Porto Velho (RO) sábado, 22 de janeiro de 2022
×
Gente de Opinião

Candiru Madeira

Rio onde tem piranha jacaré nada de costas


Meu negócio é rio e mar.  Não Riomar.  Nem ri do mar.  Às vezes até rimar.   Nucar ar!  Embora, vez por outra, fique alto quem vive no ar mesmo é Lula, Lulinha, Lulex.  Dizem que governa tão mal que iam mandá-lo para a China,  mas, para viajar, já tá se antecipando.   Já marcou passagem.  Dizem que rio onde tem piranha jacaré nada de costas.   De frente pro crime tá a tal da Operação Federal Junta tudo.  Aliás, os bichos tão soltos!  É Anaconda, gafanhoto, búfalo e outras feras que querem pegar alguém.  E se for Urso então nem quero passar perto.  Volta Dominó.  Tenhor horror a peixe sem cabeça!  Já basta aguerntar algumas pessoazinhas sem cérebro!  Antes a Tininha que é boazinha e tem dois neurozinhos que, igual a copa do mundo, de quatro em quatro anos se encontram.  Não dá nem pra brincar do jeito que a coisa tá!  Vou arranjar um buraco pra me esconceder enquanto o furacão passa.  Não tou aí pra ser comido de graça!  Ó engenheiro cadê você ? Só liga pra me cobrar?  Assim não dá.  Vá amar e assistir tv!

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Candiru Madeira

A última coluna 'Candiru do Madeira' escrita por Sued Pinheiro

A última coluna 'Candiru do Madeira' escrita por Sued Pinheiro

Há dois tipos de pessoas que só fazem perguntas inconvenientes. São as crianças e os médicos. Um exemplo. O Zézinho pergunta pra mãe:- Mamãe! Por que

E o Rondinelli

E o Rondinelli Gonzalez, hein! Que cara legal! Só não se emenda. Colocou no Face que “Pra mim toda mulher é uma rainha... e o castelo dela é a cozinha

E dizem que a morte

E dizem que a morte, lá em Cuba, bateu na porta e Fidel Castro abriu. Quando viu a Horripilante com sua foice não teve dúvidas. Apontou o dedo na dire

Que alguém disse

Que alguém disse alguém disse ( e nem preciso dizer quem) que é preciso que tudo mude para nada mudar! E Rondônia e Porto Velho são o grande exemplo: