Madeira / Jornal Alto Madeira


 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Candiru Madeira

A última coluna 'Candiru do Madeira' escrita por Sued Pinheiro

A última coluna 'Candiru do Madeira' escrita por Sued Pinheiro

Há dois tipos de pessoas que só fazem perguntas inconvenientes. São as crianças e os médicos. Um exemplo. O Zézinho pergunta pra mãe:- Mamãe! Por que

E o Rondinelli

E o Rondinelli Gonzalez, hein! Que cara legal! Só não se emenda. Colocou no Face que “Pra mim toda mulher é uma rainha... e o castelo dela é a cozinha

E dizem que a morte

E dizem que a morte, lá em Cuba, bateu na porta e Fidel Castro abriu. Quando viu a Horripilante com sua foice não teve dúvidas. Apontou o dedo na dire

Que alguém disse

Que alguém disse alguém disse ( e nem preciso dizer quem) que é preciso que tudo mude para nada mudar! E Rondônia e Porto Velho são o grande exemplo: