Porto Velho (RO) segunda-feira, 20 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Candiru Madeira

O PARAÍSO VERDE AMARELO


Não sei se é verdade ou mentira, mas, pra mim, tanto faz se a estória é boa. Contam que um alemão, um francês,um inglês e um brasileiro apreciam um quadro de Adão e Eva no Paraíso. Diz o alemão: - Olhem bem a perfeição dos corpos: ela, esbelta e espigada;  Ele, o corpo atlético, os músculos perfilados... Devem ser  alemães.   O francês contesta: - Não creio.O erotismo das figuras... ela, tão feminina, ele, tão masculino! O saber de que, em breve, vão ceder à. Devem ser franceses. O inglês protesta e comenta:

- Que nada! A serenidade dos rostos, a delicadeza da  pose, a sobriedade do gesto, só podem ser ingleses. Por fim o brasileiro, depois de alguns segundos, afirma: - Não concordo. Olhem para eles: não têm roupa, não têm sapatos, não têm casa e só têm uma única maçã para comer. Não xingam, não protestam! Estão pensando em sacanagem e ainda acreditam que estão no Paraíso... Só podem ser brasileiros!!!!! E tome Cururu!

 

 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Candiru Madeira

A última coluna 'Candiru do Madeira' escrita por Sued Pinheiro

A última coluna 'Candiru do Madeira' escrita por Sued Pinheiro

Há dois tipos de pessoas que só fazem perguntas inconvenientes. São as crianças e os médicos. Um exemplo. O Zézinho pergunta pra mãe:- Mamãe! Por que

E o Rondinelli

E o Rondinelli Gonzalez, hein! Que cara legal! Só não se emenda. Colocou no Face que “Pra mim toda mulher é uma rainha... e o castelo dela é a cozinha

E dizem que a morte

E dizem que a morte, lá em Cuba, bateu na porta e Fidel Castro abriu. Quando viu a Horripilante com sua foice não teve dúvidas. Apontou o dedo na dire

Que alguém disse

Que alguém disse alguém disse ( e nem preciso dizer quem) que é preciso que tudo mude para nada mudar! E Rondônia e Porto Velho são o grande exemplo: